Carreira Jurídica

Pesquisa da FGV – perfil dos candidatos do Exame de Ordem

Postado em Atualizado em

Por Washington Barbosa

OAB DOM

Do 1,34 milhão de inscrições para o Exame da Ordem dos Advogados do Brasil registradas em 12 edições, a maior parte eram de mulheres, com rendimento familiar abaixo de seis salários mínimos e cujo pai havia cursado apenas o ensino médio. O perfil dos que passaram na prova e obtiveram a permissão para advogar, no entanto, foi diferente: a grande maioria eram homens, com renda familiar superior a 30 salários e o genitor tinha formação superior, inclusive título de mestre ou de doutor. É o que revela uma pesquisa da Fundação Getúlio Vargas que será apresentada na manhã desta sexta-feira (29/5), em Brasília.

O estudo Exame de Ordem em Números analisa o perfil social e econômico dos formandos e bacharéis em Direito que tentaram obter o registro profissional entre a 2ª e 13ª edição da seleção promovida pela OAB. De acordo com a pesquisa, o perfil dos inscritos só convergiu com o dos aprovados nos quesitos raça e rede de ensino.

Do universo de 64,7% que se declararam brancos no ato da inscrição, 68,9% passaram na prova; e dos 43,5% que informaram ter frequentado integralmente ou a maior parte do ensino médio em escolas privadas, 53,4% foram aprovados. De acordo com o estudo, entre a 7ª e a 13ª edição do exame, a taxa de aprovação média foi maior entre os que afirmaram ser brancos.

Nesse grupo, o índice de aprovação registrado foi de 17,5% contra 15,6% verificados entre o grupo de candidatos amarelos, 14,4% de negros e 12% de indígenas. Em relação à taxa de aprovados também entre a 7ª e a 13 edição do exame, 22,6% estudaram integralmente em escolas privadas. Entre os que estudaram somente em escolas públicas, o índice de aprovação foi menor: 15,4%. Apesar disso, os candidatos das universidades públicas foram os que apresentaram melhor desempenho no exame — veja abaixo os infográficos.

As mulheres, embora maioria entre os inscritos (53,8%), apresentaram desempenho ligeiramente inferior ao dos candidatos do sexo masculino. Segundo a pesquisa, elas registraram taxa de aprovação média de 15,9%. Já eles, 16,7%.

Número de aprovados
Segundo o estudo, o Exame de Ordem teve 1,34 milhão de inscrições nas seleções pesquisadas — 63,6% por pessoas que teriam participado de uma ou mais edições. Desse total, 234 mil obtiveram aprovação. Isso corresponde a apenas 17,5% dos candidatos nos 12 certames analisados.

Sobre as disciplinas, as que apresentaram melhor aproveitamento dos candidatos na primeira fase foram Estatuto da OAB e Código de Ética (com 65%), Código do Consumidor (58,4%), Estatuto da Criança e do Adolescente (51,3%) e Direito Administrativo (48,2%). Já na segunda fase, as que mais se destacaram foram Direito Constitucional (com 31,6% de aprovação), seguida por Direito Civil (25,6%) e Direito Administrativo (19%).

De acordo com o estudo, a seccional que mais aprovou no exame foi a do Ceará, que nas 12 edições registrou taxa de aproveitamento de 21,5%. Na sequência, foram Minas Gerais (20,3%), Santa Catarina (20,2%), Rio Grande do Sul (19,7%) e Rio de Janeiro (19,2%).

Mercado de trabalho
A pesquisa também faz um panorama do mercado de trabalho para os advogados. Com base nos dados do Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o estudo concluiu que, dos 1,3 milhão de formados em Direito em 2010, quase a metade (42,4%) trabalhava como advogado ou jurista. Outros 32,4% dos formados atuavam por conta própria; 30,1% com carteira assinada; e 23,2% como militares e funcionários estatutários.

Também segundo o estudo, a renda média da carreira era de R$ 5.164. Os bacharéis recebiam, em média, R$ 4.931. Já os profissionais com titulação de doutorado chegou a ganhar R$ 11.074. Quando comparada às demais áreas de formação superior, o rendimento médio dos indivíduos formados em Direito se mostrou 42,1% superior à média brasileira.

