Concurso 2015

Concurso TCU 2015

Postado em Atualizado em

Por Washington Barbosa

TCU Meu

O Tribunal de Contas da União (TCU) poderá publicar edital para seu concurso público já no decorrer dos próximos dias. Conforme informações obtidas  junto a responsáveis pela seleção, no órgão, o documento está praticamente pronto, dependendo apenas de alguns acertos para oficialização da banca organizadora. A expectativa é de que a oficialização da banca examinadora seja publicada em diário oficial. Ao que consta, a banca será o Cespe/UnB, mas isto somente será confirmado com a oficialização, por meio de publicação oficial.

Serão oferecidas 108 vagas, para auditores e técnicos em diversas áreas. Destas, 66 são para o cargo de auditor federal de controle externo área especialidade de controle externo, das quais 36 são para a orientação auditoria governamental e 30 para a orientação tecnologia da informação. Para o cargo de técnico federal de controle externo área de apoio técnico administrativo especialidade técnica administrativa a oferta será de 42 oportunidades. A seleção também servirá para suprir eventuais necessidades durante seu prazo de validade.

A seleção anterior para auditores do TCU ocorreu em 2013. As oportunidades foram para a área de auditoria governamental. A prova contou com 100 itens de conhecimentos básicos e 100 de conhecimentos específicos, além de prova discursiva das duas áreas.

No caso de técnico, o último concurso ocorreu em 2012, na área de auditoria governamental. A examinadora também foi o Cespe/UnB e a seleção também contou com 100 itens de conhecimentos básicos, 100 de conhecimentos específicos e provas discursivas das duas áreas.

VEJA TAMBÉM:

Concursos 2015

MPOG 2015

MTE 2015

Ministério da Fazenda 2015

FUNAI – 2015

Ministério da Justiça – 2015

Concurso TJDFT – 2015

Notícia AGU 2015

Acompanhe, curta e compartilhe

Washington Luís Batista Barbosa

http://www.washingtonbarbosa.com

http://www.facebook.com/washingtonbarbosa.professor

Notícia TRT 3ª Região

Postado em Atualizado em

Por Washington Barbosa

Quarta

Meu querido aluno, minha querida aluna, uma boa notícia para você que está estudando par ao novo concurso do Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região (TRT 3ª), com sede em Minas Gerais: Foi publicado no Diário Oficial da União o extrato de contratação da banca organizadora, a Fundação Carlos Chagas. Com isto, é provável que a publicação do edital para o novo certame, ocorra nos próximos dias.

Como foram criados novos cargos para a 1ª instância da Justiça do Trabalho, conforme aquiescência do presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministro Ricardo Levandowski, em fevereiro. A previsão é de que o Órgão contemple o provimento de 640 vagas, além de formação de cadastro reserva de pessoal.

Nesse novo concurso público para o TRT 3ª Região, haverá oportunidades para técnicos (nível médio) e analistas (nível superior), com formação específica, de acordo com a área de formação. As remunerações iniciais, atualizadas, são de R$ 5.365,92 (cinco mil, trezentos e sessenta e cinco reais e noventa e dois centavos) para técnicos e R$ 8.803,97 (oito mil, oitocentos e três reais e noventa e sete centavos) para analistas.

O certame anterior para estes cargos ocorreu em 2009. Sob a organização também da Fundação Carlos Chagas. Para o cargo de técnicos, as opções foram nas áreas de administrativa, apoio especializado especialidade tecnologia da informação e administrativa especialidade contabilidade.

 Para analistas, as oportunidades foram para as áreas , analista judiciário – área administrativa, analista judiciário – área judiciária, judiciária – especialidade execução de mandados, área administrativa – especialidade contabilidade, área apoio especializado – especialidade arquitetura, apoio especializado – especialidade arquitetura, apoio especializado – especialidade arquivologia, apoio especializado – especialidade enfermagem, apoio especializado – especialidade engenharia civil, apoio especializado – especialidade engenharia elétrica, apoio especializado – especialidade estatística, apoio especializado  – especialidade fisioterapia, apoio especializado – especialidade medicina, apoio especializado – especialidade medicina – cardiologia, apoio especializado – especialidade medicina – psiquiatria, apoio especializado – especialidade odontologia – pediatria, apoio especializado – especialidade odontologia – prótese, apoio especializado – especialidade psicologia, apoio especializado especialidade serviço social e apoio especializado especialidade tecnologia da informação.

