inteligência

Coaching para Concursos

Postado em Atualizado em

*por Ana Carolina Mendonça

coaching11

Você conhece os benefícios dos exercícios físicos para a sua inteligência e memória?

 É bem sabido que a prática moderada e regular de exercícios físicos eleva o bem-estar e fortalece o coração e os músculos, mas vale acrescentar que ela também desenvolve a capacidade mental, combate a depressão e desacelera o declínio intelectual atrelado à idade.

 Corpo e Mente estão mais interligados do que se possa imaginar!

Cada vez mais a ciência tem comprovado essa estreita ligação entre mente e corpo e derrubado um antigo mito de que esses representariam uma dualidade em concorrência entre si.

 O fato é que a prática do exercício físico permite uma melhor irrigação sanguínea não apenas nos músculos, mas também no córtex cerebral, principalmente no hipocampo, região responsável pela aprendizagem e a memória.

Estudos mostram que a atividade física estimula o crescimento vascular e neuronal, ou seja, gera um ambiente mais favorável para prover os adequados nutrientes aos neurônios.

Em outras palavras, o exercício físico está estreitamente relacionado ao desenvolvimento da inteligência e da memória! Por isso, uma pessoa que incorpora a prática de atividades físicas moderadas ao seu dia a dia potencializa suas habilidades mentais e intelectuais.

E mais ainda, a mente também se beneficia da prática física no que se refere ao equilíbrio das emoções, uma vez que o treinamento regular reduz a liberação de cortisol (hormônio do estresse) e permite a liberação da serotonina (relacionada ao humor e ao bem-estar).

Por todos os benefícios decorrentes da prática do exercício físico, nota-se que tão ou mais importante que realizar atividades mentais que estimulem a cognição, é importante praticar exercícios físicos de forma moderada e regular a fim de aprimorar as habilidades mentais, como também ajudar a manter a mente ativa e mais eficiente por mais tempo!

Você deseja desenvolver a sua mente? Pratique exercícios físicos!

O Coaching é uma metodologia que permite a você compreender melhor a sua situação atual, definir exatamente onde você quer chegar e projetar ações efetivas para alcançar os seus objetivos! Conheça mais e se surpreenda com os seus próprios resultados!!

VEJA MAIS SOBRE COACHING:

Tempo: o seu bem mais precioso

Organizar e Aprender

Ana Carolina

*ANA CAROLINA MENDONÇA é uma eterna aprendiz, entusiasta pela mente e capacidades humanas. Master Coach Integral Sistêmico, certificada pela Florida Christian University. Palestrante. Articulista semanal. Contadora, com experiências na Administração Pública em Planejamento Estratégico, Auditoria, Escritório de Processos e Gerência de Projetos. Atualmente aprofunda seus conhecimentos nas áreas da Psicologia e Neurociência.

Contato: anacarolina@coachee.com.br  |  www.coachee.com.br

Anúncios

Coaching para Concursos

Postado em Atualizado em

*por Ana Carolina Mendonça

Coaching

Furor emocional nos faz superar limites, ir mais além, esquecer a dor, o medo, a fome, o frio e empreender-se deliberadamente na meta a ser atingida.

Evolução do cérebro: tronco cerebral -> centros emocionais (estruturas límbicas) -> Rinencéfalo -> Neocórtex

“O fato de que o cérebro pensante se desenvolveu a partir das emoções muito revela sobre a relação entre pensamento e sentimento.”

Havia um cérebro emocional muito antes de desenvolvermos como Homo sapiens: o rinencéfalo, literalmente o “cérebro do nariz”, visto que suas decisões baseavam-se primordialmente pelas percepções olfativas.

O desenvolvimento do Neocortex vem acompanhado dos triunfos da arte, da civilização e da cultura, com ele, passamos a criar estratégias, pensar a longo prazo. Ele possibilita, inclusive, a sutileza e a complexidade da vida emocional, como a capacidade de ter sentimentos sobre nossos sentimentos.