Segundo a pesquisa, o Brasil tem atualmente 830 mil advogados inscritos na OAB. A maioria é do sexo masculino (54%), tem menos de 30 anos (52,5%) e encontra-se registrada nas seccionais de São Paulo (252,7 mil), Rio de Janeiro (127,7 mil) e Minas Gerais (10,2 mil) — estados onde se concentram boa parte dos cursos de graduação, da renda e da população brasileira. De acordo com o estudo, a quantidade de advogados no Brasil é proporcional a de países como os Estados Unidos e a Itália.

Exame unificado
O Exame de Ordem é regulamentado pelo Estatuto da Advocacia e é requisito para o exercício da profissão de advogado. Até outubro de 2014, foram feitas 14 edições da avaliação. A FGV Projetos é responsável pela organização da seleção desde 2011.

A íntegra do estudo vai ser divulgado pela FGV e o Conselho Federal da OAB em um seminário sobre o ensino jurídico que vai acontecer nesta sexta-feira, em um seminário na sede do Tribunal Superior do Trabalho, em Brasília.

O Consultor Jurídico – online

VEJA TAMBÉM:

Concursos 2015

MPOG 2015

MTE 2015

Ministério da Fazenda 2015

FUNAI – 2015

Ministério da Justiça – 2015

Concurso TJDFT – 2015

Notícia AGU 2015

wasWASHINGTON LUÍS BATISTA BARBOSA é especialista em Direito Público e em Direito do Trabalho, MBA Marketing e MBA Formação para Altos Executivos;

Desempenhou várias funções na carreira pública e privada, dentre as quais: Assessoria Jurídica da Diretoria Geral e Assessoria Técnica da Secretaria Geral da Presidência do Tribunal Superior do Trabalho, Diretor Fiscal da Procuradoria Geral do Governo do Distrito Federal, Cargos de Alta Administração no Conglomerado Banco do Brasil.

Coordenador de Cursos Jurídicos de pós-graduação e preparatórios para concursos públicos. Autor de vários artigos publicados em revistas especializadas. Editor dos blogs washingtonbarbosa.com, tw/wbbarbosa, e fb/washingtonbarbosa.professor

Anúncios

Notícia

Postado em Atualizado em

Por Washington Barbosa

BR

Foi publicado o edital para o novo concurso da Petrobras, são 158 (cento e cinquenta e oito) vagas para o cargo de advogado júnior, destas 13 (treze) são imediatas e 145 (cento e quarenta e cinco) constam para formação de cadastro reserva. Para concorrer os candidatos precisam possuir nível de escolaridade superior, com formação em Direito, e registro na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Estão previstas as  reservas de vagas para deficientes (5%), pessoas negras e pardas (20%), a remuneração inicial é  de R$5.249,89 (cinco mil, duzentos e quarenta e nove reais e oitenta e nove centavos), com garantia de remuneração mínima de R$ 8.866,74 (oito mil, oitocentos e sessenta e seis reais e setenta e quatro centavos) com os benefícios.

As inscrições poderão ser realizadas pelo site da banca organizadora, Fundação Cesgranrio, entre os dias 2 e 18 de junho, mediante pagamento de R$ 62,00 (sessenta e dois reais) de taxa de inscrição.

A avaliação objetiva (composta por 70 questões, sendo 20 de Conhecimentos Básicos (Língua Portuguesa e Inglês), e 50 de Conhecimentos Específicos) e a avaliação discursiva (composta por duas questões) ocorrerão na data provável de 2 de agosto, com duração de cinco horas e meia. Os candidatos que obtiverem metade dos pontos de Conhecimentos Básicos e Conhecimentos Específicos, além de não zerar nenhuma disciplina, serão considerados  aprovados. Já a aprovação na avaliação discursiva será atingida por quem acertar a metade do exame. O regime de contratação é o celetista.