Para analistas, na área administrativa, a prova contou com 20 questões de português e 40 de conhecimentos específicos, além de redação. Para os demais analistas foram 20 de conhecimentos gerais (língua portuguesa e noções de direito) e 20 de conhecimentos específicos. Para técnico na área administrativa, 30 de língua portuguesa e 30 de conhecimentos e específicos e para os demais técnicos, 30 de conhecimentos gerais (língua portuguesa e noções de direito) e 30 de conhecimentos específicos.

ATÉ A SUA CERIMÔNIA DE POSSE!

VEJA TAMBÉM:

Concursos 2015

MPOG 2015

MTE 2015

Ministério da Fazenda 2015

FUNAI – 2015

Ministério da Justiça – 2015

Concurso TJDFT – 2015

Notícia AGU 2015

wasWASHINGTON LUÍS BATISTA BARBOSA é especialista em Direito Público e em Direito do Trabalho, MBA Marketing e MBA Formação para Altos Executivos;

Desempenhou várias funções na carreira pública e privada, dentre as quais: Assessoria Jurídica da Diretoria Geral e Assessoria Técnica da Secretaria Geral da Presidência do Tribunal Superior do Trabalho, Diretor Fiscal da Procuradoria Geral do Governo do Distrito Federal, Cargos de Alta Administração no Conglomerado Banco do Brasil.

Coordenador de Cursos Jurídicos de pós-graduação e preparatórios para concursos públicos. Autor de vários artigos publicados em revistas especializadas. Editor dos blogs washingtonbarbosa.com, tw/wbbarbosa, e fb/washingtonbarbosa.professor

MTE – Concurso 2015

Postado em Atualizado em

Por Washington Barbosa

Seg1

Meu querido aluno, minha querida aluna, começamos a semana com uma boa notícia: O Ministério do Trabalho e Emprego – MTE – aguarda  autorização para a abertura de um novo concurso, já houve a solicitação ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão – MPOG – e deve sair em breve, o processo seletivo compreende a função de auditor-fiscal do trabalho.

Conforme a nova tabela de salários dos servidores públicos federais, os vencimentos iniciais para o esse cargo correspondem a R$ 16.116,64, (dezesseis mil, cento e dezesseis reais e sessenta e quatro centavos) já incluso o auxílio-alimentação de R$ 373,00 (trezentos e setenta e três reais).

Os candidatos interessados ao posto de auditor-fiscal devem possuir diploma de graduação em qualquer área de formação, devidamente registrado e fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC. Dentre as funções do cargo estão: o cumprimento das disposições legais e regulamentares, inclusive as relacionadas à segurança e à medicina do trabalho, no âmbito das relações de trabalho e de emprego; conferir os registros em Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), buscando à redução da informalidade; verificação do recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), com o objetivo de maximizar os índices de arrecadação; e cumprimento de acordos, convenções e contratos coletivos de trabalho celebrados entre empregados e empregadores.

O último certame do MTE foi em 2013, quando abriu um processo seletivo com 100 oportunidades para este mesmo cargo. A banca examinadora responsável pela organização e execução deste concurso foi o Cespe/UnB. Todos os candidatos foram submetidos à avaliações objetivas, exames discursivos e sindicância de vida pregressa. As provas objetivas tiveram 100 perguntas de conhecimentos básicos e 120 de conhecimentos específicos. O prazo de validade deste concurso  expirou no dia 14 de julho de 2014.

ATÉ A SUA CERIMÔNIA DE POSSE!

Veja também:

Concursos 2015

Ministério da Fazenda 2015

FUNAI – 2015

Ministério da Justiça – 2015

Concurso TJDFT – 2015

Notícia AGU 2015

wasWASHINGTON LUÍS BATISTA BARBOSA é especialista em Direito Público e em Direito do Trabalho, MBA Marketing e MBA Formação para Altos Executivos;

Desempenhou várias funções na carreira pública e privada, dentre as quais: Assessoria Jurídica da Diretoria Geral e Assessoria Técnica da Secretaria Geral da Presidência do Tribunal Superior do Trabalho, Diretor Fiscal da Procuradoria Geral do Governo do Distrito Federal, Cargos de Alta Administração no Conglomerado Banco do Brasil.