O que pensar quando pessoa de alto QI malogram ou pessoas de QI modesto se saem surpreendentemente bem?

Existe outra variável nessa equação: A inteligência Emocional

A qual está ligada ao autocontrole, zelo, persistência e automotivação.

Desenvolvimento moral envolve adquirir capacidade de controlar os impulsos, pois ela é a base da força de vontade e do caráter, bem como desenvolver empatia, que se reflete na capacidade de ler emoções nos outros.

Enfatizamos o valor e a importância do puramente racional na vida humana, inclusive criamos mecanismo para medir o QI. No entanto, para nosso bem ou não, a inteligência fica inerte quando as emoções dominam.

Há uma relação muito próxima entre sentimentos e pensamentos. Faz pensar que temos duas mentes: a racional e a emocional.

Ex: término do relacionamento.

O propósito da Inteligência Emocional é levar inteligência à emoção, levar cognição ao campo do sentimento.

Para Daniel Goleman, a Inteligência Emocional é a ação conjunta das inteligências interpessoal, é a capacidade para lidar com os conflitos cotidianos, para manejar suas angústias e suas ansiedades, para se compreender melhor através da observação de seus próprios sentimentos. É a capacidade de se descobrir através dos outros com o quais deseja uma convivência efetiva e a capacidade de agir com serenidade em momentos de pressão.

VEJA MAIS SOBRE COACHING:

O que você precisa saber antes de fazer  Coaching – Parte 1

Tempo: o seu bem mais precioso

Organizar e Aprender

Ana Carolina

*ANA CAROLINA MENDONÇA é uma eterna aprendiz, entusiasta pela mente e capacidades humanas. Master Coach Integral Sistêmico, certificada pela Florida Christian University. Palestrante. Articulista semanal. Contadora, com experiências na Administração Pública em Planejamento Estratégico, Auditoria, Escritório de Processos e Gerência de Projetos. Atualmente aprofunda seus conhecimentos nas áreas da Psicologia e Neurociência.

Contato: anacarolina@coachee.com.br  |  www.coachee.com.br

Coaching para Concursos

Postado em Atualizado em

*por Ana Carolina Mendonça

coaching1

Você conhece os benefícios dos exercícios físicos para a sua inteligência e memória?

 É bem sabido que a prática moderada e regular de exercícios físicos eleva o bem-estar e fortalece o coração e os músculos, mas vale acrescentar que ela também desenvolve a capacidade mental, combate a depressão e desacelera o declínio intelectual atrelado à idade.

 Corpo e Mente estão mais interligados do que se possa imaginar!

Cada vez mais a ciência tem comprovado essa estreita ligação entre mente e corpo e derrubado um antigo mito de que esses representariam uma dualidade em concorrência entre si.

 O fato é que a prática do exercício físico permite uma melhor irrigação sanguínea não apenas nos músculos, mas também no córtex cerebral, principalmente no hipocampo, região responsável pela aprendizagem e a memória.

Estudos mostram que a atividade física estimula o crescimento vascular e neuronal, ou seja, gera um ambiente mais favorável para prover os adequados nutrientes aos neurônios.

Em outras palavras, o exercício físico está estreitamente relacionado ao desenvolvimento da inteligência e da memória! Por isso, uma pessoa que incorpora a prática de atividades físicas moderadas ao seu dia a dia potencializa suas habilidades mentais e intelectuais.

E mais ainda, a mente também se beneficia da prática física no que se refere ao equilíbrio das emoções, uma vez que o treinamento regular reduz a liberação de cortisol (hormônio do estresse) e permite a liberação da serotonina (relacionada ao humor e ao bem-estar).

Por todos os benefícios decorrentes da prática do exercício físico, nota-se que tão ou mais importante que realizar atividades mentais que estimulem a cognição, é importante praticar exercícios físicos de forma moderada e regular a fim de aprimorar as habilidades mentais, como também ajudar a manter a mente ativa e mais eficiente por mais tempo!

Você deseja desenvolver a sua mente? Pratique exercícios físicos!

