foco

Coaching para Concursos

Postado em Atualizado em

* por Ana Carolina Mendonça

Coaching

Bons Estudos!

VEJA MAIS SOBRE COACHING:

Tempo: o seu bem mais precioso

Organizar e Aprender

Segredos do Sono Reparador

foto_pose_5

*ANA CAROLINA MENDONÇA é uma eterna aprendiz, entusiasta pela mente e capacidades humanas. Master Coach Integral Sistêmico, certificada pela Florida Christian University. Palestrante. Articulista semanal. Contadora, com experiências na Administração Pública em Planejamento Estratégico, Auditoria, Escritório de Processos e Gerência de Projetos. Atualmente aprofunda seus conhecimentos nas áreas da Psicologia e Neurociência.

Contato: anacarolina@coachee.com.br  |  www.coachee.com.br

**O Coaching é uma metodologia que permite você compreender melhor a sua situação atual, definir exatamente onde você quer chegar e projetar ações efetivas para alcançar os seus objetivos! Conheça mais e se surpreenda com os seus próprios resultados!!

Anúncios

Coaching para Concursos

Postado em Atualizado em

*por Ana Carolina Mendonça

coaching

Você se sente no controle dos seus pensamentos e das suas emoções?

O que a atenção tem a ver com os seus resultados?

A atenção é uma ferramenta essencial para que o seu humano atinja sua plenitude. Por meio da atenção, você é capaz de selecionar o que vê, o que escuta e o que sente. Em última análise, até mesmo os seus pensamentos, sentimentos e comportamentos são diretamente influenciados pela sua capacidade de direcionar e manter a sua atenção.

Imagine que você está num supermercado e pega um pão-de-forma da prateleira para analisar melhor seus dados nutricionais. Nesse instante, ao prestar atenção na embalagem, você canaliza a sua energia. A sua mente passa a captar, decodificar e analisar as informações que são lidas. Ao mesmo tempo em que outras inúmeras informações e percepções são descartadas. Por breves instantes, você encontra-se imerso na leitura e tomada de decisão sobre a aquisição ou não daquele alimento, você está atento e, provavelmente, nem esteja escutando o que se passa ao seu redor.

A atenção permite que direcionemos o nosso foco e consigamos absorver informações específicas de acordo com o interesse.

Uma outra interessante característica dos momentos de atenção é que a quantidade e a intensidade dos pensamentos tendem a diminuir quanto mais atentos estivermos. Ou seja, a mente torna-se mais concentrada, menos influenciada por pensamentos aleatórios e, com isso, mantem-se mais serena.

Lembre-se da última vez que assistiu a um filme em que você estava completamente imerso. Você estava pensando durante o filme? Ou estava simplesmente atento?

Quando estamos compenetrados em algo, dizemos que a nossa mente entra em estado alpha. Ela fica mais relaxada e perspicaz. Nesse estado, a criatividade é estimulada, o aprendizado se torna mais sólido e acelerado e, ao contrário do que se poderia imaginar, o fluxo de pensamentos se reduz drasticamente.

Por outro lado, uma mente dispersa, que tudo vê, tudo percebe, aberta a todo o tipo de informação tende a dispender uma grande quantidade de energia e colocar a pessoa dentro de um emaranhado de pensamentos que a levam à fadiga física e mental.

Você já parou para analisar o seu nível de atenção? Você consegue se colocar em estado de plena concentração quando necessário, ou os pensamentos insistem em tomar a sua mente? Você já parou para analisar a quantidade de energia desperdiçada diariamente com informações que na verdade te desviam dos seus reais objetivos?

Na parte 2, abordaremos mais sobre o tema trazendo dicas práticas de como elevar os seu nível de atenção.

Enquanto isso, o que representa para você serenar a mente e reduzir o estresse e as preocupações? Quão melhores seriam as suas decisões se a sua mente estivesse mais focada e sintonizada?

Conheça-se melhor e viva seus resultados desejados!

Coaching Integral Sistêmico transforma vidas!

