sucesso

Coaching para Concursos

Postado em Atualizado em

* por Ana Carolina Mendonça

coaching3

Você se sente desanimado com o seu rendimento nos estudos? Você gostaria de vivenciar um aprendizado mais consistente e poderoso?

Antes de iniciar, reflita sobre a seguinte questão:

 Sinceramente, quão envolvido você está com o seu projeto de estudos?

Note que aqueles acontecimentos da sua vida nos quais você esteve efetivamente envolvido, de corpo e alma, para solucionar algum problema ou situação, muito provavelmente se transformaram em aprendizados de vida e perduram em sua memória.

 Então, por que não replicar essa receita de sucesso com os estudos de hoje? Por que não tornar o seu aprendizado mais consistente e permanente?

Para estar plenamente envolvido em um assunto, em um conhecimento, antes de mais nada, é importante estimular a curiosidade! Colocar-se na posição de alguém que tem por objetivo aprender, que deseja fortemente conhecer e compreender o desenrolar de determinado assunto, que sente o desafio de desbravar aquele conteúdo, ainda que, num primeiro momento, esse possa se mostrar complicado, difícil ou distante. Em última análise, a dificuldade só tenderá a reforçar a noção de desafio.

A posição do curioso, em tese, se retroalimenta. O conhecimento é amplo (o rol de matérias também) e à medida que você estuda, sua visão sobre o conteúdo se amplia e você se torna capaz de fazer novas conexões, associações e interligações que consolidam o aprendizado, ou seja, as coisas começam a fazer mais sentido e você começa a interagir mais fortemente com a matéria, com o conhecimento.

Aliada à curiosidade é importante desenvolver também o autocontrole e a confiança, elementos-chave para a continuidade do aprendizado.

 Alguma vez você já começou seu projeto de estudos animado e bem disposto, mas com o passar dos dias, foi se perdendo e já não cumpria mais as suas metas?

Muito provavelmente, o seu autocontrole e sua confiança tanto em si mesmo como no processo não estavam completamente estruturados.

O autocontrole está relacionado à capacidade de manter o foco e comportar-se de forma coerente às suas metas e aos seus objetivos de vida.

De outro lado, uma confiança bem trabalhada impede que vejamos os desafios como obstáculos intransponíveis, impede que nos tornemos cegos frente às oportunidades e aos aprendizados da vida. O reforço da confiança (amplamente trabalhado no processo de coaching) deriva do autoconhecimento ou autodescobrimento.

Se os bons resultados são decorrência do esforço consciente e contínuo, por que será que muitas pessoas desistem no meio do caminho? Pressa, impaciência, descomprometimento? Possivelmente, trata-se de desconhecimento de suas próprias metas e objetivos, por isso: trace objetivos claros e precisos.

Quanto mais preciso você for na definição do seu objetivo, sabendo exatamente o que quer para a sua vida e porque o quer, maior será a sua chance de fazer boas escolhas, de perceber as verdadeiras oportunidades na sua vida.

Ao mesmo tempo, quanto mais claras e melhor detalhadas estiverem as suas metas, mais perto você estará do êxito, mais efetiva será a distribuição do seu tempo e o foco da sua atenção, mais “sorte” você terá.

Com objetivos claros e precisos; metas bem definidas e detalhadas; estímulo à curiosidade; estruturação do autocontrole e da confiança você embarcará num forte e consistente aprendizado!

Aprender não significa adquirir mais informação, mas expandir a capacidade de produzir os resultados que verdadeiramente desejamos na vida!

 Bons estudos e uma ótima semana!

VEJA MAIS SOBRE COACHING:

O que você precisa saber antes de fazer  Coaching – Parte 1

Tempo: o seu bem mais precioso

Organizar e Aprender

Ana Carolina

*ANA CAROLINA MENDONÇA é uma eterna aprendiz, entusiasta pela mente e capacidades humanas. Master Coach Integral Sistêmico, certificada pela Florida Christian University. Palestrante. Articulista semanal. Contadora, com experiências na Administração Pública em Planejamento Estratégico, Auditoria, Escritório de Processos e Gerência de Projetos. Atualmente aprofunda seus conhecimentos nas áreas da Psicologia e Neurociência.

