Dedicação

Coaching para Concursos

Postado em Atualizado em

*por Ana Carolina Mendonça

coaching3

Você conhece o caminho que te levará à realização dos seus sonhos e objetivos?

E se eu te disser que há técnicas e ferramentas específicas que lhe auxiliam a

elaborar esse caminho?

Hoje abordaremos o primeiro estágio dessa elaboração:

Definir o que é Importante para você.

Você sabe, exatamente, o que é importante para você?

Até mesmo devido a uma limitação de tempo e de recursos não é possível realizarmos tudo ao mesmo tempo. Assim, priorizar e conseguir manter o foco será crucial para você ter sucesso na concretização de seus sonhos!

E para resgatar o que é verdadeiramente importante, é essencial que você utilize da sua inteligência emocional, muito mais que da sua inteligência racional.

Isso porque você, racionalmente falando, possui várias fórmulas prontas sobre o que é importante na vida, sobre o que é ter sucesso. Exemplos: ter um bom emprego, casar-se, ter filhos, quitar as dívidas, viajar, comprar uma bela casa ou um ótimo apartamento, ter um ótimo carro, enfim. São inúmeros os sonhos que foram formados por tudo o que você já viu e ouviu falar.

No entanto, é com técnicas de inteligência emocional que você será capaz de acessar sua identidade e seus verdadeiros sonhos e, assim, conseguir definir o que é realmente importante para você! Aquilo que fará sentido ter realizado na vida!

Com técnicas de inteligência emocional conseguimos nos conectar de forma mais próxima com o nosso interior.

Abraham, por meio de Esther & Jerry Hicks, explica que as emoções são indicadores da frequência vibracional do indivíduo. Quanto melhor você se sente, melhor você permite seu alinhamento com as coisas que deseja. Quando você está sintonizado com pensamentos que lhe permitam conhecer sua verdadeira natureza, você está em alinhamento com quem realmente é.

Portanto, antes de começar a elaboração do seu passo a passo, invista em saber onde, exatamente, você quer chegar e faça isso mergulhado em si mesmo. Assim, você sentirá muito mais bem-estar na realização dos seus objetivos, como também, no próprio caminho a percorrer, até chegar lá!

Coaching Integral Sistêmico conecta você aos seus sonhos e objetivos! 

Experimente você também e se surpreenda com os resultados!

VEJA MAIS SOBRE COACHING:

O que você precisa saber antes de fazer  Coaching – Parte 1

Tempo: o seu bem mais precioso

Organizar e Aprender

Ana Carolina

*ANA CAROLINA MENDONÇA é uma eterna aprendiz, entusiasta pela mente e capacidades humanas. Master Coach Integral Sistêmico, certificada pela Florida Christian University. Palestrante. Articulista semanal. Contadora, com experiências na Administração Pública em Planejamento Estratégico, Auditoria, Escritório de Processos e Gerência de Projetos. Atualmente aprofunda seus conhecimentos nas áreas da Psicologia e Neurociência.

Contato: anacarolina@coachee.com.br  |  www.coachee.com.br

Anúncios

Coaching para Concursos

Postado em Atualizado em

Por Ana Carolina Mendonça

coaching

Na parte 1 mostramos que o Coaching é um processo bilateral, que depende tanto do Coach (profissional) como do Coachee (cliente). E concluímos que os melhores resultados serão alcançados justamente pelos Coachees (clientes) mais engajados e confiantes no processo.

Seguimos com mais dicas interessantes para você aproveitar plenamente o seu Coaching:

2) Entender é diferente de fazer!

São as mudanças de comportamento que conduzirão o Coachee (cliente) a melhores resultados.

No entanto, frequentemente, as pessoas estão tão interessadas em entender racionalmente os problemas, os desafios e até mesmo o que precisa ser feito, que não conseguem mergulhar de cabeça para vivenciar o que está sendo aprendido erealizar a mudança de fato.

Sem conseguir transpor a barreira da mente, perdem a grande oportunidade do Coaching, um processo orientado a melhores resultados por meio da mudança de comportamento.

Repito aqui o que eu costumo pedir aos meus Coachees: não acredite simplesmente no que eu te digo, experimente você mesmo e tire suas próprias conclusões! Vivenciar é muito mais proveitoso que entender.

3) Nem tudo que é simples é fácil!