VEJA MAIS SOBRE COACHING:saiba mais

Impulsionando a sua Memória

Regulou o seu Foco?

Técnicas de Memorização

Conhece o Princípio 10/90?

Confiança e Ansiedade na Aprendizagem

Inteligência se Aprende

foto_pose_5*ANA CAROLINA MENDONÇA é uma eterna aprendiz, entusiasta pela mente e capacidades humanas. Master Coach Integral Sistêmico, certificada pela Florida Christian University. Palestrante. Articulista semanal. Contadora, com experiências na Administração Pública em Planejamento Estratégico, Auditoria, Escritório de Processos e Gerência de Projetos. Atualmente aprofunda seus conhecimentos nas áreas da Psicologia e Neurociência.

Contato: anacarolina@coachee.com.br  |  www.coachee.com.br

**O Coaching é uma metodologia que permite você compreender melhor a sua situação atual, definir exatamente onde você quer chegar e projetar ações efetivas para alcançar os seus objetivos! Conheça mais e se surpreenda com os seus próprios resultados!!

Coaching para Concursos

Postado em Atualizado em

Por Ana Carolina Mendonça

 

O seu cérebro se molda a partir dos estímulos que recebe.

O que você faz, pensa e sente determina como será o seu cérebro. Isso se deve a uma importante característica desse misterioso órgão do corpo humano: a plasticidade.

Se, por exemplo, você começar hoje atocar violão e praticar diariamente; em algum tempo seu cérebro dominará essa habilidade. Em uma pessoa que toca violão, as áreas no seu cérebro referentes a coordenação dos dedos e ao ouvido musical são mais desenvolvidas do que as de uma pessoa que não toca um instrumento musical.

Da mesma forma, se você parar de tocar violão, as áreas que foram desenvolvidas deixam de receber estímulos, gerando um retrocesso naquela habilidade, similar à atrofia muscular.

Visto de outro modo, se, por acaso, você possui a “habilidade” de pensar de forma negativa e de reclamar de tudo, saiba que seu cérebro se desenvolveu para isso. Se você deseja mudar esse comportamento, precisará de bastante força de vontade e determinação.

“Esquecer” uma habilidade é desafiador, embora não seja impossível. Para isso, a melhor técnica é a repetição diária: executar os hábitos novos, mesmo que não esteja sentindo vontade; e deixar de executar os antigos, mesmo que esteja com muita vontade de fazê-los.

Aos poucos você constrói uma nova forma de pensar e de ver o mundo!

Fique atento! O seu cérebro aplica essa plasticidade a tudo,desde a reabilitação após uma lesão, passando por adaptações a novos ambientes até determinar o comportamento e as reações de uma pessoa.

Por um instante, lembre-se da última vez em que realmente sentiu raiva de algo ou de alguém. Por breves instantes, volte à cena e reflita: Como você estava se sentindo? Quais pensamentos lhe vieram à mente? O que você pensou em fazer? Quanto tempo levou para passar a raiva?

Nesse exemplo da sua vida, você consegue perceber o quanto a sua mente trabalhou para manter e aumentar a sua raiva?

Quando uma pessoa mantém pensamentos fixos (sejam eles positivos ou negativos) todo o corpo e, inclusive, a mente se prepara para transformar aquele pensamento/sentimento em ação.

No exemplo da raiva, pensamentos e memórias vêm à tona reforçando a raiva e enfraquecendo tudo o que contrapõem a esta raiva, ou seja, a mente da pessoa se inunda de recordações negativas e se esquece das lembranças positivas. De fato, sentir raiva intensifica as sinapses neurais que geram a raiva e enfraquecem as sinapses neurais relacionadas à paz, à harmonia e ao entendimento.

Por meio desse mecanismo, doenças e sofrimentos são criados ou estimulados. Mas, da mesma forma, se a pessoa estiver orientada a pensamentos/sentimentos positivos e proativos poderá promover saúde, bem-estar, amor e felicidade em sua vida.