VEJA TAMBÉM:

Concursos 2015

MPOG 2015

MTE 2015

Ministério da Fazenda 2015

FUNAI – 2015

Ministério da Justiça – 2015

Concurso TJDFT – 2015

Notícia AGU 2015

wasWASHINGTON LUÍS BATISTA BARBOSA é especialista em Direito Público e em Direito do Trabalho, MBA Marketing e MBA Formação para Altos Executivos;

Desempenhou várias funções na carreira pública e privada, dentre as quais: Assessoria Jurídica da Diretoria Geral e Assessoria Técnica da Secretaria Geral da Presidência do Tribunal Superior do Trabalho, Diretor Fiscal da Procuradoria Geral do Governo do Distrito Federal, Cargos de Alta Administração no Conglomerado Banco do Brasil.

Coordenador de Cursos Jurídicos de pós-graduação e preparatórios para concursos públicos. Autor de vários artigos publicados em revistas especializadas. Editor dos blogs washingtonbarbosa.com, tw/wbbarbosa, e fb/washingtonbarbosa.professor

Saiu o Edital – TJDFT

Postado em Atualizado em

Por Washington Barbosa

TJDFT

Boa tarde meu querido aluno, minha querida aluna, tenho uma boa notícia, trata-se de uma ótima oportunidade, para quem estava aguardando a divulgação do novo concurso público para magistratura. O TJDFT – Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios – publicou novo edital para preencher 23 vagas para o cargo de juiz de direito substituto. A banca responsável por esse novo certame é o Cebraspe – Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos – (denominado Cespe), a remuneração inicial para o cargo é de R$ 23.997,19 (vinte e três mil, novecentos e noventa e sete reais e dezenove centavos). Confira o edital!

Os candidatos interessados serão submetidos a provas objetivas, provavelmente no dia 19 de julho, no turno da manhã. Além de duas provas discursivas, inscrição definitiva, sindicância de vida pregressa, investigação social, exames de sanidade física e mental, exame psicotécnico, prova oral e avaliação de títulos. Todas as fases ocorrerão na Capital Federal.

Os interessados devem possuir formação de nível superior com bacharel em direito com, no mínimo, três anos de atividades jurídicas adquiridas após a conclusão do curso superior. Cinco por cento das chances são reservadas a pessoas com deficiência.

As inscrições poderão ser realizadas de 12 de maio a 10 de junho, mediante pagamento de taxa de R$ 239,00 (duzentos e trinta e nove reais). Para inscrições e mais informações acesso o site da banca examinadora pelo site:  www.cespe.unb.br

ATÉ A SUA CERIMÔNIA DE POSSE!

VEJA TAMBÉM:

Concursos 2015

MPOG 2015

MTE 2015

Ministério da Fazenda 2015

FUNAI – 2015

Ministério da Justiça – 2015

Concurso TJDFT – 2015

Notícia AGU 2015

wasWASHINGTON LUÍS BATISTA BARBOSA é especialista em Direito Público e em Direito do Trabalho, MBA Marketing e MBA Formação para Altos Executivos;

Desempenhou várias funções na carreira pública e privada, dentre as quais: Assessoria Jurídica da Diretoria Geral e Assessoria Técnica da Secretaria Geral da Presidência do Tribunal Superior do Trabalho, Diretor Fiscal da Procuradoria Geral do Governo do Distrito Federal, Cargos de Alta Administração no Conglomerado Banco do Brasil.

Coordenador de Cursos Jurídicos de pós-graduação e preparatórios para concursos públicos. Autor de vários artigos publicados em revistas especializadas. Editor dos blogs washingtonbarbosa.com, tw/wbbarbosa, e fb/washingtonbarbosa.professor

AGU 2015

Postado em Atualizado em

Por Washington Barbosa

AGU

A AGU – Advocacia Geral da União – definiu a banca organizadora de seu concurso público para o cargo de advogado da união. De acordo com a assessoria de imprensa do órgão, a responsabilidade ficou a cargo da Esaf, Escola de Administração Fazendária. A Advocacia-Geral da União possui um pedido  de autorização em trâmite no MPOG – Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão – para provimento de 332 vagas, mas o Advogado-Geral da União, Ministro Luís Inácio Adams, instituiu uma nova comissão para realizar um novo certame, independente do parecer do MPOG. Enquanto o pedido para esse quantitativo de vagas segue pendente, o órgão realizará um concurso menor, com oferta de 22 vagas, para suprir necessidades mais urgentes. Conforme a previsão, a publicação do edital deverá ocorrer até junho.