Coordenador de Cursos Jurídicos de pós-graduação e preparatórios para concursos públicos. Autor de vários artigos publicados em revistas especializadas. Editor dos blogs washingtonbarbosa.com, tw/wbbarbosa, e fb/washingtonbarbosa.professor

Concurso FUNAI 2015

Postado em Atualizado em

Por Washington Barbosa

FUNAI

A Fundação Nacional do Índio (FUNAI), órgão indigenista oficial vinculado ao Ministério da Justiça, irá realizar novo concurso em breve. O Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) publicou no D.O.U do dia 22/04/2015,  a autorização para o provimento de 220 cargos.

Do total de vagas, 208 serão para o cargo de Indigenista Especializado, sete para Engenheiro e cinco para Engenheiro Agrônomo.

O prazo para publicação de edital de abertura para realização do concurso público será de até seis meses contados da data de publicação da Portaria, portanto, até outubro deste ano.

A previsão de chances para quem tem nível médio e superior, porém ainda não é conhecida a quantidade de vagas exatas a serem oferecidas.

Vale lembrar que a FUNAI abriu seu último concurso em 2010, com oferta de 425 vagas para todos os níveis de escolaridade. Os candidatos fizeram Provas Objetivas, de Redação e Prova Prática, a banca examinadora na oportunidade foi a Cetro.

ATÉ A SUA CERIMÔNIA DE POSSE!

Veja também:

Concursos 2015

Ministério da Justiça – 2015

Concurso TJDFT – 2015

Notícia AGU 2015

wasWASHINGTON LUÍS BATISTA BARBOSA é especialista em Direito Público e em Direito do Trabalho, MBA Marketing e MBA Formação para Altos Executivos;

Desempenhou várias funções na carreira pública e privada, dentre as quais: Assessoria Jurídica da Diretoria Geral e Assessoria Técnica da Secretaria Geral da Presidência do Tribunal Superior do Trabalho, Diretor Fiscal da Procuradoria Geral do Governo do Distrito Federal, Cargos de Alta Administração no Conglomerado Banco do Brasil.

Coordenador de Cursos Jurídicos de pós-graduação e preparatórios para concursos públicos. Autor de vários artigos publicados em revistas especializadas. Editor dos blogs washingtonbarbosa.com, tw/wbbarbosa, e fb/washingtonbarbosa.professor

Ministério da Fazenda Concurso 2015

Postado em Atualizado em

Por Washington Barbosa

MF

Meu querido aluno, minha querida aluna, começamos a semana com uma ótima notícia para quem está aguardando pelo novo concurso do Ministério da Fazenda: O Órgão já havia solicitado, em 2014, ao MPOG – Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão – autorização para lançar novo concurso público. A previsão são de  3.000 (três mil) oportunidades, dividas entre os cargos de assistente (nível médio) e analista (nível superior). O MPOG acaba de confirmar a autorização para o preenchimentos dessas vagas.

A Coordenação-Geral do Setor de Desenvolvimento Econômico e Produtivo do MPOG informou, também, que o pedido para a abertura do novo concurso público permanece em trâmite na pasta.

Conforme a atual tabela de remuneração dos servidores federais, os vencimentos oferecidos são de R$ 3.671,82 para assistente (nível médio) e de R$ 4.884,02 para analista (nível superior), vale ressaltar que esses valores já incluem o vale-alimentação de R$ 373,00.

Ainda não foram definidos, exatamente, o número de vagas para cada cargo e nem os Estados que serão contemplados no próximo processo seletivo, mas há uma grande possibilidade que esse novo certame contenha vagas para São Paulo (SP) e o Distrito Federal (DF). Já que o último concurso, que ocorreu em 2013 e ainda está vigente, abriu 1.026 oportunidades para assistente e não contemplou chances para essas duas cidades, pois, na ocasião, o processo seletivo anterior, de 2012 (com 463 vagas de nível médio distribuídas entre SP e DF), não tinha expirado – entretanto, a validade deste certame chegou ao fim no último mês de novembro.

O detalhe do processo seletivo que pode ser dado como certo é a escolha da empresa organizadora, que provavelmente será a Esaf (Escola de Administração Fazendária), como de costume nos concursos do Órgão. Assim, os candidatos podem ir se preparando com as provas e os editais de seleções anteriores, uma vez que a banca se repete.

ATÉ A SUA CERIMÔNIA DE POSSE!