Tudo isso se deve à plasticidade do seu cérebro!

O que você pretende reforçar na sua vida? O que você pretende construir?

Pense bem nasescolhas que tem tomado!

Ótima semana!

 

foto_pose_5ANA CAROLINA MENDONÇA é Master Coach com certificação nas especialidades Life e Executive Coaching, pela Federação Brasileira de Coaching Integral Sistêmico, em parceria com a Florida Christian University. Palestrante e Articulista Semanal em Coaching. Servidora pública com atuações no Banco Central do Brasil, no Tribunal Superior do Trabalho e no Conselho Superior da Justiça do Trabalho e com experiências em Planejamento Estratégico, Escritório de Processos e Gerência de Projetos.

Contato: (61) 8413-8543 – anacarolina@coachee.com.br  //  www.coachee.com.br

Veja mais sobre Coaching:

Dicas para evitar o Estresse

Seu Projeto Possui Certificado de Qualidade?

Juntos na Caminhada

Deixar o emprego para estudar é uma boa ideia?

Siga em frente!

A Copa das Copas

Faça da Música sua Aliada

Sempre Avante

Tempo: o seu bem mais precioso

Organizar e Aprender

Segredos do Sono Reparador

Quantas Horas Estudar?

O Domínio da Matériasaiba mais

Interesse pela Leitura

Você: Aliado ou Inimigo

Construir a Aprovação

Ensine seu cérebro a produzir energia e não a disperdiçá-la

Excelência: Estado de Fluxo

Qual o seu Estilo de Aprendizagem

Relaxamento Instantâneo

Seu Plano de Estudo

Impulsionando a sua Memória

Regulou o seu Foco?

Técnicas de Memorização

Conhece o Princípio 10/90?

Confiança e Ansiedade na Aprendizagem

Inteligência se Aprende

Acompanhe, curta e compartilhe

Washington Luís Batista Barbosa

http://www.washingtonbarbosa.com

http://www.facebook.com/washingtonbarbosa.professor

Coaching para Concursos

Postado em Atualizado em

A COPA DAS COPAS!

*por Ana Carolina Mendonça

alemanha-trofeu-01-size-598 

A copa acaba e deixa muitos ensinamentos. A vitória, na reta final, da Alemanha contra o Brasil e depois contra a Argentina representa o triunfo do jogo coletivo, da integração, do planejamento a longo prazo, da paciência, da resignação, da organização e do preparo emocional.

De outro lado, a goleada levada pelo Brasil foi como um tapa para fazer o brasileiro acordar da ilusão de acreditar que apenas motivação, “jeitinho” e improviso seriam suficientes para conquistar uma vitória. E, mais ainda, mostrou a importância fundamental do preparo emocional diante dos grandes desafios.O time que não conseguiu reagir e não conseguiu dar a volta por cimaprecisou assistir ao vexame do 7×1.

O comentarista Benjamim Wright disse certa vez que “o futebol é uma caixinha de surpresas!” e todo o mundo acreditou. A frase pode até ter seu fundo de verdade, mas muitos, às vezes, até sem perceber, utilizam-se dela para esconder debaixo do tapete o despreparo tático ou emocional dos jogadores e da equipe técnica e perdem a grande oportunidade de aprender com os próprios erros.

 

E você, está mais para Brasil ou Alemanha?

Sua vida está no improviso?

 Ou você possui o exato controle da sua vida?

Você se conhece verdadeiramente?

Consegue superar as suas fraquezas e aproveitar as suas potencialidades?

O seu emocional te faz crescer ou titubear diante dos desafios?

 

No Brasil, fala-se muito sobre sorte. E ela existe! Mas, entenda, sorte é estar preparado no momento da oportunidade. Pode ter a certeza de que quanto mais você se preparar, mais sorte você terá! Quanto mais oportunidades você procurar, quanto mais atento você estiver para as possibilidades, mais sorte você terá!

A escolha é sua! Está disposto a se preparar?

Você realmente quer levantar a taça da sua conquista? 