Em tempos de fast food e de comunicação instantânea, as pessoas estão cada vez mais apressadas e exigentes consigo mesmas e com todo o mundo! O Coaching tomou força justamente por conseguir encontrar meios de lidar com essa realidade e levar o indivíduo a vivenciar seu enorme potencial e se sentir realizado em sua vida pessoal, familiar, profissional e espiritual.

Apesar de parecer mágica, saiba que quando você decidir mergulhar de cabeça e passar a praticar e vivenciar novos comportamentos para a sua vida – como praticar uma atividade física, organizar as finanças, estudar com excelência e organização, manter uma comunicação assertiva com a sua equipe ou com a sua família e amigos, desenvolver sua concentração, aprender um novo idioma ou a tocar um instrumento musical, entre outros – você precisará de dedicação e empenho para que os resultados alcançados sejam perenes e efetivos.

Fique tranquilo, pois o Coaching lhe oferecerá ferramentas para superar cada obstáculo e cada resistência, sejam eles exteriores ou frutos dos seus próprios medos e desânimos. Mas, é claro que você deverá aplicar essas técnicas. Em última análise, você é o responsável pelos seus resultados e pela sua vida!

Como Coach, convido você a vivenciar seu melhor lado, a olhar para dentro de si mesmo, a descobrir seus talentos (que você ainda não conhece), a superar suas fraquezas atuais e a viver a sua plenitude!

VEJA MAIS SOBRE COACHING:

O que você precisa saber antes de fazer  Coaching – Parte 1

Tempo: o seu bem mais precioso

Organizar e Aprender

Ana Carolina

*ANA CAROLINA MENDONÇA é uma eterna aprendiz, entusiasta pela mente e capacidades humanas. Master Coach Integral Sistêmico, certificada pela Florida Christian University. Palestrante. Articulista semanal. Contadora, com experiências na Administração Pública em Planejamento Estratégico, Auditoria, Escritório de Processos e Gerência de Projetos. Atualmente aprofunda seus conhecimentos nas áreas da Psicologia e Neurociência.

Contato: anacarolina@coachee.com.br  |  www.coachee.com.br

Coaching para Concursos

Postado em Atualizado em

Por Ana Carolina Mendonça

coahing

O Coaching é um processo de mudança de comportamentos e atitudes a fim de gerar melhores resultados.

Seja no campo profissional, educacional, financeiro, familiar, físico (corporal e alimentar), emocional ou conjugal, o Coaching propicia que ao indivíduo se conheça melhor e tome decisões mais conscientes e consistentes com o objetivo desejado.

Mas, para obter resultados efetivos é preciso estar atento a algumas dicas:

1) O Coach não fará a mudança por você!

As técnicas e ferramentas aplicadas pelo Coach (profissional) têm por objetivo orientar, inspirar e, principalmente, propiciar que o Coachee (cliente) pense e repense a sua própria vida, o momento que está vivenciando, as condições que o rodeiam e, assim, tome as decisões mais apropriadas.

O Coaching é um poderoso processo que abre caminho para a compreensão, o entendimento, a resolução de conflitos, o desenlace de mágoas e ressentimentos, a cura interior, a libertação do medo, do orgulho e do egoísmo, a elevação da autoestima, o fortalecimento da capacidade de sonhar, de criar e de realizar.

No entanto, os insights aflorados pelas sessões de Coaching precisam ser vivenciados. Não basta aprender apenas racionalmente. É com a prática e com a repetição que conseguiremos abandonar velhos padrões e adotar novos comportamentos que nos conduzirão aos objetivos desejados. E essa parte cabe exclusivamente ao Coachee (cliente).

Coaching exige dedicação e comprometimento de ambas as partes, é um caminho de mão dupla. E, certamente, os melhores resultados serão alcançados justamente pelos Coachees (clientes) mais engajados e confiantes no processo.

E você, leitor, já fez Coaching? Conte-nos sua experiência. Gostou?

Se ainda não, você gostaria de fazer? O que lhe impede de começar?

VEJA MAIS SOBRE COACHING:

Tempo: o seu bem mais precioso

Organizar e Aprender

Ana Carolina

*ANA CAROLINA MENDONÇA é uma eterna aprendiz, entusiasta pela mente e capacidades humanas. Master Coach Integral Sistêmico, certificada pela Florida Christian University. Palestrante. Articulista semanal. Contadora, com experiências na Administração Pública em Planejamento Estratégico, Auditoria, Escritório de Processos e Gerência de Projetos. Atualmente aprofunda seus conhecimentos nas áreas da Psicologia e Neurociência.