Veja também:

Concursos 2015

Ministério da Justiça – 2015

Concurso TJDFT – 2015

Notícia AGU 2015

wasWASHINGTON LUÍS BATISTA BARBOSA é especialista em Direito Público e em Direito do Trabalho, MBA Marketing e MBA Formação para Altos Executivos;

Desempenhou várias funções na carreira pública e privada, dentre as quais: Assessoria Jurídica da Diretoria Geral e Assessoria Técnica da Secretaria Geral da Presidência do Tribunal Superior do Trabalho, Diretor Fiscal da Procuradoria Geral do Governo do Distrito Federal, Cargos de Alta Administração no Conglomerado Banco do Brasil.

Coordenador de Cursos Jurídicos de pós-graduação e preparatórios para concursos públicos. Autor de vários artigos publicados em revistas especializadas. Editor dos blogs washingtonbarbosa.com, tw/wbbarbosa, e fb/washingtonbarbosa.professor

TRF1 Concurso 2015

Postado em Atualizado em

Por Washington Barbosa

Meu querido aluno, minha querida aluna, como sabemos O Tribunal Regional Federal da 1ª região (TRF1) confirmou o CESPE (Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/Unb)) para realizar seu próximo concurso.

Como sabemos essa banca possui como principal característica, substituir as alternativas de múltipla escolha para apenas duas opções e esse critério de certo ou errado das questões, para cada erro cometido anula um acerto.

Para quem está se preparando para esse certame, mais do que chegar quase a exaustão nos estudos, seguem algumas dicas:

– Leia com atenção para não se deixar confundir por enunciados  complexos.

– É necessário ter cautela e não arriscar aleatoriamente a resposta.

– Realize o máximo de simulados e resolução de questões, dos concursos passados e de outros promovido pela banca.

– Estabeleça uma rotina de estudo equilibrada e não se esqueça de revisar bastante as disciplinas: Direito Administrativo, Constitucional, Direito e Processo Civil e também Direito e Processo Penal.

– Trata-se de um concurso, historicamente, muito concorrido. Mantenha disciplina nos estudos, noites de sono e descanso. E no dia da prova: alimentação leve, autocontrole emocional e confiança. Já que em muitos casos o principal concorrente é o próprio candidato.

ATÉ A SUA CERIMÔNIA DE POSSE!

Veja também:

Concursos 2015

Ministério da Justiça – 2015

Concurso TJDFT – 2015

Notícia AGU 2015

wasWASHINGTON LUÍS BATISTA BARBOSA é especialista em Direito Público e em Direito do Trabalho, MBA Marketing e MBA Formação para Altos Executivos;

Desempenhou várias funções na carreira pública e privada, dentre as quais: Assessoria Jurídica da Diretoria Geral e Assessoria Técnica da Secretaria Geral da Presidência do Tribunal Superior do Trabalho, Diretor Fiscal da Procuradoria Geral do Governo do Distrito Federal, Cargos de Alta Administração no Conglomerado Banco do Brasil.

Coordenador de Cursos Jurídicos de pós-graduação e preparatórios para concursos públicos

Editor dos blogs www.washingtonbarbosa.comwww.twitter.com/wbbarbosa, e https://www.facebook.com/washingtonbarbosa.professor

Autor de vários artigos publicados em revistas especializadas

AGU 2015

Postado em Atualizado em

Por Washington Barbosa

AGU1

Meu querido aluno, minha querida aluna, começo o dia com a notícia da Assessoria de Imprensa da AGU (ASCOM) confirmando que a ESAF – Escola de Administração Fazendária – será a organizadora dos novos concursos para Procurador da Fazenda Nacional e Advogado da União. A Assessoria informou também que o contrato entre as partes foi assinado e o edital deverá ser publicado até junho deste ano.

Muito embora a informação da Assessoria de Imprensa da AGU, existem rumores de que este não é um assunto pacífico dentro do Órgão. Escuta-se pelos corredores e nas reuniões da Cúpula da Advocacia Geral da União que o certame está atrasado porque parte da Direção deseja que o CESPE seja o organizador do concurso.

Sabemos que a tradição é de termos a ESAF somente para o concurso da PFN – Procuradoria da Fazenda Nacional.

O fato é que, até o momento, não temos a publicação do extrato de contratação da banca organizadora.