Não deixe a oportunidade escorrer por entre os seus dedos! Agarre-a com todas a suas forças, mas, principalmente, prepare-se antes. Não basta ser escolhido como a sede da Copa, não basta uma torcida em peso nos estádios, não bastam os shows e os eventos se, dentro de campo, não reinar o compromisso, o preparo físico e psicológico, a organização e a integração. Leve isso para a sua vida e reflita calmamente:

 

Quais são os seus objetivos? Você tem se planejado?

Seu plano está organizado e detalhado?

Você está cumprindo com o seu plano?

 

E se você, verdadeiramente, se planejar?

E se você aprendesse a se planejar melhor?

E se você cumprir integralmente com cada uma de suas metas?

Onde você irá chegar?

Tome uma folha de papel e escreva suas respostas. Aproveite o momento de reflexão. Sabemos queo país do futebol dá pouca, ou nenhuma, atenção aoplanejamento e à organização, prefere começar fazendo para consertar depois. Essa cultura está na sociedade, mas você pode escolher se desvencilhar dela, escolher crer na competência, no trabalho, no foco e na imersão!Temos muito o que aprender com os campeões!

Faça suas escolhas! Mude seus hábitos e conquiste as suas vitórias!

 Bons estudos e uma ótima semana!

 

Veja mais sobre Coaching:

Faça da Música sua Aliada

Sempre Avante

Tempo: o seu bem mais precioso

saiba mais

Organizar e Aprender

Segredos do Sono Reparador

Quantas Horas Estudar?

O Domínio da Matéria

Interesse pela Leitura

Você: Aliado ou Inimigo

Construir a Aprovação

Ensine seu cérebro a produzir energia e não a disperdiçá-la

Excelência: Estado de Fluxo

Qual o seu Estilo de Aprendizagem

Relaxamento Instantâneo

Seu Plano de Estudo

Impulsionando a sua Memória

Regulou o seu Foco?

Técnicas de Memorização

Conhece o Princípio 10/90?

Confiança e Ansiedade na Aprendizagem

Inteligência se Aprende

6 Dicas para Você Concretizar suas Decisões

imageANA CAROLINA MENDONÇA é Master Coach com certificação nas especialidades Life e Executive Coaching, pela Federação Brasileira de Coaching Integral Sistêmico, em parceria com a Florida Christian University. Palestrante e Articulista Semanal em Coaching. Servidora pública com atuações no Banco Central do Brasil, no Tribunal Superior do Trabalho e no Conselho Superior da Justiça do Trabalho e com experiências em Planejamento Estratégico, Escritório de Processos e Gerência de Projetos. Articulista do Blog do Professor Washington Barbosa

Contato: (61) 8413-8543 – anacarolina@coachee.com.br  //  www.coachee.com.br

Coaching para Concursos

Postado em Atualizado em

Quantas horas estudar?

* por Ana Carolina Mendonça

 

 il_570xN.414744127_bh5n

Quantas horas por dia ou por semana você pode destinar ao estudo? Quantas horas você efetivamente dedica ao estudo? Quão proveitosas são suas horas de estudo? Quanto você dedica a aprimorar sua aprendizagem?

 Se você tomou a decisão de investir nos estudos, seja para fazer um mestrado ou um doutorado, seja para se preparar para uma prova específica ou um concurso público, você certamente precisou fazer algumas adaptações na sua agenda de atividades semanais.

 Você já se perguntou quantas horas você deveria estudar por dia ou por semana para efetivamente alcançar seu objetivo?

 É possível que, ao refletir sobre esse assunto, você concorde com Frank Zappa, quando disse: “So many books, so little time”, ou seja, tantos livros (tanta matéria) e tão pouco tempo. O que fazer nesse caso?

 Ignorar atividades essenciais com o objetivo de apenas estudar não significa exatamente “ganhar tempo”, como pensam alguns. Conforme os ensinamentos do professor William Douglas, o número ideal de horas para se estudar é o maior número que você puder, mantida a qualidade de vida e do estudo.