Contato: anacarolina@coachee.com.br  |  www.coachee.com.br

Coaching para Concursos

Postado em Atualizado em

Por Ana Carolina Mendonça

Coaching

Na parte 1 mostramos que o Coaching é um processo bilateral, que depende tanto do Coach (profissional) como do Coachee (cliente). E concluímos que os melhores resultados serão alcançados justamente pelos Coachees (clientes) mais engajados e confiantes no processo.

Seguimos com mais dicas interessantes para você aproveitar plenamente o seu Coaching:

2) Entender é diferente de fazer!

São as mudanças de comportamento que conduzirão o Coachee (cliente) a melhores resultados.

No entanto, frequentemente, as pessoas estão tão interessadas em entender racionalmente os problemas, os desafios e até mesmo o que precisa ser feito, que não conseguem mergulhar de cabeça para vivenciar o que está sendo aprendido e realizar a mudança de fato.

Sem conseguir transpor a barreira da mente, perdem a grande oportunidade do Coaching, um processo orientado a melhores resultados por meio da mudança de comportamento.

Repito aqui o que eu costumo pedir aos meus Coachees: não acredite simplesmente no que eu te digo, experimente você mesmo e tire suas próprias conclusões! Vivenciar é muito mais proveitoso que entender.

3) Nem tudo que é simples é fácil!

Em tempos de fast food e de comunicação instantânea, as pessoas estão cada vez mais apressadas e exigentes consigo mesmas e com todo o mundo! O Coaching tomou força justamente por conseguir encontrar meios de lidar com essa realidade e levar o indivíduo a vivenciar seu enorme potencial e se sentir realizado em sua vida pessoal, familiar, profissional e espiritual.

Apesar de parecer mágica, saiba que quando você decidir mergulhar de cabeça e passar a praticar e vivenciar novos comportamentos para a sua vida – como praticar uma atividade física, organizar as finanças, estudar com excelência e organização, manter uma comunicação assertiva com a sua equipe ou com a sua família e amigos, desenvolver sua concentração, aprender um novo idioma ou a tocar um instrumento musical, entre outros – você precisará de dedicação e empenho para que os resultados alcançados sejam perenes e efetivos.

Fique tranquilo, pois o Coaching lhe oferecerá ferramentas para superar cada obstáculo e cada resistência, sejam eles exteriores ou frutos dos seus próprios medos e desânimos. Mas, é claro que você deverá aplicar essas técnicas. Em última análise, você é o responsável pelos seus resultados e pela sua vida!

Como Coach, convido você a vivenciar seu melhor lado, a olhar para dentro de si mesmo, a descobrir seus talentos (que você ainda não conhece), a superar suas fraquezas atuais e a viver a sua plenitude!

VEJA MAIS SOBRE COACHING:

O que você precisa saber antes de fazer  Coaching – Parte 1

Tempo: o seu bem mais precioso

Organizar e Aprender

Ana Carolina

*ANA CAROLINA MENDONÇA é uma eterna aprendiz, entusiasta pela mente e capacidades humanas. Master Coach Integral Sistêmico, certificada pela Florida Christian University. Palestrante. Articulista semanal. Contadora, com experiências na Administração Pública em Planejamento Estratégico, Auditoria, Escritório de Processos e Gerência de Projetos. Atualmente aprofunda seus conhecimentos nas áreas da Psicologia e Neurociência.

Contato: anacarolina@coachee.com.br  |  www.coachee.com.br

Coaching para Concursos

Postado em Atualizado em

Por Ana Carolina Mendonça

Coahing

O Coaching é um processo de mudança de comportamentos e atitudes a fim de gerar melhores resultados.

Seja no campo profissional, educacional, financeiro, familiar, físico (corporal e alimentar), emocional ou conjugal, o Coaching propicia que ao indivíduo se conheça melhor e tome decisões mais conscientes e consistentes com o objetivo desejado.

Mas, para obter resultados efetivos é preciso estar atento a algumas dicas:

1) O Coach não fará a mudança por você!

As técnicas e ferramentas aplicadas pelo Coach (profissional) têm por objetivo orientar, inspirar e, principalmente, propiciar que o Coachee (cliente) pense e repense a sua própria vida, o momento que está vivenciando, as condições que o rodeiam e, assim, tome as decisões mais apropriadas.