Ao total serão oferecidas 38 vagas, 22 de advogado e 16 de procurador. Os candidatos em ambas as funções devem possuir graduação em Direito, registro na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e prática jurídica de, no mínimo, dois anos. Os últimos concursos de procurador e advogado ocorreram em 2012, sendo a seleção para advogado da união foi realizada pelo CESPE/UNB e para procurador organizada pela Esaf. Em ambos os concursos os candidatos foram avaliados por meio de provas objetivas, discursivas, oral, sindicância de vida pregressa, avaliação de títulos e programa de formação. O regime de contratação é o estatutário, que garante a estabilidade empregatícia. A Advocacia-Geral da União informou que a lotação dos selecionados ocorrerá após a realização da seleção, por meio de estudos e tratativas com os órgãos de direção superior, o Órgão costuma realizar as provas em todas as capitais, o que deverá ser mantido.

ATÉ A SUA CERIMÔNIA DE POSSE!

Veja também:

Concursos 2015

Ministério da Justiça – 2015

Concurso TJDFT – 2015

Notícia AGU 2015

wasWASHINGTON LUÍS BATISTA BARBOSA é especialista em Direito Público e em Direito do Trabalho, MBA Marketing e MBA Formação para Altos Executivos;

Desempenhou várias funções na carreira pública e privada, dentre as quais: Assessoria Jurídica da Diretoria Geral e Assessoria Técnica da Secretaria Geral da Presidência do Tribunal Superior do Trabalho, Diretor Fiscal da Procuradoria Geral do Governo do Distrito Federal, Cargos de Alta Administração no Conglomerado Banco do Brasil.

Coordenador de Cursos Jurídicos de pós-graduação e preparatórios para concursos públicos

Editor dos blogs www.washingtonbarbosa.comwww.twitter.com/wbbarbosa, e https://www.facebook.com/washingtonbarbosa.professor

Autor de vários artigos publicados em revistas especializadas.

PCDF Concurso 2015

Postado em Atualizado em

Por Washington Barbosa

pcdf

Para quem está estudando para o próximo concurso da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF – 2015) a  retificação do edital, que estabelece o adiamento das provas, pode ser uma boa notícia. Para os cargos de delegado e peritos os certames foram adiados em uma semana.

A seleção divulgada pela Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) estabelece 417 vagas: para o cargo de delegado são 200 vagas (100 para provimento imediato e 100 para formação de cadastro reserva), 60 vagas para perito médico-legista (20 imediatas e 40 para cadastro) e 157 oportunidades para papiloscopista (50 imediatas e 107 para cadastro).

A retificação, divulgada no Diário Oficial do DF, altera a data das provas objetivas para o posto de delegado: inicialmente previstas para o dia e 10 de maio, agora serão aplicadas no dia 17 de maio; e as discursivas, que seriam aplicadas em 26 de julho, agora irão ocorrer no dia 9 de agosto. Já para o cargo de perito, os certames objetivos e discursivos foram reajustados do dia 17 de maio para o dia 31 do mesmo mês. Vale ressaltar que a data para os exames do cargo de papiloscopista permaneceram conforme o edital de abertura.

Esse edital alterou, também, a pontuação das avaliações para o cargo de delegado: os certames objetivos contarão com 200 itens e valerá 100 pontos. E houve acréscimo quanto ao conteúdo programático de direito penal: com a Lei nº 9.503/1997 (crimes de trânsito – Código de Trânsito Brasileiro) e o Decreto-Lei nº 3.688/1941 (Lei das Contravenções Penais).

Os candidatos que almejam ao cargo de delegado precisam possuir formação superior em direito, e três anos de prática jurídica ou atividade policial. O cargo de perito destina-se a quem tem formação superior em medicina (sendo necessário registro no conselho de classe) e as demais formações em nível superior podem concorrer ao cargo de papiloscopista.

Os aspirantes aprovados na primeira fase do concurso passarão por exames e avaliações médicas, investigação social, sindicância de vida pregressa e curso de formação.

Os admitidos para o cargo de delegado serão submetidos a prova de títulos e oral. Já para o cargo de perito haverá apenas prova de títulos.

