master

Coching para Concursos

Postado em Atualizado em

ENSINE SEU CÉREBRO

A PRODUZIR

ENERGIA E A NÃO

DESPERDIÇÁ-LA

* por Ana Carolina Mendonça

 shutterstock_49065151

Você já notou uma pessoa radiante? Você já se sentiu energizado depois de falar com alguém radiante? O que essa pessoa tem de diferente?

 

Numa pessoa radiante muitas vezes há uma alegria e uma felicidade contagiantes, mas, o que a torna realmente radiante é sua ENERGIA VITAL. Isso mesmo, a energia que nos mantém vivos. A energia vital chega a ser tanta em algumas pessoas que se irradia e contagia a quem esteja em sua volta.

A energia vital é fundamental na conquista dos nossos objetivos, ela é produzida internamente pelo organismo vivo, é um processo natural, no entanto, muitas pessoas em algum momento de suas vidas encontram-se carentes de energia vital, impactando diretamente nos resultados obtidos.

É possível ensinar nosso cérebro a produzir energia e, mais ainda, ensiná-lo a como não desperdiçá-la. Em verdade, estaremos ensinando-o a intensificar um conhecimento que ele já possui, mas que, por algum motivo, não está realizando adequadamente, veremos porquê.

Passo 1 –  Criar objetivos

Entendendo que somos organismos desenhados para atingir objetivos, precisamos exercer esta função a cada momento. Assim, inicialmente, é necessário saber os resultados que queremos obter e, para isso, é importante desenvolver nossa capacidade de CRIAR OBJETIVOS e de nos DIRECIONARMOS a eles, ajustando o FOCO de nossas atenções.

Todas as vezes que estabelecemos um objetivo corretamente, todo o nosso organismo se prepara para atingi-lo. Nós fomos criados para isso. Precisamos estar em boas condições, com nossas funções cognitivas em alerta e, claro, supridos das energias necessárias. É assim que o fato de ter algo a realizar produz energia vital.

Passo 2 – Objetivo positivo

Não basta ter um objetivo, ele deve ser positivo e motivado por RAZÕES POSITIVAS.Tomando o exemplo dos estudantes, sejam eles universitários ou candidatos a provas ou concursos públicos, tão importante quanto traçar um objetivo é ter em mente uma razão positiva para o seu objetivo.

Quando o estudo para um concurso é motivado pelo medo do desemprego ou do fracasso ou para superar algum complexo de inferioridade, em pouco tempo surgirá uma enorme pressão interna por resultados, que prejudica o rendimento cerebral e emotivo, e compromete imensamente a aprendizagem.

Por outro lado, estudar por motivos positivos, como realizar-se profissionalmente, alcançar um sonho, ser útil à sua família ou ao seu país, retribuir o bem recebido, haverá uma forte tendência a multiplicação do rendimento dos estudos e na aprendizagem. A tensão e o estresse terão muito menor guarida. A mente estará motivada por pensamentos positivos, o que auxiliará no próximo passo.

Passo 3 – Vigiar os pensamentos

Tão relevante como produzir energia vital é evitar seu desperdício. Nós desperdiçamos energia vital se ocuparmos nosso pensamento e imaginação com imprecações, maledicências, “fofocas”, reclamações da vida, expressões de desânimo. Bem como se usarmos palavras e expressões tóxicas, ou seja, aquelas que expressam raiva, ódio, dúvida, desânimo, dúvida, incerteza, autopiedade e por aí afora. Não conseguimos impedir que um pensamento negativo surja em nossa cabeça, como não podemos impedir que um passarinho voe sobre ela, mas podemos impedir que ali faça ninho.

Lembre-se que o cérebro está pronto a aprender negatividade ou positividade: a escolha é nossa! Em vez de reclamar, contribua para consertar!!

 Passo 4 – Visualizar

A visualização dos objetivos alcançados, da meta concretizada te aproximam da realização. Visualizar-se intensamente no momento da concretização ou em um momento posterior, se permitindo ouvir, ver e sentir com todos os detalhes gera energia vital. O cérebro não faz diferença entre o que é vividamente imaginado e o que acontece realmente.

Experimente treinar sua imaginação com coisas simples do seu dia a dia para criar energia vital. Por exemplo, você pode estar sentado lendo este artigo e pensar em beber um copo d’água.

Crie a imagem da satisfação de beber um copo d’água, imagine a delícia que é beber água quando você está com sede. Neste rápido processo, quanto mais você criar o quadro mental de estar bebendo a água com satisfação, mais você está ensinando o cérebro a produzir energia vital, pois ela é necessária para você se levantar, caminhar até a geladeira ou mesmo interromper a rotina do que está fazendo para beber a água.

Além de importante para o alcance dos nossos objetivos, a energia vital é fundamental para a preservação da saúde e no alcance de longevidade!

O que você fará diferente essa semana para aumentar o seu nível de energia? Quão mais próximo dos seus objetivos você estará?