O Coaching é um poderoso processo que abre caminho para a compreensão, o entendimento, a resolução de conflitos, o desenlace de mágoas e ressentimentos, a cura interior, a libertação do medo, do orgulho e do egoísmo, a elevação da autoestima, o fortalecimento da capacidade de sonhar, de criar e de realizar.

No entanto, os insights aflorados pelas sessões de Coaching precisam ser vivenciados. Não basta aprender apenas racionalmente. É com a prática e com a repetição que conseguiremos abandonar velhos padrões e adotar novos comportamentos que nos conduzirão aos objetivos desejados. E essa parte cabe exclusivamente ao Coachee (cliente).

Coaching exige dedicação e comprometimento de ambas as partes, é um caminho de mão dupla. E, certamente, os melhores resultados serão alcançados justamente pelos Coachees (clientes) mais engajados e confiantes no processo.

E você, leitor, já fez Coaching? Conte-nos sua experiência. Gostou?

Se ainda não, você gostaria de fazer? O que lhe impede de começar?

VEJA MAIS SOBRE COACHING:

Tempo: o seu bem mais precioso

Organizar e Aprender

Ana Carolina

*ANA CAROLINA MENDONÇA é uma eterna aprendiz, entusiasta pela mente e capacidades humanas. Master Coach Integral Sistêmico, certificada pela Florida Christian University. Palestrante. Articulista semanal. Contadora, com experiências na Administração Pública em Planejamento Estratégico, Auditoria, Escritório de Processos e Gerência de Projetos. Atualmente aprofunda seus conhecimentos nas áreas da Psicologia e Neurociência.

Contato: anacarolina@coachee.com.br  |  www.coachee.com.br

Edital CNMP

Postado em Atualizado em

CNMP

Tenho a satisfação de informar que o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), vai lançar seu primeiro concurso público. E você que acompanha minha página fica bem informado e começa a se preparar primeiro. A previsão da remuneração inicial é de R$ 5.007,82 (cinco mil, sete reais e oitenta e dois centavos), para o cargo de técnico (nível médio), e de R$ 8.178,06 (oito mil, cento e setenta e oito reais e seis centavos) para o cargo de analista (nível superior). Ao todo serão oferecidas 87 oportunidades e formação de cadastro reserva, todas as oportunidades são para Brasília.

A ESTRATÉGIA

O planejamento é a palavra chave para o sucesso! Estudar para essa oportunidade é um empreendimento e, como todo projeto, envolve sacrifícios financeiros, pessoais e acima de tudo emocionais. Nada é conquistado ao acaso, para se ter sucesso faz-se necessário um investimento. Eu tive um professor e amigo que sempre falava: “Washington, passar em uma prova é questão de sorte; mas quanto mais eu estudo, mais sorte tenho!”

Aqui, importante destacar os passos que devem ser seguidos para uma maior efetividade em seu projeto:

a) analise o programa;

b) defina as fontes de estudo;

c) verifique o tempo disponível;

d) aloque as matérias para estudo;

e) monte seu cronograma de estudo;

f) avalie e reveja o seu planejamento periodicamente.

Outra dica importante é dá uma olhada no Edital para o concurso do CNJ, o concurso ocorreu em 2012 e as funções dos dois órgãos são similares, o que nos faz imaginar que o concurso do CNMP siga mais ou menos a mesma linha.

Invista um tempo importante para planejar e traçar seus objetivos, sem pressa. Você verá o resultado bem à sua frente.

Desta forma você conseguirá estabelecer um cronograma adequado e, com o tempo e metodologia necessários, abordar todo o programa do Exame.

A pergunta que não quer calar, quando começo a estudar?

Alguns dirão que você deve começar somente quando o edital for publicado, outros somente às vésperas da prova, ainda haverá quem diga que não adianta começar porque nunca você conseguirá passar.

Eu sugiro que você inicie seu planejamento e estudos AGORA!

Mas o que estudar? O que vai ser contemplado no edital? Qual será a banca?

Longe de mim querer ser um vidente para falar-lhes com certeza como será o edital, mas existem técnicas que ajudam a chegar bem próximo do que será contemplado.

Bons estudos e até a cerimônia de posse!!!