O Coaching é uma metodologia que permite a você compreender melhor a sua situação atual, definir exatamente onde você quer chegar e projetar ações efetivas para alcançar os seus objetivos! Conheça mais e se surpreenda com os seus próprios resultados!!

VEJA MAIS SOBRE COACHING:

Tempo: o seu bem mais precioso

Organizar e Aprender

Ana Carolina

*ANA CAROLINA MENDONÇA é uma eterna aprendiz, entusiasta pela mente e capacidades humanas. Master Coach Integral Sistêmico, certificada pela Florida Christian University. Palestrante. Articulista semanal. Contadora, com experiências na Administração Pública em Planejamento Estratégico, Auditoria, Escritório de Processos e Gerência de Projetos. Atualmente aprofunda seus conhecimentos nas áreas da Psicologia e Neurociência.

Contato: anacarolina@coachee.com.br  |  www.coachee.com.br

Coaching para Concursos

Postado em Atualizado em

*por Ana Carolina Mendonça

Coaching

Você conhece os benefícios dos exercícios físicos para a sua inteligência e memória?

 É bem sabido que a prática moderada e regular de exercícios físicos eleva o bem-estar e fortalece o coração e os músculos, mas vale acrescentar que ela também desenvolve a capacidade mental, combate a depressão e desacelera o declínio intelectual atrelado à idade.

 Corpo e Mente estão mais interligados do que se possa imaginar!

Cada vez mais a ciência tem comprovado essa estreita ligação entre mente e corpo e derrubado um antigo mito de que esses representariam uma dualidade em concorrência entre si.

 O fato é que a prática do exercício físico permite uma melhor irrigação sanguínea não apenas nos músculos, mas também no córtex cerebral, principalmente no hipocampo, região responsável pela aprendizagem e a memória.

Estudos mostram que a atividade física estimula o crescimento vascular e neuronal, ou seja, gera um ambiente mais favorável para prover os adequados nutrientes aos neurônios.

Em outras palavras, o exercício físico está estreitamente relacionado ao desenvolvimento da inteligência e da memória! Por isso, uma pessoa que incorpora a prática de atividades físicas moderadas ao seu dia a dia potencializa suas habilidades mentais e intelectuais.

E mais ainda, a mente também se beneficia da prática física no que se refere ao equilíbrio das emoções, uma vez que o treinamento regular reduz a liberação de cortisol (hormônio do estresse) e permite a liberação da serotonina (relacionada ao humor e ao bem-estar).

Por todos os benefícios decorrentes da prática do exercício físico, nota-se que tão ou mais importante que realizar atividades mentais que estimulem a cognição, é importante praticar exercícios físicos de forma moderada e regular a fim de aprimorar as habilidades mentais, como também ajudar a manter a mente ativa e mais eficiente por mais tempo!

Você deseja desenvolver a sua mente? Pratique exercícios físicos!

O Coaching é uma metodologia que permite a você compreender melhor a sua situação atual, definir exatamente onde você quer chegar e projetar ações efetivas para alcançar os seus objetivos! Conheça mais e se surpreenda com os seus próprios resultados!!

VEJA MAIS SOBRE COACHING:

Tempo: o seu bem mais precioso

Organizar e Aprender

Ana Carolina

*ANA CAROLINA MENDONÇA é uma eterna aprendiz, entusiasta pela mente e capacidades humanas. Master Coach Integral Sistêmico, certificada pela Florida Christian University. Palestrante. Articulista semanal. Contadora, com experiências na Administração Pública em Planejamento Estratégico, Auditoria, Escritório de Processos e Gerência de Projetos. Atualmente aprofunda seus conhecimentos nas áreas da Psicologia e Neurociência.

Contato: anacarolina@coachee.com.br  |  www.coachee.com.br

Coaching para Concursos

Postado em Atualizado em

*Por Ana Carolina Mendonça

coachin

Você conhece os benefícios dos exercícios físicos para a sua inteligência e memória?