Contato: anacarolina@coachee.com.br  |  www.coachee.com.br

Anúncios

Coaching para Concursos

Postado em Atualizado em

Por Ana Carolina Mendonça

coaching1

Você sente dificuldade em se concentrar? Você se considera uma pessoa atenta?

Você consegue diferenciar atenção de concentração?

Se, por um lado, prestar atenção é ser capaz de direcionar seus sentidos e sua percepção; por outro, para se atingir um estado de concentração faz-se necessário ter atenção em apenas uma atividade específica, de forma a, inclusive, abstrair outras coisas e situações ao redor.

É plenamente possível prestar atenção a uma informação sem necessariamente concentrar-se nela a ponto de se desligar de todo o resto, não é mesmo?

Ter concentração é ter foco em alguma situação específica. É ter atenção exclusivamente a uma determinada coisa.

Saber a diferença entre atenção e concentração mas, principalmente, saber usá-las nos momentos adequados é a chave para aumentar a sua produtividade e satisfação com os seus resultados.

Em muitos casos na vida, será importante estar atento a todo o contexto no qual você estiver inserido. Nessas situações, você poderá, por exemplo, escutar atentamente uma conversa e, ainda assim, estar ciente ao que está se passando à sua volta. Isso é ter atenção aguçada.

Em outras circunstâncias, de trabalho e estudo, por exemplo, estar concentrado apenas em um atividade permitirá a você obter melhores resultados em termos de tempo e de qualidade.

Entretanto, justamente, na tentativa de melhor aproveitar o tempo, muitas pessoas acabam optando por realizar várias coisas em paralelo ou, simplesmente, não se empenham em se concentrar no que estão realizando e terminam, com isso, realizando um trabalho sem qualidade e/ou perdendo tempo com distrações e retrabalho.

A falta de atenção e de concentração atinge diretamente a qualidade da memorização.

Por meio do autoconhecimento e de técnicas de Coaching e de Programação Neurolinguística (PNL) é possível desbloquear a aprendizagem, aumentar a performance no trabalho e a disciplina nos estudos, bem como aprimorar a qualidade da memorização de novas informações.

A seguir são oferecidas algumas dicas simples para você aumentar o seu nível de  concentração.

  • Priorize

Faça uma lista das atividades que precisa realizar, coloque tudo por escrito e, logo a seguir, ordene por prioridade.

  • Uma tarefa de cada vez

Definida a prioridade, realize cada atividade de uma vez. Esforce-se para não interromper o que estiver fazendo,  até que  esteja concluído. Esse exercício ajudará você a desenvolver exclusividade.

  • Saiba lidar com os seus pensamentos

Os maiores vilões da concentração são nossos próprios pensamentos. Aprenda a lidar com eles. Você não precisa dar atenção a todo o pensamento que lhe ocorra.

  • Observe-se

Conhece-te a ti mesmo. Adote uma postura de fiscal com você mesmo e observe o que tem lhe tirado a concentração. Redes sociais, telefone, televisão, preocupações, ansiedade, colegas de trabalho? Ser sincero com você mesmo lhe ajudará a encontrar meios de superar as distrações.

  • Alterne atividades

Mudar de tarefa permite um descanso para o cérebro, potencializaa atenção,a percepção e a capacidade de memorização. Assim, ao organizar as tarefas para o seu dia, considere a  alternância de atividades como uma estratégia para obter melhores  resultados.

  • Medite

A pratica de atividades de relaxamento e meditação oferecem ganhos significativos na redução da ansiedade e na capacidade de concentração.

  • Pratique

Assim como os músculos do seu corpo, para desenvolver sua concentração, você precisará se exercitar continuamente. Assim, seja paciente consigo mesmo e controle sua pressa e ansiedade, pratique atividades que melhoram a concentração e dedique-se a você mesmo. O seu comprometimento fará toda a diferença!

Tenha uma ótima semana!

Todos os dias é dia de aprender algo! Aproveite!

VEJA MAIS SOBRE COACHING:

O que você precisa saber antes de fazer  Coaching – Parte 1

Tempo: o seu bem mais precioso

Organizar e Aprender

Ana Carolina

*ANA CAROLINA MENDONÇA é uma eterna aprendiz, entusiasta pela mente e capacidades humanas. Master Coach Integral Sistêmico, certificada pela Florida Christian University. Palestrante. Articulista semanal. Contadora, com experiências na Administração Pública em Planejamento Estratégico, Auditoria, Escritório de Processos e Gerência de Projetos. Atualmente aprofunda seus conhecimentos nas áreas da Psicologia e Neurociência.