Os candidatos aprovados para o cargo de delegado ou perito farão jus a remuneração inicial de R$ 15.370,64 (quinze mil, trezentos e setenta reais e sessenta e quatro centavos), já os admitidos para o cargo de papiloscopistas obterão salário inicial de R$ 8.284,55 (oito mil, duzentos e oitenta e quatro reais e cinquenta e cinco centavos). Os candidatos portadores de necessidades especiais poderão concorrer a cinco por cento dessas chances.

As Inscrições

As inscrições iniciam no dia 9 de fevereiro e encerram no dia 16 de março, e serão realizadas pelo site da banca organizadora: www.universa.org.br que será a responsável por todas as fases do concurso.

O valor estabelecido das taxas de inscrição vai de R$ 168,00 a R$ 192,00.

Veja Também:

Análise do edital para Delegado Civil do DF:

Parte I

Parte II

Parte III

Parte IV

Parte V

Prática Jurídica para Delegado Civil

PCDF Perito Criminal

was

* WASHINGTON LUÍS BATISTA BARBOSA é especialista em Direito Público e em Direito do Trabalho, MBA MarketingMBA Formação para Altos Executivos;

Desempenhou várias funções na carreira pública e privada, dentre as quais: Assessoria Jurídica da Diretoria Geral e Assessoria Técnica da Secretaria Geral da Presidência do Tribunal Superior do Trabalho, Diretor Fiscal da Procuradoria Geral do Governo do Distrito Federal, Cargos de Alta Administração no Conglomerado Banco do Brasil.

Coordenador dos Cursos Jurídicos preparatórios para concursos públicos e de pós-graduação.

Editor dos blogs www.washingtonbarbosa.com,

www.twitter.com/wbbarbosa, www.facebook.com/washingtonbarbosa.professor

Autor de vários artigos publicados em revistas especializadas

Concursos 2015

Postado em Atualizado em

Por Washington Barbosa

De acordo com o Ministério do Planejamento, cerca de 20 mil postos estão vagos e precisam ser preenchidos, vale ressaltar que há ainda os cargos que aguardam a aprovação do Congresso Nacional para serem efetivados. A expectativa é de que pelo menos 30 grandes concursos públicos sejam realizados este ano. Espera-se com isso, um quantitativo maior de cargos disponíveis (e concorridos) em 2015 do que no ano passado.

Dentre as seleções mais aguardadas temos: Conselho Nacional do Ministério Público – CNMPPolícia Civil do DF (Delegado); Ministério Público da União – MPU; Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos TerritóriosTJDFT; Polícia Rodoviária Federal – PRF; Defensoria Pública da União – DPU; INSS e muitos outros.

A Lei de diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2015 prevê a criação de 28.957 cargos, mais as vagas que podem surgir quando há demissão ou pedido de aposentadoria pelo servidor.

Contabiliza-se, previsão até o momento, cerca de 15 mil vagas para a área de Judiciária, Defensoria Pública (3.897), Ministério Público da União (1.879) e tribunais (9.177). Mais 13.974 (treze mil, novecentos e setenta e quatro) vagas para os Órgãos do Poder Executivo.

Não perca o foco

Com muitos concursos previstos é normal que haja também maior interesse nos certames, e consequentemente, mais concorrência. No entanto alguns candidatos aguardam a publicação do edital para começar a estudar. Esse erro pode custar muito caro (a sua nomeação). Portanto a dica é que mantenha-se o ritmo de estudo e para quem está iniciando sua preparação: mantenha sua rotina de preparo com as chamadas disciplinas básicas – aqueles conteúdos comuns nos certames: Direito Administrativo, Direito Constitucional, Língua Portuguesa e outras (dependendo da área de sua escolha ou formação).

Portanto, meu querido aluno e minha querida aluna, acompanhe as dicas de conteúdo que compartilho com vocês, mantenha-se firme em seu objetivo, escolha a área de sua preferência e bons estudos!

Até a sua cerimônia de posse!

Veja também:

Traduzindo o Edital CNMP

O CNMP na Constituição

A Análise do Edital DPU (Parte I)

A Análise do Edital para Delegado PC/DF (Parte I)

A Análise do Edital para Delegado PC/DF (Parte II)

A Análise do Edital para Delegado PC/DF (Parte III)

A Análise do Edital para Delegado PC/DF (Parte IV)

A Análise do Edital para Delegado PC/DF (Parte V)

wasWASHINGTON LUÍS BATISTA BARBOSA é especialista em Direito Público e em Direito do Trabalho, MBA Marketing e MBA Formação para Altos Executivos;

Desempenhou várias funções na carreira pública e privada, dentre as quais: Assessoria Jurídica da Diretoria Geral e Assessoria Técnica da Secretaria Geral da Presidência do Tribunal Superior do Trabalho, Diretor Fiscal da Procuradoria Geral do Governo do Distrito Federal, Cargos de Alta Administração no Conglomerado Banco do Brasil.