É bem sabido que a prática moderada e regular de exercícios físicos eleva o bem-estar e fortalece o coração e os músculos, mas vale acrescentar que ela também desenvolve a capacidade mental, combate a depressão e desacelera o declínio intelectual atrelado à idade.

Corpo e Mente estão mais interligados do que se possa imaginar!

Cada vez mais a ciência tem comprovado essa estreita ligação entre mente e corpo e derrubado um antigo mito de que esses representariam uma dualidade em concorrência entre si.

O fato é que a prática do exercício físico permite uma melhor irrigação sanguínea não apenas nos músculos, mas também no córtex cerebral, principalmente no hipocampo, região responsável pela aprendizagem e a memória.

Estudos mostram que a atividade física estimula o crescimento vascular e neuronal, ou seja, gera um ambiente mais favorável para prover os adequados nutrientes aos neurônios.

Em outras palavras, o exercício físico está estreitamente relacionado ao desenvolvimento da inteligência e da memória! Por isso, uma pessoa que incorpora a prática de atividades físicas moderadas ao seu dia a dia potencializa suas habilidades mentais e intelectuais.

E mais ainda, a mente também se beneficia da prática física no que se refere ao equilíbrio das emoções, uma vez que o treinamento regular reduz a liberação de cortisol (hormônio do estresse) e permite a liberação da serotonina (relacionada ao humor e ao bem-estar).

Por todos os benefícios decorrentes da prática do exercício físico, nota-se que tão ou mais importante que realizar atividades mentais que estimulem a cognição, é importante praticar exercícios físicos de forma moderada e regular a fim de aprimorar as habilidades mentais, como também ajudar a manter a mente ativa e mais eficiente por mais tempo!

Você deseja desenvolver a sua mente? Pratique exercícios físicos!

O Coaching é uma metodologia que permite a você compreender melhor a sua situação atual, definir exatamente onde você quer chegar e projetar ações efetivas para alcançar os seus objetivos! Conheça mais e se surpreenda com os seus próprios resultados!!

 

Ótima semana!

 

foto_pose_5ANA CAROLINA MENDONÇA é Master Coach com certificação nas especialidades Life e Executive Coaching, pela Federação Brasileira de Coaching Integral Sistêmico, em parceria com a Florida Christian University. Palestrante e Articulista Semanal em Coaching. Servidora pública com atuações no Banco Central do Brasil, no Tribunal Superior do Trabalho e no Conselho Superior da Justiça do Trabalho e com experiências em Planejamento Estratégico, Escritório de Processos e Gerência de Projetos.

Contato: (61) 8413-8543 – anacarolina@coachee.com.br  //  www.coachee.com.br

Veja mais sobre Coaching:

Dicas para evitar o Estresse

Seu Projeto Possui Certificado de Qualidade?

Juntos na Caminhada

Deixar o emprego para estudar é uma boa ideia?

Siga em frente!

A Copa das Copas

Faça da Música sua Aliada

Sempre Avante

Tempo: o seu bem mais preciososaiba mais

Organizar e Aprender

Segredos do Sono Reparador

Quantas Horas Estudar?

O Domínio da Matéria

Interesse pela Leitura

Você: Aliado ou Inimigo

Construir a Aprovação

Acompanhe, curta e compartilhe

Washington Luís Batista Barbosa

http://www.washingtonbarbosa.com

http://www.facebook.com/washingtonbarbosa.professor

Coaching para Concursos

Postado em Atualizado em

Coaching

Por muito tempo se acreditou que inteligência era algo inato, alguns nasciam inteligentes enquanto outros deveriam se contentar com a “ dura realidade” de serem desprovidos dessa virtude. Entretanto, os avanços científicos têm derrubado esse mito e demonstrado que inteligência se aprende e se aperfeiçoa.

 É verdade que, ao nascermos, nosso cérebro não é uma folha de papel em branco, somos dotados de algumas habilidades e conhecimentos mínimos instintivos (como respirar, sugar, chorar) que nos permitem a sobrevivência nos primeiros momentos de vida. No entanto, a inteligência, propriamente dita, apresenta-se como um imenso potencial a ser exercitado e desenvolvido com o tempo, ela não existe pronta, o cérebro é que aprende a ser inteligente.