Contato: anacarolina@coachee.com.br  |  www.coachee.com.br

Coaching para Concursos

Postado em Atualizado em

* por Ana Carolina Mendonça

coaching3

Você se sente desanimado com o seu rendimento nos estudos? Você gostaria de vivenciar um aprendizado mais consistente e poderoso?

Antes de iniciar, reflita sobre a seguinte questão:

 Sinceramente, quão envolvido você está com o seu projeto de estudos?

Note que aqueles acontecimentos da sua vida nos quais você esteve efetivamente envolvido, de corpo e alma, para solucionar algum problema ou situação, muito provavelmente se transformaram em aprendizados de vida e perduram em sua memória.

 Então, por que não replicar essa receita de sucesso com os estudos de hoje? Por que não tornar o seu aprendizado mais consistente e permanente?

Para estar plenamente envolvido em um assunto, em um conhecimento, antes de mais nada, é importante estimular a curiosidade! Colocar-se na posição de alguém que tem por objetivo aprender, que deseja fortemente conhecer e compreender o desenrolar de determinado assunto, que sente o desafio de desbravar aquele conteúdo, ainda que, num primeiro momento, esse possa se mostrar complicado, difícil ou distante. Em última análise, a dificuldade só tenderá a reforçar a noção de desafio.

A posição do curioso, em tese, se retroalimenta. O conhecimento é amplo (o rol de matérias também) e à medida que você estuda, sua visão sobre o conteúdo se amplia e você se torna capaz de fazer novas conexões, associações e interligações que consolidam o aprendizado, ou seja, as coisas começam a fazer mais sentido e você começa a interagir mais fortemente com a matéria, com o conhecimento.

Aliada à curiosidade é importante desenvolver também o autocontrole e a confiança, elementos-chave para a continuidade do aprendizado.

 Alguma vez você já começou seu projeto de estudos animado e bem disposto, mas com o passar dos dias, foi se perdendo e já não cumpria mais as suas metas?

Muito provavelmente, o seu autocontrole e sua confiança tanto em si mesmo como no processo não estavam completamente estruturados.

O autocontrole está relacionado à capacidade de manter o foco e comportar-se de forma coerente às suas metas e aos seus objetivos de vida.

De outro lado, uma confiança bem trabalhada impede que vejamos os desafios como obstáculos intransponíveis, impede que nos tornemos cegos frente às oportunidades e aos aprendizados da vida. O reforço da confiança (amplamente trabalhado no processo de coaching) deriva do autoconhecimento ou autodescobrimento.

Se os bons resultados são decorrência do esforço consciente e contínuo, por que será que muitas pessoas desistem no meio do caminho? Pressa, impaciência, descomprometimento? Possivelmente, trata-se de desconhecimento de suas próprias metas e objetivos, por isso: trace objetivos claros e precisos.

Quanto mais preciso você for na definição do seu objetivo, sabendo exatamente o que quer para a sua vida e porque o quer, maior será a sua chance de fazer boas escolhas, de perceber as verdadeiras oportunidades na sua vida.

Ao mesmo tempo, quanto mais claras e melhor detalhadas estiverem as suas metas, mais perto você estará do êxito, mais efetiva será a distribuição do seu tempo e o foco da sua atenção, mais “sorte” você terá.

Com objetivos claros e precisos; metas bem definidas e detalhadas; estímulo à curiosidade; estruturação do autocontrole e da confiança você embarcará num forte e consistente aprendizado!

Aprender não significa adquirir mais informação, mas expandir a capacidade de produzir os resultados que verdadeiramente desejamos na vida!

 Bons estudos e uma ótima semana!

VEJA MAIS SOBRE COACHING:

O que você precisa saber antes de fazer  Coaching – Parte 1

Tempo: o seu bem mais precioso

Organizar e Aprender

Ana Carolina

*ANA CAROLINA MENDONÇA é uma eterna aprendiz, entusiasta pela mente e capacidades humanas. Master Coach Integral Sistêmico, certificada pela Florida Christian University. Palestrante. Articulista semanal. Contadora, com experiências na Administração Pública em Planejamento Estratégico, Auditoria, Escritório de Processos e Gerência de Projetos. Atualmente aprofunda seus conhecimentos nas áreas da Psicologia e Neurociência.