Os candidatos que pretendem concorrer ao cargo devem possuir nível superior em direito e registro na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). A remuneração inicial da carreira é de R$ 17.330,33 (dezessete mil, trezentos e trinta reais e trinta e três centavos). Vale ressaltar que posteriormente, os servidores passam para a primeira classe, quando recebem R$ 19.913,33 (dezenove mil, novecentos e treze reais e trinta e três centavos) , a remuneração para  classe especial é de R$ 22.516,94 (vinte e dois mil, quinhentos e dezesseis reais e noventa e quatro centavos).

ATÉ A SUA CERIMÔNIA DE POSSE!

VEJA TAMBÉM:

Concursos 2015

MPOG 2015

MTE 2015

Ministério da Fazenda 2015

FUNAI – 2015

Ministério da Justiça – 2015

Concurso TJDFT – 2015

Notícia AGU 2015

wasWASHINGTON LUÍS BATISTA BARBOSA é especialista em Direito Público e em Direito do Trabalho, MBA Marketing e MBA Formação para Altos Executivos;

Desempenhou várias funções na carreira pública e privada, dentre as quais: Assessoria Jurídica da Diretoria Geral e Assessoria Técnica da Secretaria Geral da Presidência do Tribunal Superior do Trabalho, Diretor Fiscal da Procuradoria Geral do Governo do Distrito Federal, Cargos de Alta Administração no Conglomerado Banco do Brasil.

Coordenador de Cursos Jurídicos de pós-graduação e preparatórios para concursos públicos. Autor de vários artigos publicados em revistas especializadas. Editor dos blogs washingtonbarbosa.com, tw/wbbarbosa, e fb/washingtonbarbosa.professor

Notícia – AGU 2015

Postado em Atualizado em

Por Washington Barbosa

AGU

Meu querido aluno, minha querida aluna, continuando o dia com mais uma boa notícia: O edital para Advogado da União, ao que tudo indica, será publicado em meados de abril/2015.

No ano passado foi encaminhado ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, autorização para provimento de 322 vagas. A expectativa é que a posse dos novos Advogados da União ocorra em junho de 2016.

Os candidatos ao cargo devem possuir bacharelado em Direito, Registro na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e dois anos de prática forense. A remuneração inicial da carreira, divulgada na Lei nº 11.358 é de R$ 17.330,33 (Dezessete mil, trezentos e trinta reais e trinta e três centavos).

Vale lembrar que o último concurso da Advocacia-Geral da União, foi realizado em 2012, e  a banca organizadora foi o Cespe/UnB. Nesse concurso foram disponibilizadas 68 vagas, sendo quatro para candidatos portadores de necessidades especiais

ATÉ A SUA CERIMÔNIA DE POSSE!

Veja também:

Ministério da Justiça – 2015

Concurso TJDFT – 2015

Concursos 2015

A Análise do Edital DPU (Parte I)

A Análise do Edital para Delegado PC/DF (Parte I)

A Análise do Edital para Delegado PC/DF (Parte II)

A Análise do Edital para Delegado PC/DF (Parte III)

A Análise do Edital para Delegado PC/DF (Parte IV)

A Análise do Edital para Delegado PC/DF (Parte V)

wasWASHINGTON LUÍS BATISTA BARBOSA é especialista em Direito Público e em Direito do Trabalho, MBA Marketing e MBA Formação para Altos Executivos;

Desempenhou várias funções na carreira pública e privada, dentre as quais: Assessoria Jurídica da Diretoria Geral e Assessoria Técnica da Secretaria Geral da Presidência do Tribunal Superior do Trabalho, Diretor Fiscal da Procuradoria Geral do Governo do Distrito Federal, Cargos de Alta Administração no Conglomerado Banco do Brasil.

Coordenador de Cursos Jurídicos de pós-graduação e preparatórios para concursos públicos

Editor dos blogs www.washingtonbarbosa.comwww.twitter.com/wbbarbosa, e https://www.facebook.com/washingtonbarbosa.professor

Autor de vários artigos publicados em revistas especializadas.