 Do ponto de vista da biologia, a importância da inteligência reside na necessidade evolutiva de aperfeiçoamento das capacidades de sobrevivência, a fim de tornar o ser mais adaptável, criativo e capaz de superar as situações adversas.

 A palavra inteligência, segundo o dicionário Larousse, além de indicar o “conjunto das funções mentais que têm por objeto o conhecimento conceitual e racional”, significa também “aptidão, capacidade de escolher entre várias alternativas, de se adaptar a diferentes situações, de julgar”. Assim, a inteligência é o entendimento, mas também odiscernimento das situações. Ela pode ser medida pela capacidade de se processar dados e informações, gerando decisões e reações.

 A cada necessidade ou dificuldade com que nos deparamos, o cérebro tem a oportunidade de se exercitar, de buscar a solução e desenvolver novas sinapses neurais. E, por isso, há de ser motivo de agradecimento passar pelas dificuldades e problemas que a vida oferece, pois são excelentes oportunidades de crescimento e nos tornam mais fortes e mais inteligentes. E, afinal, o que é um problema? Segundo o dicionário Larousse, significa uma “questão proposta para discussão e resolução”.

 Para a saúde e aprimoramento do cérebro, ele precisa funcionar. É nesse sentido que a rotina se torna uma inimiga, ela não lhe concede a chance de cumprir sua missão. Na rotina, o cérebro não precisa criar, pensar, inovar. E para quebrar a rotina, não é necessário ir muito longe, pode até ser apenas mentalmente. Um bom exercício é imaginar certa situação e projetar como a solucionaria, como reagiria. O cérebro não distingue o real do imaginado, ele buscará a solução da mesma forma.

 O cérebro precisa entender a finalidade do que está realizando, é importante que você diga a ele por que e para que você deseja realizar algo, isso o tornará mais eficaz. Em tudo aquilo que “fazemos só por fazer” perdemos tempo e energia e não alcançamos a excelência. Não tenha receio de “gastar o cérebro”! Ele não se gasta, só se fortalece sempre que o utilizamos!

 No processo de aprendizagem, o cérebro constrói sinapses neurais que serão acionadas “automaticamente” em situações similares, tornando mais ágeis o reflexo e o raciocínio.

 Mas lembre-se que tão importante como buscar meios de aperfeiçoar a capacidade cognitiva e de percepção é aprender a confiar no seu cérebro. Sem ansiedade ele estará livre para encontrar as soluções!

 Esse é um espaço em que compartilho com os leitores temas sobre inteligência, aprendizagem e coaching!

Se você tem interesse ou curiosidade sobre algum assunto específico, deixe seu comentário!

Ótima semana!

 

foto_pose_5ANA CAROLINA MENDONÇA é Master Coach com certificação nas especialidades Life e Executive Coaching, pela Federação Brasileira de Coaching Integral Sistêmico, em parceria com a Florida Christian University. Palestrante e Articulista Semanal em Coaching. Servidora pública com atuações no Banco Central do Brasil, no Tribunal Superior do Trabalho e no Conselho Superior da Justiça do Trabalho e com experiências em Planejamento Estratégico, Escritório de Processos e Gerência de Projetos.

Contato: (61) 8413-8543 – anacarolina@coachee.com.br  //  www.coachee.com.br

Veja mais sobre Coaching:

Dicas para evitar o Estresse

Seu Projeto Possui Certificado de Qualidade?

Juntos na Caminhada

Deixar o emprego para estudar é uma boa ideia?

Siga em frente!

A Copa das Copas

Faça da Música sua Aliada

Sempre Avante

Tempo: o seu bem mais precioso

Organizar e Aprender

Segredos do Sono Reparador

Quantas Horas Estudar?