Contato: anacarolina@coachee.com.br  |  www.coachee.com.br

Coaching para Concursos

Postado em Atualizado em

*por Ana Carolina Mendonça

coaching

Você está no caminho que te levará à realização dos seus sonhos e objetivos?

Na parte 1, falamos que o primeiro estágio para alcançar sucesso nos seus sonhos e objetivos é definir o que é importante para você.

Por incrível que pareça, muita gente dedica toda a sua energia, dia após dia, caminhando em sentindo contrário ao que elas realmente gostariam de construir, simplesmente porque nunca pararam para observar o que é realmente importante para elas.

Semana passada, vimos que para acessar o que você considera verdadeiramente importante, é essencial que utilize mais da sua inteligência emocional, do que da sua inteligência racional. Assim, você conseguirá se conectar de forma mais próxima com o seu interior. (veja mais em O caminho para o sucesso dos seus sonhos  – Parte 1”)

Em continuidade ao assunto, uma vez que você já olhou profundamente para dentro de si e definiu o seu objetivo com detalhes, o próximo estágio será desmembrá-lo em metas facilmente mensuráveis. Cada uma das metas é um passo que você caminhará rumo à conquista do seu objetivo.

Por mais que pareça óbvio, essa é uma etapa constantemente negligenciada pelas pessoas: ou por não a realizarem ou por fazem de forma aleatória. Assim, elas perdem a oportunidade de criar um caminho realmente lógico e sustentável que as levarão consistentemente ao objetivo definido. Ao definir suas metas você se direciona ao seu objetivo.

Aproveitando o assunto, você conhece a história do cavaleiro preso na armadura? É um cavaleiro que percorre a trilha da verdade, passando pelos castelos do silêncio, do conhecimento e da vontade e ousadia. Nesse singelo livro, Robert Fisher ilustra bem o caminho para o sucesso (O cavaleiro preso na armadura_ROBERT FISHER).

De uma forma bastante resumida, pode-se dizer no castelo do silêncio, ele começa a perceber a realidade ao seu redor e, principalmente, ele aprende a ouvir a sua voz interior. Efetivamente, o silêncio é fundamental para você se conectar consigo mesmo e encontrar as direções para a sua vida.

Depois, no castelo do conhecimento, ele aprende valiosas lições para a vida e para a sua caminhada. Sem dúvida, você também poderá interiorizar poderosos ensinamentos, quando consistentemente se dedicar a adquiri-los.

Em seguida, no castelo da vontade e da ousadia, ele percebe que o medo e a dúvida não são reais, são meras ilusões, que vão diminuindo, diminuindo à medida que ele desenvolve seu autoconhecimento. Chega um momento que o medo e a dúvida simplesmente desaparecem.

Por fim, ele descobre o vértice da verdade. É a partir desse ponto que ele tem a oportunidade de embarcar no desconhecido e se sentir conectado ao universo. E por meio dessa experiência, ele adquire uma nova sensação de poder sobre si mesmo. Um profundo sentimento de gratidão o liberta por completo. Ele alcança um novo patamar de autoconfiança.

Você também está convidado a embarcar nesse caminho e descobrir suas potencialidades, conquistar seus sonhos e objetivos e, mais ainda, viver a sua melhor versão, a sua plenitude!

“Embora possua este universo, nada possuo, pois não posso conhecer o desconhecido, se ao conhecido me agarro”.

[trecho do livro O cavaleiro preso na armadura]

O Coaching lhe fornece poderosas ferramentas, além de orientação e inspiração, que lhe auxiliarão a trilhar o caminho para o sucesso dos seus sonhos.

Experimente e se surpreenda com os resultados!

VEJA MAIS SOBRE COACHING:saiba mais

O Caminho para o Sucesso dos seus Sonhos – Parte 1

Ana Carolina

*ANA CAROLINA MENDONÇA é uma eterna aprendiz, entusiasta pela mente e capacidades humanas. Master Coach Integral Sistêmico, certificada pela Florida Christian University. Palestrante. Articulista semanal. Contadora, com experiências na Administração Pública em Planejamento Estratégico, Auditoria, Escritório de Processos e Gerência de Projetos. Atualmente aprofunda seus conhecimentos nas áreas da Psicologia e Neurociência.