Veja mais sobre Coaching:saiba mais

Excelência: Estado de Fluxo

Qual o seu Estilo de Aprendizagem

Relaxamento Instantâneo

Seu Plano de Estudo

Impulsionando a sua Memória

Regulou o seu Foco?

Técnicas de Memorização

Conhece o Princípio 10/90?

Confiança e Ansiedade na Aprendizagem

Inteligência se Aprende

6 Dicas para Você Concretizar suas Decisões

imageANA CAROLINA MENDONÇA é Master Coach com certificação Internacional em Coaching Integral Sistêmico, nas especialidades Life e Executive Coaching. Formada em Ciências Contábeis – Universidade de Brasília, com pós-graduação em Controle e Auditoria Públicos. Atuou no Banco Central do Brasil e no Tribunal Superior do Trabalho e desempenha função no Conselho Superior da Justiça do Trabalho.

Anúncios

Coaching para Concursos

Postado em Atualizado em

EXCELÊNCIA:

ESTADO DE FLUXO

* por Ana Carolina Mendonça

 shutterstock_85474711

Fluxo é o estado de total absorção numa determinada atividade que, embora possa ser exigente ou até mesmo estressante enquanto você a está realizando, oferece posteriormente um profundo senso de satisfação.

 O termo flow (fluxo) foi utilizado pelo psicólogo húngaro Mihaly Csikszentmihalyi para descrever o modo como as pessoas experimentam a vida quando estão funcionando com sua melhor capacidade mental.

 O objetivo de seu trabalho era descobrir os elementos-chave das atividades que levam o ser humano a encontrar a excelência em sua vida cotidiana.

 Ficou visível que as pessoas ficam mais felizes quando comprometidas em uma tarefa que as absorve (seja trabalho ou hobby), do que relaxando passivamente (em frente à televisão ou vendo um filme).

 No estado de fluxo, a pessoa está extremamente concentrada, pronta para levar adiante o trabalho a que está se dedicando porque está se divertindo muito. A pessoa está alerta, satisfeita e se mostra espontânea.

 Alguns elementos indicam o que é o estado de fluxo:

 1)     Estar completamente envolvido no que se está fazendo, com foco e concentração;

2)     Ter um sentimento de êxtase, de estar fora da realidade do dia a dia;

3)     Maior claridade interna, sabendo o que deve ser feito e quão bem estamos fazendo o que deve ser feito. Temos feedback imediato;

4)     Saber que a atividade é possível, que nossas habilidades são adequadas para a tarefa;

5)     Ter um sentimento de serenidade, sem preocupações e um sentimento de estar crescendo além dos limites do ego;

6)     Ideia de estar além da dimensão temporal, totalmente focado no momento presente. As horas parecem passar como se fossem minutos;

7)     Ter motivação intrínseca, o estado de fluxo é a nossa própria recompensa.

 E se você estudasse em estado de fluxo? Como seria o seu aprendizado e seu rendimento em provas e concursos?

 Se você se interessou, provavelmente está se perguntando, mas

como entrar em estado de fluxo?

 Antes de mais nada, precisamos ter em mente que as pessoas se conectam com o que elas realmente se importam – suas paixões e seus propósitos. No estado de fluxo, a atividade desempenhada faz parte de um propósito maior e quem a realiza possui plena consciência disso.

 Qual é o seu propósito?

 É ser um grande profissional? É exercer o seu melhor na carreira pública seja no Executivo, no Legislativo ou no Judiciário? É ser um renomado advogado? É ser reconhecido pela excelência de seus julgados na Magistratura?

 A partir do propósito, é possível desenvolver um Planejamento com estratégias, metas, objetivos claros e específicos, bem como detalhar um Plano de Ação.

 Um planejamento e um plano de ação bem feitos e orientados ao atingimento de um propósito, assim como uma postura ativa e positiva perante o seu objetivo o levarão ao engajamento necessário para vivenciar o estado de fluxo.

 A satisfação humana está no processo de trazer ordem e controle para nossas vidas.

 Quão organizado está seu estudo hoje?

Quão realizador e extraordinário será atingir seu propósito?

O que você pode fazer diferente essa semana para aprimorar sua qualidade e eficiência?

Veja mais sobre Coaching:

Qual o seu Estilo de Aprendizagem

Relaxamento Instantâneo

Seu Plano de Estudosaiba mais

Impulsionando a sua Memória

Regulou o seu Foco?

Técnicas de Memorização

Conhece o Princípio 10/90?

Confiança e Ansiedade na Aprendizagem

Inteligência se Aprende

6 Dicas para Você Concretizar suas Decisões

image

ANA CAROLINA MENDONÇA é Master Coach com certificação Internacional em Coaching Integral Sistêmico, nas especialidades Life e Executive Coaching. Formada em Ciências Contábeis – Universidade de Brasília, com pós-graduação em Controle e Auditoria Públicos. Atuou no Banco Central do Brasil e no Tribunal Superior do Trabalho e desempenha função no Conselho Superior da Justiça do Trabalho.