Concurso DPE/PA – 2015

Postado em Atualizado em

Por Washington Barbosa

SEg

Para continuar a semana com muita animação, mais uma boa notícia para vocês: Houve a definição da banca examinadora que irá organizar o novo concurso público para a Defensoria Pública do Pará (DPE/PA). O certame será realizado pela Fundação Escola Superior do Ministério Público do Rio Grande do Sul (FMP). Falta apenas a assinatura do contrato para que o processo seja concluído e a organizadora possa concluir o cronograma para a seleção e publicar o edital de lançamento de mais esse aguardado concurso.

A previsão é de que sejam oferecidas 18 vagas imediatas e que haja a formação de cadastro reserva. Aos candidatos é exigido possuir bacharelado em direito, com pelo menos três anos de prática forense comprovada. A remuneração inicial da categoria é de R$ 15.663,55. Vale que ressaltar que os aprovados fazem também jus a auxílio-alimentação e adicional por tempo de serviço.

De acordo com o edital de  licitação quatro fases irão compor este concurso: prova objetiva, avaliação prático-discursiva, exame oral e análise de títulos. Com o prazo de validade de um ano, podendo ser prorrogado uma vez, pelo mesmo período.

A seleção anterior, organizada pela Fundação Carlos Chagas em 2009, contemplou 29 vagas e também houve a formação de cadastro reserva. A prova objetiva contou com 100 questões, versando sobre direito constitucional, administrativo, penal, processual penal, direito civil, processual civil, direito agrário, ambiental, empresarial, direito do consumidor, direitos humanos, previdenciário, tributário e legislação estadual e federal referente à defensoria pública. A segunda prova contou com uma peça jurídica e quatro questões dissertativas. Já os títulos contaram com limite de 0,70 ponto na classificação final.

(Informações do JC Concurso)

ATÉ A SUA CERIMÔNIA DE POSSE!

Veja também:

Edital do TJDF sairá até março

Ministério da Justiça

Concurso MPU 2015

Traduzindo o Edital CNMP

O CNMP na Constituição

A Análise do Edital DPU (Parte I)

 

wasWASHINGTON LUÍS BATISTA BARBOSA é especialista em Direito Público e em Direito do Trabalho, MBA Marketing e MBA Formação para Altos Executivos;

Desempenhou várias funções na carreira pública e privada, dentre as quais: Assessoria Jurídica da Diretoria Geral e Assessoria Técnica da Secretaria Geral da Presidência do Tribunal Superior do Trabalho, Diretor Fiscal da Procuradoria Geral do Governo do Distrito Federal, Cargos de Alta Administração no Conglomerado Banco do Brasil.

Coordenador de Cursos Jurídicos de pós-graduação e preparatórios para concursos públicos

Editor dos blogs www.washingtonbarbosa.comwww.twitter.com/wbbarbosa, e https://www.facebook.com/washingtonbarbosa.professor

Autor de vários artigos publicados em revistas especializadas.

Quanto ganham os advogados de empresa no Brasil?

Postado em Atualizado em

div

Remuneração em 23 Estados

São Paulo – Mato Grosso, São Paulo e Distrito Federal são os estados onde os advogados de empresas têm os maiores salários no Brasil.

O dado foi extraído da ferramenta online “Salariômetro”, criada pela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) e alimentada por informações do CAGED, do Ministério do Trabalho e do Emprego.

A profissão pesquisada é a de número 241010 na CBO (Classificação Brasileira de Ocupações). A remuneração média de admissão para dvogado empresarial é calculada com base em informações de contratações no período entre junho e novembro de 2014.

Clique nas fotos para ver a lista. Alagoas, Roraima e Tocantins não aparecem porque a ferramenta não inclui dados sobre a profissão nesses estados.