Coordenador de Cursos Jurídicos de pós-graduação e preparatórios para concursos públicos

Editor dos blogs www.washingtonbarbosa.comwww.twitter.com/wbbarbosa, e https://www.facebook.com/washingtonbarbosa.professor

Autor de vários artigos publicados em revistas especializadas.

Edital TJDFT

Postado em Atualizado em

Que venha o concurso do TJDFT 2015

Washington Luís Batista Barbosa*

Há muito se fala do concurso para provimento dos cargos de Analista Judiciário e Técnico Judiciário do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios. Conhecido como um dos Órgãos que mais chama os aprovados, o TJDFT prepara concurso para o início de 2015.

Um ponto que merece destaque foi a publicação da Portaria GRP 912, do TJDFT,  de 17/06/14, prorrogando o prazo de validade do concurso de 2013, fazendo com que o termo final do concurso passe a ser 11/07/15.

No mesmo sentido, as recentes alterações legislativas que ampliaram o quadro de servidores do Tibunal, assim como a ampliação da estrutura judiciária do TJDFT, incluindo novas varas, fóruns e gabinetes.

Esses aspectos nos fazem crer que o certame está no forno e para quem não é refem do edital, está na hora de esquentar as turbinas.

Com remuneração de R$ 8.118,19 (oito mil, cento e dezoito reais e dezenove centavos), para o cargo de analista, e de R$ 4.947,95 (quatro mil, novecentos e quarenta e sete reais e noventa e ciinco centavos) para o cargo de técnico, trata-se de um dos concursos mais almejados pelos concursandos de Brasília e do Brasil.

A ESTRATÉGIA

O planejamento é a palavra chave para o sucesso! Estudar para o TJDFT é um empreendimento e, como todo projeto, envolve sacrifícios financeiros, pessoais e acima de tudo emocionais. Nada é conquistado ao acaso, para se ter sucesso faz-se necessário um investimento. Eu tive um professor e amigo que sempre falava: “Washington, passar em uma prova é questão de sorte; mas quanto mais eu estudo, mais sorte tenho!”

Aqui, importante destacar os passos que devem ser seguidos para uma maior efetividade em seu projeto:

a) analise o programa;

b) defina as fontes de estudo;

c) verifique o tempo disponível;

d) aloque as matérias para estudo;

e) monte seu cronograma de estudo;

 f) avalie e reveja o seu planejamento periodicamente.

Invista um tempo importante para planejar e traçar seus objetivos, sem pressa.Você verá o resultado bem à sua frente.

Desta forma você conseguirá estabelecer um cronograma adequado e, com o tempo e metodologia necessários, abordar todo o programa do Exame.

A pergunta que não quer calar,quando começo a estudar?

Alguns dirão que você deve começar somente quando o edital for publicado, outros somente às vésperas da prova, ainda haverá quem diga que não adianta começar porque nunca você conseguirá passar.

Eu sugiro que você inicie seu planejamento e estudos AGORA!

Mas o que estudar? O que vai ser contemplado no edital? Qual será a banca?

Longe de mim querer ser um vidente para falar-lhes com certeza como será o edital, mas existem técnicas que ajudam a chegar bem próximo do que será contemplado.

O primeiro passo é analisar o último edital do concurso para o TDJFT, no caso o de 2013. Naquele Edital, cuja Banca Examinadora foi o CESPE, foram cobradas as seguintes disciplinas:

I – CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR

 

 TODOS OS CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR

 

  • LÍNGUA PORTUGUESA
  • INFORMÁTICA
  • ATUALIDADES
  • ÉTICA NO SERVIÇO PÚBLICO

ANALISTA JUDICIÁRIO  –  ÁREA JUDICIÁRIA

 