Veja também:

A Análise do Edital DPU (Parte I)

A Análise do Edital para Delegado PC/DF (Parte I)

A Análise do Edital para Delegado PC/DF (Parte II)

A Análise do Edital para Delegado PC/DF (Parte III)

A Análise do Edital para Delegado PC/DF (Parte IV)

A Análise do Edital para Delegado PC/DF (Parte V)

wasWASHINGTON LUÍS BATISTA BARBOSA é especialista em Direito Público e em Direito do Trabalho, MBA Marketing e MBA Formação para Altos Executivos;

Desempenhou várias funções na carreira pública e privada, dentre as quais: Assessoria Jurídica da Diretoria Geral e Assessoria Técnica da Secretaria Geral da Presidência do Tribunal Superior do Trabalho, Diretor Fiscal da Procuradoria Geral do Governo do Distrito Federal, Cargos de Alta Administração no Conglomerado Banco do Brasil.

Coordenador de Cursos Jurídicos de pós-graduação e preparatórios para concursos públicos

Editor dos blogs www.washingtonbarbosa.comwww.twitter.com/wbbarbosa, e https://www.facebook.com/washingtonbarbosa.professor.

Autor de vários artigos publicados em revistas especializadas.

Edital TJDFT

Postado em Atualizado em

Que venha o concurso do TJDFT 2015

Washington Luís Batista Barbosa*

Há muito se fala do concurso para provimento dos cargos de Analista Judiciário e Técnico Judiciário do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios. Conhecido como um dos Órgãos que mais chama os aprovados, o TJDFT prepara concurso para o início de 2015.

Um ponto que merece destaque foi a publicação da Portaria GRP 912, do TJDFT,  de 17/06/14, prorrogando o prazo de validade do concurso de 2013, fazendo com que o termo final do concurso passe a ser 11/07/15.

No mesmo sentido, as recentes alterações legislativas que ampliaram o quadro de servidores do Tibunal, assim como a ampliação da estrutura judiciária do TJDFT, incluindo novas varas, fóruns e gabinetes.

Esses aspectos nos fazem crer que o certame está no forno e para quem não é refem do edital, está na hora de esquentar as turbinas.

Com remuneração de R$ 8.118,19 (oito mil, cento e dezoito reais e dezenove centavos), para o cargo de analista, e de R$ 4.947,95 (quatro mil, novecentos e quarenta e sete reais e noventa e ciinco centavos) para o cargo de técnico, trata-se de um dos concursos mais almejados pelos concursandos de Brasília e do Brasil.

A ESTRATÉGIA

O planejamento é a palavra chave para o sucesso! Estudar para o TJDFT é um empreendimento e, como todo projeto, envolve sacrifícios financeiros, pessoais e acima de tudo emocionais. Nada é conquistado ao acaso, para se ter sucesso faz-se necessário um investimento. Eu tive um professor e amigo que sempre falava: “Washington, passar em uma prova é questão de sorte; mas quanto mais eu estudo, mais sorte tenho!”

Aqui, importante destacar os passos que devem ser seguidos para uma maior efetividade em seu projeto:

a) analise o programa;

b) defina as fontes de estudo;

c) verifique o tempo disponível;

d) aloque as matérias para estudo;

e) monte seu cronograma de estudo;

 f) avalie e reveja o seu planejamento periodicamente.

Invista um tempo importante para planejar e traçar seus objetivos, sem pressa.Você verá o resultado bem à sua frente.

Desta forma você conseguirá estabelecer um cronograma adequado e, com o tempo e metodologia necessários, abordar todo o programa do Exame.

A pergunta que não quer calar,quando começo a estudar?

Alguns dirão que você deve começar somente quando o edital for publicado, outros somente às vésperas da prova, ainda haverá quem diga que não adianta começar porque nunca você conseguirá passar.

Eu sugiro que você inicie seu planejamento e estudos AGORA!

Mas o que estudar? O que vai ser contemplado no edital? Qual será a banca?

Longe de mim querer ser um vidente para falar-lhes com certeza como será o edital, mas existem técnicas que ajudam a chegar bem próximo do que será contemplado.