 Assim, se você almeja o sucesso deve se organizar para aproveitar ao máximo o seu tempo, encontrar brechas entre uma atividade e outra, detectar intervalos ociosos do dia para convertê-los em mais horas de estudo. No entanto, para um bom aproveitamento desse tempo é preciso manter o equilíbrio de corpo, mente e espírito, o que, certamente, é peça fundamental para realizar uma boa prova.

 Dessa forma, se, em termos de quantidade, há um limite máximo de horas de estudo diário e semanal; em termos de qualidade, há muito o que se possa fazer para intensificar a preparação, propiciar mais efetividade no estudo e resultar em um melhor rendimento.

 Assim, a dica de hoje é: encontre o seu número ideal de horas de estudo semanal, aquele que se adapte à sua realidade, às suas atribuições pessoais, aquele que você se compromete verdadeiramente para alcançar o seu objetivo. Não se preocupe se, num primeiro momento, você não conseguiu destinar tantas horas como gostaria, provavelmente, com o tempo, você aumente esse número. A seguir, focalize seus esforços para tornar essas horas o mais produtivas possível!

 Não adianta apenas estudar, é crucial saber estudar. Estudar com excelência engloba aproveitar bem o tempo, manter o foco, a concentração, a organização, saber o que se deve estudar, saber priorizar a matéria, realizar monitoramento do aproveitamento dos estudos, ter feedback, desenvolver resiliência, paciência, disciplina, comprometimento e determinação.

 Quantas horas você tem destinado ao seu estudo? Você considera muito, pouco ou razoável? E em termos de qualidade, como você avalia?

 O que você pode fazer diferente essa semana para aumentar seu rendimento?

 Compartilhe comigo suas experiências, dúvidas e sugestões!

Bons Estudos!

Veja mais sobre Coaching:saiba mais

O Domínio da Matéria

Interesse pela Leitura

Você: Aliado ou Inimigo

Construir a Aprovação

Ensine seu cérebro a produzir energia e não a disperdiçá-la

Excelência: Estado de Fluxo

Qual o seu Estilo de Aprendizagem

Relaxamento Instantâneo

Seu Plano de Estudo

Impulsionando a sua Memória

Regulou o seu Foco?

Técnicas de Memorização

Conhece o Princípio 10/90?

Confiança e Ansiedade na Aprendizagem

Inteligência se Aprende

6 Dicas para Você Concretizar suas Decisões

image

ANA CAROLINA MENDONÇA é Master Coach com certificação Internacional em Coaching Integral Sistêmico, nas especialidades Life e Executive Coaching, pela Federação Brasileira de Coaching Integral Sistêmico, em parceria com a Florida Christian University. Palestrante e Articulista Semanal em Coaching. Com experiências no Banco Central do Brasil e no Tribunal Superior do Trabalho, onde participou do Planejamento Estratégico Institucional, exerceu a Gerência de Projetos, dentre eles, a estruturação do Escritório de Processos. Atualmente, concilia suas atividades no Conselho Superior da Justiça do Trabalho com o trabalho no Coaching.

Contato: (61) 8413-8543 – anacarolina@coachee.com.br

Coaching para Concursos

Postado em Atualizado em

RELAXAMENTO INSTANTÂNEO

*por Ana Carolina Mendonça

 relaxamento

 

Você controla bem os momentos de tensão? Situações de estresse te tiram do foco? Quanto da sua produtividade e do seu aprendizado diminuem quando você se sente ansioso(a)?

 Como já falado nos artigos anteriores, a tensão, o estresse e a ansiedade são inimigos do processamento da memória. Eles prejudicam tanto a aprendizagem como a recordação de informações.

No texto de hoje apresento sete técnicas simples para um relaxamento profundo. Elas te permitirão quebrar o estado de tensão e te colocar em pleno domínio dos seus pensamentos e sensações. Em decorrência, você alcançará melhores rendimentos.