O Domínio da Matériasaiba mais

Interesse pela Leitura

Você: Aliado ou Inimigo

Construir a Aprovação

Ensine seu cérebro a produzir energia e não a disperdiçá-la

Excelência: Estado de Fluxo

Qual o seu Estilo de Aprendizagem

Relaxamento Instantâneo

Seu Plano de Estudo

Impulsionando a sua Memória

Regulou o seu Foco?

Técnicas de Memorização

Conhece o Princípio 10/90?

Confiança e Ansiedade na Aprendizagem

Acompanhe, curta e compartilhe

Washington Luís Batista Barbosa

http://www.washingtonbarbosa.com

http://www.facebook.com/washingtonbarbosa.professor

Coaching para Concursos

Postado em

ORGANIZAR E APRENDER!

* por Ana Carolina Mendonça

Study 

Cara Leitora e Caro Leitor,

Excepcionalmente, esta semana, a nosso coluna Coaching para Concursos foi publicada fora do seu dia de costume, todas as terças-feiras. Próxima semana voltaremos ao dia tradicional.

Aproveite mais um artigo, leia, apreenda e aplique as técnicas sugeridas.

Washington Barbosa

http://www.washingtonbarbosa.com

http://www.facebook.com/professorwashingtonbarbosa

Você se sente motivado a estudar? Você possui um ambiente de estudos organizado? Você produz os seus próprios esquemas e mapas mentais? Você se sente bem estudando? Você consegue se desligar do mundo e se manter concentrado nos seus estudos?

 Quando você estuda, você está absorvendo e inter-relacionando informações dentro do seu cérebro. Significa dizer que você está estruturando esse conhecimento de forma a ser possível resgatar essa mesma informação quando necessário.

 Qual é a sua capacidade de armazenar informações? Por quanto tempo você consegue reter esses mesmos conhecimentos?

 Ao contrário do que muitos pensam, o sabernão ocupa espaço. O conhecimento é dinâmico e serve como instrumento para aperfeiçoar o indivíduo em algum aspecto da sua vida.Quanto mais se aprende, torna-se mais fácil aprender.

 Quem afirma não gostar de estudar, provavelmente está com uma visão estática do conhecimento, reduzindo o estudo a um mero processo de decorar informações estanques e desnecessárias ao contextoem que está inserida e, mais ainda, possivelmente está encontrando dificuldadesem manter organizado o raciocínio, as ideias e o pensamento.

 Frequentemente, o indivíduo se depara com uma quantidade enorme de matérias e de conhecimentos a serem aprendidos e alega falta de tempo e de memória para aprender tudo. Muitos afirmam que enquanto estão estudando uma matéria, costumam esquecer o que estudaram anteriormente.

 Isso se deve, muitas vezes, à desorganização. Para que a sua aprendizagem seja duradoura e a memorização mais eficiente, você deverá estar atento a atitudes essenciais:

 1)     Manter organizado o ambiente de estudo;

2)     Manter organizado os materiais de estudo;

3)     Manter-se alinhado ao seu planejamento de estudo específico e individualizado, monitorando o seu progresso;

4)     Manter a ordem nos demais ambientes (espaços físicos, como a casa eo trabalho; o espaço digital, que inclui toda informação armazenada em computadores, pendrives, HDs e nuvens).

 Observe o ambiente a sua volta. Sinceramente, numa escalade zero a dez, em que zero significa “totalmente desorganizado” e dez representa “altamente organizado”,

 Que nota você daria para a organização do seu quarto, da sua casa, da sua mesa do trabalho?

 [Reflita sobre isso antes de continuar a leitura. Se você sentiu preguiça só de se lembrar da bagunça, por favor, não deixe de ler esse artigo até o final]

 Se as notas não foram muito boas, é sinal de que provavelmente sua mente tampouco esteja organizada, pois a organização/desorganização mental reflete-se na organização/desorganização externa e vice-versa, o que tende a se tornar um círculo vicioso.

 A desorganização mental se exterioriza no ambiente, tornando-o bagunçado. O ambiente desorganizado exige mais esforço e reduz a produtividade, o que gera estresse e/ou perda de tempo, a depender do tipo de reação da pessoa.