Contato: anacarolina@coachee.com.br  |  www.coachee.com.br

ltados

Coaching para Concursos

Postado em Atualizado em

Por Ana Carolina Mendonça

coaching1

Você sente dificuldade em se concentrar? Você se considera uma pessoa atenta?

Você consegue diferenciar atenção de concentração?

Se, por um lado, prestar atenção é ser capaz de direcionar seus sentidos e sua percepção; por outro, para se atingir um estado de concentração faz-se necessário ter atenção em apenas uma atividade específica, de forma a, inclusive, abstrair outras coisas e situações ao redor.

É plenamente possível prestar atenção a uma informação sem necessariamente concentrar-se nela a ponto de se desligar de todo o resto, não é mesmo?

Ter concentração é ter foco em alguma situação específica. É ter atenção exclusivamente a uma determinada coisa.

Saber a diferença entre atenção e concentração mas, principalmente, saber usá-las nos momentos adequados é a chave para aumentar a sua produtividade e satisfação com os seus resultados.

Em muitos casos na vida, será importante estar atento a todo o contexto no qual você estiver inserido. Nessas situações, você poderá, por exemplo, escutar atentamente uma conversa e, ainda assim, estar ciente ao que está se passando à sua volta. Isso é ter atenção aguçada.

Em outras circunstâncias, de trabalho e estudo, por exemplo, estar concentrado apenas em um atividade permitirá a você obter melhores resultados em termos de tempo e de qualidade.

Entretanto, justamente, na tentativa de melhor aproveitar o tempo, muitas pessoas acabam optando por realizar várias coisas em paralelo ou, simplesmente, não se empenham em se concentrar no que estão realizando e terminam, com isso, realizando um trabalho sem qualidade e/ou perdendo tempo com distrações e retrabalho.

A falta de atenção e de concentração atinge diretamente a qualidade da memorização.

Por meio do autoconhecimento e de técnicas de Coaching e de Programação Neurolinguística (PNL) é possível desbloquear a aprendizagem, aumentar a performance no trabalho e a disciplina nos estudos, bem como aprimorar a qualidade da memorização de novas informações.

A seguir são oferecidas algumas dicas simples para você aumentar o seu nível de  concentração.

  • Priorize

Faça uma lista das atividades que precisa realizar, coloque tudo por escrito e, logo a seguir, ordene por prioridade.

  • Uma tarefa de cada vez

Definida a prioridade, realize cada atividade de uma vez. Esforce-se para não interromper o que estiver fazendo,  até que  esteja concluído. Esse exercício ajudará você a desenvolver exclusividade.

  • Saiba lidar com os seus pensamentos

Os maiores vilões da concentração são nossos próprios pensamentos. Aprenda a lidar com eles. Você não precisa dar atenção a todo o pensamento que lhe ocorra.

  • Observe-se

Conhece-te a ti mesmo. Adote uma postura de fiscal com você mesmo e observe o que tem lhe tirado a concentração. Redes sociais, telefone, televisão, preocupações, ansiedade, colegas de trabalho? Ser sincero com você mesmo lhe ajudará a encontrar meios de superar as distrações.

  • Alterne atividades

Mudar de tarefa permite um descanso para o cérebro, potencializaa atenção,a percepção e a capacidade de memorização. Assim, ao organizar as tarefas para o seu dia, considere a  alternância de atividades como uma estratégia para obter melhores  resultados.

  • Medite

A pratica de atividades de relaxamento e meditação oferecem ganhos significativos na redução da ansiedade e na capacidade de concentração.

  • Pratique

Assim como os músculos do seu corpo, para desenvolver sua concentração, você precisará se exercitar continuamente. Assim, seja paciente consigo mesmo e controle sua pressa e ansiedade, pratique atividades que melhoram a concentração e dedique-se a você mesmo. O seu comprometimento fará toda a diferença!

Tenha uma ótima semana!

Todos os dias é dia de aprender algo! Aproveite!

VEJA MAIS SOBRE COACHING:

O que você precisa saber antes de fazer  Coaching – Parte 1

Tempo: o seu bem mais precioso

Organizar e Aprender

Ana Carolina

*ANA CAROLINA MENDONÇA é uma eterna aprendiz, entusiasta pela mente e capacidades humanas. Master Coach Integral Sistêmico, certificada pela Florida Christian University. Palestrante. Articulista semanal. Contadora, com experiências na Administração Pública em Planejamento Estratégico, Auditoria, Escritório de Processos e Gerência de Projetos. Atualmente aprofunda seus conhecimentos nas áreas da Psicologia e Neurociência.