  • DIREITO CONSTITUCIONAL
  • DIREITO ADMINISTRATIVO
  • DIREITO CIVIL
  • DIREITO PROCESSUAL CIVIL
  • DIREITO EMPRESARIAL
  • DIREITO DO CONSUMIDOR
  • DIREITO PENAL
  • DIREITO PROCESSUAL PENAL
  • ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE
  • LEGISLAÇÃO ESPECIAL
  • LEI DE ORGANIZAÇÃO JUDICIÁRIA DO DF E TERRITÓRIOS
  • REGIMENTO E PROVIMENTO DA CORREGEDORIA

 

ANALISTA JUDICIÁRIO  –  OFICIAL DE JUSTIÇA AVALIADOR FEDERAL

 

  • DIREITO CONSTITUCIONAL
  • DIREITO ADMINISTRATIVO
  • DIREITO CIVIL
  • DIREITO PROCESSUAL CIVIL
  • DIREITO EMPRESARIAL
  • DIREITO DO CONSUMIDOR
  • DIREITO PENAL
  • DIREITO PROCESSUAL PENAL
  • ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE
  • LEGISLAÇÃO ESPECIAL
  • LEI DE ORGANIZAÇÃO JUDICIÁRIA DO DF E TERRITÓRIOS
  • REGIMENTO E PROVIMENTO DA CORREGEDORIA

 

 

ANALISTA JUDICIÁRIO  –  APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE MEDICINA – RAMO: PSIQUIATRIA

 

 

  • PSIQUIATRIA
  • LEI DE ORGANIZAÇÃO JUDICIÁRIA DO DF E TERRITÓRIOS
  • REGIMENTO E PROVIMENTO DA CORREGEDORIA

 

II – CARGO DE NÍVEL MÉDIO

 

TÉCNICO JUDICIÁRIO – ÁREA ADMINISTRATIVA

 

  • LÍNGUA PORTUGUESA
  • INFORMÁTICA
  • ATUALIDADES
  • ÉTICA NO SERVIÇO PÚBLICO
  • REGIMENTO INTERNO
  • LEI DE ORGANIZAÇÃO JUDICIÁRIA DO DISTRITO FEDERAL E TERRITÓRIOS

TÉCNICO JUDICIÁRIO – ÁREA ADMINISTRATIVA

 

  • NOÇÕES DE DIREITO CONSTITUCIONAL
  • NOÇÕES DE DIREITO ADMINISTRATIVO
  • NOÇÕES DE DIREITO CIVIL
  • NOÇOES DE DIREITO PROCESSUAL CIVIL
  • NOÇÕES DE DIREITO PENAL
  • NOÇÕES DE DIREITO PROCESSUAL PENAL

 Os conteúdos cobrados e a forma de apresentação do edital não costumam variar muito de um ano para outro. Uma dica importante é buscar ver o que está sendo cobrado em concursos similares, assim você terá os conteúdos atualizados.

No caso do concurso para o TJDFT eu gostaria de destacar:

  • A projeção do edital levou em consideração o último concurso de 2013 e os recentes concursos para analistas e técnicos judiciários;
  • Não é demais relembrar que se trata de uma projeção e, como tal, sujeita a chuvas e trovoadas; e
  • No que diz respeito ao cargo de analista judiciário, área judiciária, ainda tenho de relatar a possibilidade de serem incluídas as disciplinas de Direito Empresarial e de Direito Tributário.

Bons estudos e até a cerimônia de posse!!!

Veja Também

Curso Online Gratuito de Direito Processual Penal

A Análise do Edital DPU (Parte I)

A Análise do Edital para Delegado PC/DF (Parte I)

A Análise do Edital para Delegado PC/DF (Parte II)

was

WASHINGTON LUÍS BATISTA BARBOSA é especialista em Direito Público e em Direito do Trabalho, MBA Marketing e MBA Formação para Altos Executivos; Desempenhou várias funções na carreira pública e privada, dentre as quais: Assessoria Jurídica da Diretoria Geral e Assessoria Técnica da Secretaria Geral da Presidência do Tribunal Superior do Trabalho, Diretor Fiscal da Procuradoria Geral do Governo do Distrito Federal, Cargos de Alta Administração no Conglomerado Banco do Brasil. Coordenador de Cursos Jurídicos, pós-graduação e preparatórios para concursos públicos. Editor dos blogs http://www.washingtonbarbosa.com, http://www.twitter.com/wbbarbosa e http://www.facebook.com/professorwashingtonbarbosa. Autor de vários artigos publicados em revistas especializadas.