 Algumas vão gastar muito mais tempo para realizar as mesmas atividades, fazendo crescer uma insatisfação interna e um desânimo com seus projetos.  Esgotada, a pessoa não se motiva a se organizar, perpetuando a situação improdutiva.

 Outras pessoas se dizem capazes de se adaptar ao ambiente desorganizado. Elas geralmente compensam a perda decorrente da desorganização crescente com a aceleração da mente. No entanto,não se dão conta das consequências gravosas que isso acarreta, como o aumento dos níveis de estresse e de ansiedade, tão prejudiciaisaos estudos, à realização de provas e à vida, como um todo.

 Em um e outro caso, é possível que a pessoa permaneça por longo período presa ao círculo vicioso, até que decida assumir comportamentos diferentes, que lhe trarão mais qualidade de vida e mais gosto por estudar!

 Tenha em mente que romper com qualquer círculo vicioso exige determinação e persistência, mas os benefícios são altamente compensadores!

 Para sair desse círculo vicioso, a dica é se organizar e criar novos hábitos. A organização engloba o ambiente de estudos, a agenda semanal e, principalmente, o material de estudos (inclusive os resumos, esquemas e mapas mentais gerados a partir do estudo). Consequentemente, o aluno estará mais integrado ao processo de aprendizagem, sendo capaz de, em primeiro lugar, organizar o conhecimento externamente para, assim, mantê-lo também organizado internamente.

 Organizar o conhecimento externamente está intimamente associado à ideia de montar seu próprio material de revisão, que o acompanhará até a prova. Esse material será bastante útil para realizar constantes revisões, as quais consolidarão as sinapses neurais de armazenamento e resgate do conhecimento.

 O tempo investido com as novas habilidades e atitudes tem se mostrado altamente compensador a) pelo aumento da produtividade na aprendizagem, b) pela redução da ansiedade e do estresse, c) pela melhoria da qualidade da memorização e d) pelos melhores resultados em provas de alto rendimento.

 Das coisas que estão sobre a sua mesa de estudo ou de trabalho, o que é realmente essencial? Quanta coisa tem ocupado espaço sem necessidade? Quanta coisa você guarda sob o argumento de que um dia será útil, mas que de fato nunca serão utilizadas? Quanto tempo você leva para encontrar o que precisa?

 Experimente por um dia libertar-se da desorganização! Permita livrar-se da poluição visual e digital! Depois, avalie o seu aumento de disposição e de produtividade e escreva pra mim contando os resultados e as mudanças que você conseguiu realizar!

 

Veja mais sobre Coaching:saiba mais

Segredos do Sono Reparador

Quantas Horas Estudar?

O Domínio da Matéria

Interesse pela Leitura

Você: Aliado ou Inimigo

Construir a Aprovação

Ensine seu cérebro a produzir energia e não a disperdiçá-la

Excelência: Estado de Fluxo

Qual o seu Estilo de Aprendizagem

Relaxamento Instantâneo

Seu Plano de Estudo

Impulsionando a sua Memória

Regulou o seu Foco?

Técnicas de Memorização

Conhece o Princípio 10/90?

Confiança e Ansiedade na Aprendizagem

Inteligência se Aprende

6 Dicas para Você Concretizar suas Decisões

imageANA CAROLINA MENDONÇA é Master Coach com certificação em Coaching Integral Sistêmico, nas especialidades Life e Executive Coaching, pela Federação Brasileira de Coaching Integral Sistêmico, em parceria com a Florida Christian University. Palestrante e Articulista Semanal em Coaching. Com experiências no Banco Central do Brasil e no Tribunal Superior do Trabalho, onde participou do Planejamento Estratégico Institucional, exerceu a Gerência de Projetos, dentre eles, a estruturação do Escritório de Processos. Atualmente, concilia suas atividades no Conselho Superior da Justiça do Trabalho com o trabalho no Coaching.

Contato: (61) 8413-8543 – anacarolina@coachee.com.br