Contato: anacarolina@coachee.com.br  |  www.coachee.com.br

Coaching para Concursos

Postado em Atualizado em

* por Ana Carolina Mendonça

coaching4

Quantas horas por dia ou por semana você pode destinar ao estudo? Quantas horas você efetivamente dedica ao estudo? Quão proveitosas são suas horas de estudo? Quanto você dedica a aprimorar sua aprendizagem?

Se você tomou a decisão de investir nos estudos, seja para fazer um mestrado ou um doutorado, seja para se preparar para uma prova específica ou um concurso público, você certamente precisou fazer algumas adaptações na sua agenda de atividades semanais.

Você já se perguntou quantas horas você deveria estudar por dia ou por semana para efetivamente alcançar seu objetivo?

É possível que, ao refletir sobre esse assunto, você concorde com Frank Zappa, quando disse: “So many books, so little time”, ou seja, tantos livros (tanta matéria) e tão pouco tempo. O que fazer nesse caso?

Ignorar atividades essenciais com o objetivo de apenas estudar não significa exatamente “ganhar tempo”, como pensam alguns. Conforme os ensinamentos do professor William Douglas, o número ideal de horas para se estudar é o maior número que você puder, mantida a qualidade de vida e do estudo.

Assim, se você almeja o sucesso deve se organizar para aproveitar ao máximo o seu tempo, encontrar brechas entre uma atividade e outra, detectar intervalos ociosos do dia para convertê-los em mais horas de estudo. No entanto, para um bom aproveitamento desse tempo é preciso manter o equilíbrio de corpo, mente e espírito, o que, certamente, é peça fundamental para realizar uma boa prova.

Dessa forma, se, em termos de quantidade, há um limite máximo de horas de estudo diário e semanal; em termos de qualidade, há muito o que se possa fazer para intensificar a preparação, propiciar mais efetividade no estudo e resultar em um melhor rendimento.

Assim, a dica de hoje é: encontre o seu número ideal de horas de estudo semanal, aquele que se adapte à sua realidade, às suas atribuições pessoais, aquele que você se compromete verdadeiramente para alcançar o seu objetivo. Não se preocupe se, num primeiro momento, você não conseguiu destinar tantas horas como gostaria, provavelmente, com o tempo, você aumente esse número. A seguir, focalize seus esforços para tornar essas horas o mais produtivas possível!

Não adianta apenas estudar, é crucial saber estudar. Estudar com excelência engloba aproveitar bem o tempo, manter o foco, a concentração, a organização, saber o que se deve estudar, saber priorizar a matéria, realizar monitoramento do aproveitamento dos estudos, ter feedback, desenvolver resiliência, paciência, disciplina, comprometimento e determinação.

Quantas horas você tem destinado ao seu estudo? Você considera muito, pouco ou razoável? E em termos de qualidade, como você avalia?

O que você pode fazer diferente essa semana para aumentar seu rendimento?

Compartilhe comigo suas experiências, dúvidas e sugestões!

Bons Estudos!

Veja mais sobre Coaching:

Tempo: o seu bem mais precioso

Organizar e Aprender

Segredos do Sono Reparador

foto_pose_5

*ANA CAROLINA MENDONÇA é uma eterna aprendiz, entusiasta pela mente e capacidades humanas. Master Coach Integral Sistêmico, certificada pela Florida Christian University. Palestrante. Articulista semanal. Contadora, com experiências na Administração Pública em Planejamento Estratégico, Auditoria, Escritório de Processos e Gerência de Projetos. Atualmente aprofunda seus conhecimentos nas áreas da Psicologia e Neurociência.

Contato: anacarolina@coachee.com.br  |  www.coachee.com.br

**O Coaching é uma metodologia que permite você compreender melhor a sua situação atual, definir exatamente onde você quer chegar e projetar ações efetivas para alcançar os seus objetivos! Conheça mais e se surpreenda com os seus próprios resultados!!

Coaching para Concursos

Postado em Atualizado em

Por Ana Carolina Mendonça

Coaching

Você sente dificuldade em se concentrar? Você se considera uma pessoa atenta?

Você consegue diferenciar atenção de concentração?