Minas Gerais

Salário médio de admissão: 4.237 reais
Base de cálculo: 90 contratações entre junho e novembro de 2014

Paraná

Salário médio de admissão: 4.388 reais
Base de cálculo: 38 contratações entre junho e novembro de 2014

Bahia

Salário médio de admissão: 2.776 reais
Base de cálculo: 18 contratações entre junho e novembro de 2014

Distrito Federal

Salário médio de admissão: 5.946 reais
Base de cálculo: 24 contratações entre junho e novembro de 2014

Goiás

Salário médio de admissão: 2.978 reais
Base de cálculo: 16 contratações entre junho e novembro de 2014

Mato Grosso

Salário médio de admissão: 6.491 reais
Base de cálculo: 6 contratações entre junho e novembro de 2014

Mato Grosso do Sul

Salário médio de admissão: 3.244 reais
Base de cálculo: 7 contratações entre junho e novembro de 2014

Rio de Janeiro

Salário médio de admissão: 5.909 reais
Base de cálculo: 94 contratações entre junho e novembro de 2014

Espírito Santo

Salário médio de admissão: 2.714 reais
Base de cálculo: 8 contratações entre junho e novembro de 2014

Maranhão

Salário médio de admissão: 3.994 reais
Base de cálculo: 2 contratações entre junho e novembro de 2014

Ceará

Salário médio de admissão: 3.320 reais
Base de cálculo: 26 contratações entre junho e novembro de 2014

Santa Catarina

Salário médio de admissão: 3.051 reais
Base de cálculo: 20 contratações entre junho e novembro de 2014

Pará

Salário médio de admissão: 4.901 reais
Base de cálculo: 10 contratações entre junho e novembro de 2014

São Paulo

Salário médio de admissão: 6.177 reais
Base de cálculo: 408 contratações entre junho e novembro de 2014

Rio Grande do Sul

Salário médio de admissão: 3.081 reais
Base de cálculo: 57 contratações entre junho e novembro de 2014

Rio Grande do Norte

Salário médio de admissão: 3.037 reais
Base de cálculo: 4 contratações entre junho e novembro de 2014

Amapá

Salário médio de admissão: 2.200 reais
Base de cálculo: 1 contratação entre junho e novembro de 2014

Paraíba

Salário médio de admissão: 3.068 reais
Base de cálculo: 6 contratações entre junho e novembro de 2014

Piauí

Salário médio de admissão: 2.500 reais
Base de cálculo: 1 contratação entre junho e novembro de 2014

Acre

Salário médio de admissão: 3.429 reais
Base de cálculo: 2 contratações entre junho e novembro de 2014

Pernambuco

Salário médio de admissão: 3.911 reais
Base de cálculo: 17 contratações entre junho e novembro de 2014

Sergipe

Salário médio de admissão: 3.663 reais
Base de cálculo: 3 contratações entre junho e novembro de 2014

Rondônia

Salário médio de admissão: 1.650 reais
Base de cálculo: 1 contratação entre junho e novembro de 2014.

Fonte: Exame.com

 

Veja também:

Oportunidades para as Carreiras Jurídicas

Concursos 2015

Traduzindo o Edital CNMP

O CNMP na Constituição

A Análise do Edital DPU (Parte I)

A Análise do Edital para Delegado PC/DF (Parte I)

A Análise do Edital para Delegado PC/DF (Parte II)

A Análise do Edital para Delegado PC/DF (Parte III)

A Análise do Edital para Delegado PC/DF (Parte IV)

A Análise do Edital para Delegado PC/DF (Parte V)

wasWASHINGTON LUÍS BATISTA BARBOSA é especialista em Direito Público e em Direito do Trabalho, MBA Marketing e MBA Formação para Altos Executivos;

Desempenhou várias funções na carreira pública e privada, dentre as quais: Assessoria Jurídica da Diretoria Geral e Assessoria Técnica da Secretaria Geral da Presidência do Tribunal Superior do Trabalho, Diretor Fiscal da Procuradoria Geral do Governo do Distrito Federal, Cargos de Alta Administração no Conglomerado Banco do Brasil.

Coordenador de Cursos Jurídicos de pós-graduação e preparatórios para concursos públicos

Editor dos blogs www.washingtonbarbosa.comwww.twitter.com/wbbarbosa, e https://www.facebook.com/washingtonbarbosa.professor

Autor de vários artigos publicados em revistas especializadas.