Treinar ferramentas de relaxamento instantâneo em momentos tranquilos te permitirá recordá-las nas situações adversas. Então aproveite e relaxe!!

relaxamentoDica 1: Relaxamento Progressivo

Uma ótima forma para relaxar é provocar um extremo contraste entre intensa contração dos músculos e completo relaxamento. Trata-se de ensinar o cérebro a relaxar.

Para isso, cerre os punhos fortemente e contraia todo o corpo, contando mentalmente até 10. Sinta cada parte do seu corpo contraída, desde o alto da cabeça, passando pelo rosto, pescoço, ombros, costas, quadris, coxas, pernas, até os pés.  Contraia… contraia… contraia…. mais… e relaxe…. Deixe o corpo pesar por alguns instantes, relaxe voluntariamente, sinta todos os músculos relaxados.

Dica 2:Expiração intensa

Você notará que o momento da expiração proporciona relaxamento ao corpo. A técnica é inspirar o ar profundamente, prender a respiração contando mentalmente até 10 e soltarcompletamente o ar pela boca,de uma só vez, deixando o corpo ficar completamente frouxo e mole.

Dica 3: Respiração profunda

Essa técnica também se baseia no efeito relaxante da expiração.

Imagine-se no décimo andar de um edifício. Você vai descer pela escada. Cada respiração (inspiração/expiração) corresponde a um andar dessa descida. Respire lentamente. Concentre-se na sensação de soltura a cada expiração e sinta-se mais relaxado à medida que desce as escadas. A cada andar, solte-se cada vez mais, expirando o ar pela boca.

Dica 4: Calor nas extremidades

Imagine-se deitado(a) numa praia tranquila, absorvendo o calor do sol que chega às suas mãos e a todas extremidades do corpo. Sinta o calor principalmente em seus dedos, nas mãos, nos pés e na cabeça.

O fluxo de sangue para as extremidades do corpo está diretamente relacionado com a descontração.

Dica 5: Suspirar

O suspiro é um ato do organismo em busca de paz. Quando você suspira,seu corpo se alivia de tensões.Para suspirar e ter benefício imediato, basta dizer em voz baixa “oh!” e forçar o suspiro.

Dica 6: Bocejar

O bocejo é outro mecanismo que pode ser utilizado na descontração. Para nossas mentes, ele está intimamente associado ao sono. Assim, provocar o bocejo tende a levar à mente a um estado de relaxamento próximo ao que sentimos quando estamos sonolentos. Experimente encenar que está bocejando, e logo bocejará de verdade.

Dica 7:Relaxando as pálpebras

Ao relaxar partes específicas, todo o corpo se beneficia.

Feche os olhos. Dirija seus pensamentos e imaginação para as pálpebras. Concentre-se nelas e procure relaxá-las. Se preferir, deslize os dedos levemente sobre elas ou faça compressas relaxantes e sentirá profundo bem-estar.

Não permita que a tensão e a ansiedade te tirem do seu foco, que as situações estressantes atrapalhem seu dia e te afastem de seus objetivos. Assuma o controle de sua mente, de seus pensamentos e de suas decisões.

Você conhece outras técnicas de relaxamento? Qual é a sua preferida?Compartilhe conosco nos comentários.

Veja mais sobre Coaching:

Seu Plano de Estudosaiba mais

Impulsionando a sua Memória

Regulou o seu Foco?

Técnicas de Memorização

Conhece o Princípio 10/90?

Confiança e Ansiedade na Aprendizagem

Inteligência se Aprende

6 Dicas para Você Concretizar suas Decisões

image

*ANA CAROLINA MENDONÇA é Master Coach com certificação Internacional em Coaching Integral Sistêmico, nas especialidades Life e Executive Coaching. Formada em Ciências Contábeis – Universidade de Brasília, com pós-graduação em Controle e Auditoria Públicos. Atuou no Banco Central do Brasil e no Tribunal Superior do Trabalho e desempenha função no Conselho Superior da Justiça do Trabalho.