Se, por um lado,prestar atenção é ser capaz de direcionar seus sentidos e sua percepção; por outro, para se atingir um estado de concentração faz-se necessário ter atenção em apenas uma atividade específica, de forma a, inclusive, abstrair outras coisas e situações ao redor.

É plenamente possível prestar atenção a uma informação sem necessariamente concentrar-se nela a ponto de se desligar de todo o resto, não é mesmo?

Ter concentração é ter foco em alguma situação específica. É ter atenção exclusivamente a uma determinada coisa.

Saber a diferença entre atenção e concentração mas, principalmente, saber usá-las nos momentos adequados é a chave para aumentar a sua produtividade e satisfação com os seus resultados.

Em muitos casos na vida, será importante estar atento a todo o contexto no qual você estiver inserido. Nessas situações, você poderá, por exemplo, escutar atentamente uma conversa e, ainda assim, estar ciente ao que está se passando à sua volta. Isso é ter atenção aguçada.

Em outras circunstâncias, de trabalho e estudo, por exemplo, estar concentrado apenas em um atividade permitirá a você obter melhores resultados em termos de tempo e de qualidade.

Entretanto, justamente, na tentativa de melhor aproveitar o tempo, muitas pessoas acabam optando por realizar várias coisas em paralelo ou, simplesmente, não se empenham em se concentrar no que estão realizando e terminam, com isso, realizando um trabalho sem qualidade e/ou perdendo tempo com distrações e retrabalho.

A falta de atenção e de concentração atinge diretamente a qualidade da memorização.

Por meio do autoconhecimento e de técnicas de Coaching e de Programação Neurolinguística(PNL) é possível desbloquear a aprendizagem, aumentar aperformance no trabalho e a disciplina nos estudos, bem como aprimorar a qualidade da memorização de novas informações.

A seguir são oferecidas algumas dicas simples para você aumentar o seu nível de  concentração.

  • Priorize

Faça uma lista das atividades que precisa realizar, coloque tudo por escrito e, logo a seguir, ordene por prioridade.

  • Uma tarefa de cada vez

Definida a prioridade, realize cada atividade de uma vez. Esforce-se para não interromper o que estiver fazendo,  até que  esteja concluído. Esse exercício ajudará você a desenvolver exclusividade.

  • Saiba lidar com os seus pensamentos

Os maiores vilões da concentração são nossos próprios pensamentos. Aprenda a lidar com eles. Você não precisa dar atenção a todo o pensamento que lhe ocorra.

  • Observe-se

Conhece-te a ti mesmo. Adote uma postura de fiscal com você mesmo e observe o que tem lhe tirado a concentração. Redes sociais, telefone, televisão, preocupações, ansiedade, colegas de trabalho? Ser sincero com você mesmo lhe ajudará a encontrar meios de superar as distrações.

  • Alterne atividades

Mudar de tarefa permite um descanso para o cérebro, potencializaa atenção,a percepção e a capacidade de memorização. Assim, ao organizar as tarefas para o seu dia, considere a  alternância de atividades como uma estratégia para obter melhores  resultados.

  • Medite

A pratica de atividades de relaxamento e meditação oferecem ganhos significativos na redução da ansiedade e na capacidade de concentração.

  • Pratique

Assim como os músculos do seu corpo, para desenvolver sua concentração, você precisará se exercitar continuamente. Assim, seja paciente consigo mesmo e controle sua pressa e ansiedade, pratique atividades que melhoram a concentração e dedique-se a você mesmo. O seu comprometimento fará toda a diferença!

Tenha uma ótima semana!

Todos os dias é dia de aprender algo! Aproveite!

VEJA MAIS SOBRE COACHING:

O que você precisa saber antes de fazer  Coaching – Parte 1

Tempo: o seu bem mais precioso

Organizar e Aprender

Ana Carolina

*ANA CAROLINA MENDONÇA é uma eterna aprendiz, entusiasta pela mente e capacidades humanas. Master Coach Integral Sistêmico, certificada pela Florida Christian University. Palestrante. Articulista semanal. Contadora, com experiências na Administração Pública em Planejamento Estratégico, Auditoria, Escritório de Processos e Gerência de Projetos. Atualmente aprofunda seus conhecimentos nas áreas da Psicologia e Neurociência.

Contato: anacarolina@coachee.com.br  |  www.coachee.com.br