O primeiro passo é analisar o último edital do concurso para o TDJFT, no caso o de 2013. Naquele Edital, cuja Banca Examinadora foi o CESPE, foram cobradas as seguintes disciplinas:

I – CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR

 

 TODOS OS CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR

 

  • LÍNGUA PORTUGUESA
  • INFORMÁTICA
  • ATUALIDADES
  • ÉTICA NO SERVIÇO PÚBLICO

ANALISTA JUDICIÁRIO  –  ÁREA JUDICIÁRIA

 

  • DIREITO CONSTITUCIONAL
  • DIREITO ADMINISTRATIVO
  • DIREITO CIVIL
  • DIREITO PROCESSUAL CIVIL
  • DIREITO EMPRESARIAL
  • DIREITO DO CONSUMIDOR
  • DIREITO PENAL
  • DIREITO PROCESSUAL PENAL
  • ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE
  • LEGISLAÇÃO ESPECIAL
  • LEI DE ORGANIZAÇÃO JUDICIÁRIA DO DF E TERRITÓRIOS
  • REGIMENTO E PROVIMENTO DA CORREGEDORIA

 

ANALISTA JUDICIÁRIO  –  OFICIAL DE JUSTIÇA AVALIADOR FEDERAL

 

  • DIREITO CONSTITUCIONAL
  • DIREITO ADMINISTRATIVO
  • DIREITO CIVIL
  • DIREITO PROCESSUAL CIVIL
  • DIREITO EMPRESARIAL
  • DIREITO DO CONSUMIDOR
  • DIREITO PENAL
  • DIREITO PROCESSUAL PENAL
  • ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE
  • LEGISLAÇÃO ESPECIAL
  • LEI DE ORGANIZAÇÃO JUDICIÁRIA DO DF E TERRITÓRIOS
  • REGIMENTO E PROVIMENTO DA CORREGEDORIA

 

 

ANALISTA JUDICIÁRIO  –  APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE MEDICINA – RAMO: PSIQUIATRIA

 

 

  • PSIQUIATRIA
  • LEI DE ORGANIZAÇÃO JUDICIÁRIA DO DF E TERRITÓRIOS
  • REGIMENTO E PROVIMENTO DA CORREGEDORIA

 

II – CARGO DE NÍVEL MÉDIO

 

TÉCNICO JUDICIÁRIO – ÁREA ADMINISTRATIVA

 

  • LÍNGUA PORTUGUESA
  • INFORMÁTICA
  • ATUALIDADES
  • ÉTICA NO SERVIÇO PÚBLICO
  • REGIMENTO INTERNO
  • LEI DE ORGANIZAÇÃO JUDICIÁRIA DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS

TÉCNICO JUDICIÁRIO – ÁREA ADMINISTRATIVA

 

  • NOÇÕES DE DIREITO CONSTITUCIONAL
  • NOÇÕES DE DIREITO ADMINISTRATIVO
  • NOÇÕES DE DIREITO CIVIL
  • NOÇOES DE DIREITO PROCESSUAL CIVIL
  • NOÇÕES DE DIREITO PENAL
  • NOÇÕES DE DIREITO PROCESSUAL PENAL

 Os conteúdos cobrados e a forma de apresentação do edital não costumam variar muito de um ano para outro. Uma dica importante é buscar ver o que está sendo cobrado em concursos similares, assim você terá os conteúdos atualizados.

No caso do concurso para o TJDFT eu gostaria de destacar:

  • A projeção do edital levou em consideração o último concurso de 2013 e os recentes concursos para analistas e técnicos judiciários;
  • Não é demais relembrar que se trata de uma projeção e, como tal, sujeita a chuvas e trovoadas; e
  • No que diz respeito ao cargo de analista judiciário, área judiciária, ainda tenho de relatar a possibilidade de serem incluídas as disciplinas de Direito Empresarial e de Direito Tributário.

Bons estudos e até a cerimônia de posse!!!

Veja Também

Curso Online Gratuito de Direito Processual Penal

A Análise do Edital DPU (Parte I)

A Análise do Edital para Delegado PC/DF (Parte I)

A Análise do Edital para Delegado PC/DF (Parte II)

was

WASHINGTON LUÍS BATISTA BARBOSA é especialista em Direito Público e em Direito do Trabalho, MBA Marketing e MBA Formação para Altos Executivos; Desempenhou várias funções na carreira pública e privada, dentre as quais: Assessoria Jurídica da Diretoria Geral e Assessoria Técnica da Secretaria Geral da Presidência do Tribunal Superior do Trabalho, Diretor Fiscal da Procuradoria Geral do Governo do Distrito Federal, Cargos de Alta Administração no Conglomerado Banco do Brasil. Coordenador de Cursos Jurídicos, pós-graduação e preparatórios para concursos públicos. Editor dos blogs http://www.washingtonbarbosa.com, http://www.twitter.com/wbbarbosa e http://www.facebook.com/professorwashingtonbarbosa. Autor de vários artigos publicados em revistas especializadas.