Coaching para Concursos

Postado em Atualizado em

REGULOU O SEU FOCO?

*por Ana Carolina Mendonça

foco

 Para alcançar objetivos desafiadores em qualquer área de sua vida, um dos elementos-chave é o foco!

 Isso se torna particularmente verdadeiro se a sua meta é passar em uma prova ou concurso público!

 Ter foco em determinada coisa é concentrar esforços e atenção naquilo.

 A todo instante,recebemos uma série de informações do mundo exterior que captamos por meio dos nossos sentidos (visão, olfato, paladar, audição e tato). Essas informações surgem de todos os lados: em casa, no trabalho, no trânsito,em meio às atividades realizadas durante o dia, nos programas de rádio e televisão, na Internet, particularmente pelo e-mail e redes sociais. A essa lista, vale acrescentar as propagandas publicitárias, que com recursos cada vez mais refinados permeiam todos os ambientes.

 Ao processar essas informações, geramos ainda mais informações, em forma de percepções, pensamentos e sentimentos.

 E o que tudo isso tem a ver com a realização da minha meta?

 A grande questão é que se você se dispuser a prestar atenção em tudo o que te rodeia, será impossível dar foco ao que realmente importa e que efetivamente lhe fará atingir seus objetivos.

 Não basta ter um objetivo, é preciso foco. É ele que direcionaa sua atenção. Quanto mais foco sobre o objetivo, menos você se perderá com outros assuntos.

 Imagine-se tirando fotos com uma máquina fotográfica profissional.Se a imagem está sem foco, ela se mostra turva, desforme, não sendo possível reconhecer o objeto ou a paisagem retratada. No entanto, à medida que ajustamos o foco, a imagem torna-se mais clara e evidente; seu o colorido, mais vivo e as linhas ganham definição.

 O mesmo acontece com nossos objetivos. Sem foco, você não sabe, ao certo, onde quer chegar, o objetivo não fica claro. Assim, leva-se muito mais tempo para atingi-lo, se é que o alcança! O caminho longo se torna cansativo, desestimulante, levando muitos a desistir.

 E como você pode dar mais foco ao meu objetivo?

Uma dica é torná-lo o mais claro e específico possível. Você sabe exatamente o que deseja? Suas metas estão detalhadamente descritas?Você consegue visualizar seu objetivo em detalhes?

Se a resposta for negativa a alguma dessas perguntas, procure refletir melhor sobre o seu objetivo e, também, sobre a sua justificativa para fazer dele o seu objetivo. Escreva-o em uma folha de papel e lhe acrescente tantos detalhes quanto for possível.

Outra questão é moldar o seu dia a dia de forma a evitar dispersão da atenção, retirando da sua rotina informações que não te agregam no alcance dos seus objetivos.

Experimente cronometrar o tempo que você passa acessando e-mails, trocando mensagens, acessando a Internet em sites que não estão relacionados ao edital, assistindo televisão ou filmes e outros momentos dispersivos.

Possivelmente você se espante com a quantidade de tempo que você direciona sua atenção a assuntos diversos tirando o foco do seu real objetivo.

Isso não significa que você deva fazer um corte radical e se tornar um extraterrestre, mas é vital que você tenha consciência de quê informações estão ocupando a sua mente.

Manter o foco no objetivo é uma decisão que tomamos todos os dias

para concretizar nossos maiores sonhos!

Veja mais sobre Coaching:

Técnicas de Memorização

Conhece o Princípio 10/90?

Confiança e Ansiedade na Aprendizagem

Inteligência se Aprende

6 Dicas para Você Concretizar suas Decisões

image*ANA CAROLINA MENDONÇA é coach com certificação Internacional em Coaching Integral Sistêmico, nas especialidades Life e Executive Coaching. Formada em Ciências Contábeis – Universidade de Brasília, com pós-graduação em Controle e Auditoria Públicos. Atuou no Banco Central do Brasil e no Tribunal Superior do Trabalho e desempenha função no Conselho Superior da Justiça do Trabalho.