Analista

Concurso Ministério da Fazenda 2015

Postado em Atualizado em

Por Washington Barbosa

Fazenda

O MPOG –  Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão –  confirmou que a solicitação feita pela Fazenda para 2015 foi de 3.500 vagas, sendo 3 mil apenas para assistente técnico-administrativo. É requisito para ocupação do cargo possuir nível médio de ensino (completo) os aprovados são regidos pelo regime estatutário, e o salário inicial é de R$ 3.671,82 (três mil, seiscentos e setenta e um reais e oitenta e dois centavos) mensais. Segundo o Ministério da Fazenda, é urgente a necessidade de contratação de mais servidores administrativos. ministério da fazenda 2015.

As outras 500 vagas solicitadas ao MPOG são para o cargo de analista técnico-administrativo. Sendo exigência nível superior completo (o último edital estabeleceu graduação em qualquer área), com a remuneração inicial de R$ 4.884,02 (Quatro mil, oitocentos e oitenta e quatro reais e dois centavos).
Por meio do seu Serviço de Informações ao Cidadão, o Ministério da Fazenda argumentou que o pedido corresponde ao atual déficit nos cargos de assistente e analista. “Esse quantitativo é considerado o mínimo necessário para atender às necessidades da área meio dos órgãos fazendários”, alertou o ministério. A Fazenda revelou ainda que desde a criação do cargo, em 2008, 1.758 servidores já deixaram o serviço, o equivalente a quase 60% do quadro, que acomoda até 3 mil assistentes. Essa perda vem trazendo problemas na execução dos serviços administrativos dos órgãos fazendários, tais como Receita Federal, Procuradoria Geral da Fazenda Nacional, Tesouro Nacional e o próprio ministério, o que reflete diretamente nas suas atividades finalísticas.

VEJA TAMBÉM:

Concursos 2015

MTE 2015

INSS 2015

FUNAI – 2015

Ministério da Justiça – 2015

Concurso TJDFT – 2015

Notícia AGU 2015

Acompanhe, curta e compartilhe

Washington Luís Batista Barbosa

http://www.washingtonbarbosa.com

http://www.facebook.com/washingtonbarbosa.professor

Notícia TRT 3ª Região

Postado em Atualizado em

Por Washington Barbosa

Quarta

Meu querido aluno, minha querida aluna, uma boa notícia para você que está estudando par ao novo concurso do Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região (TRT 3ª), com sede em Minas Gerais: Foi publicado no Diário Oficial da União o extrato de contratação da banca organizadora, a Fundação Carlos Chagas. Com isto, é provável que a publicação do edital para o novo certame, ocorra nos próximos dias.

Como foram criados novos cargos para a 1ª instância da Justiça do Trabalho, conforme aquiescência do presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministro Ricardo Levandowski, em fevereiro. A previsão é de que o Órgão contemple o provimento de 640 vagas, além de formação de cadastro reserva de pessoal.

Nesse novo concurso público para o TRT 3ª Região, haverá oportunidades para técnicos (nível médio) e analistas (nível superior), com formação específica, de acordo com a área de formação. As remunerações iniciais, atualizadas, são de R$ 5.365,92 (cinco mil, trezentos e sessenta e cinco reais e noventa e dois centavos) para técnicos e R$ 8.803,97 (oito mil, oitocentos e três reais e noventa e sete centavos) para analistas.

O certame anterior para estes cargos ocorreu em 2009. Sob a organização também da Fundação Carlos Chagas. Para o cargo de técnicos, as opções foram nas áreas de administrativa, apoio especializado especialidade tecnologia da informação e administrativa especialidade contabilidade.

 Para analistas, as oportunidades foram para as áreas , analista judiciário – área administrativa, analista judiciário – área judiciária, judiciária – especialidade execução de mandados, área administrativa – especialidade contabilidade, área apoio especializado – especialidade arquitetura, apoio especializado – especialidade arquitetura, apoio especializado – especialidade arquivologia, apoio especializado – especialidade enfermagem, apoio especializado – especialidade engenharia civil, apoio especializado – especialidade engenharia elétrica, apoio especializado – especialidade estatística, apoio especializado  – especialidade fisioterapia, apoio especializado – especialidade medicina, apoio especializado – especialidade medicina – cardiologia, apoio especializado – especialidade medicina – psiquiatria, apoio especializado – especialidade odontologia – pediatria, apoio especializado – especialidade odontologia – prótese, apoio especializado – especialidade psicologia, apoio especializado especialidade serviço social e apoio especializado especialidade tecnologia da informação.

Para analistas, na área administrativa, a prova contou com 20 questões de português e 40 de conhecimentos específicos, além de redação. Para os demais analistas foram 20 de conhecimentos gerais (língua portuguesa e noções de direito) e 20 de conhecimentos específicos. Para técnico na área administrativa, 30 de língua portuguesa e 30 de conhecimentos e específicos e para os demais técnicos, 30 de conhecimentos gerais (língua portuguesa e noções de direito) e 30 de conhecimentos específicos.

ATÉ A SUA CERIMÔNIA DE POSSE!

VEJA TAMBÉM:

Concursos 2015

MPOG 2015

MTE 2015

Ministério da Fazenda 2015

FUNAI – 2015

Ministério da Justiça – 2015

Concurso TJDFT – 2015

Notícia AGU 2015

wasWASHINGTON LUÍS BATISTA BARBOSA é especialista em Direito Público e em Direito do Trabalho, MBA Marketing e MBA Formação para Altos Executivos;

Desempenhou várias funções na carreira pública e privada, dentre as quais: Assessoria Jurídica da Diretoria Geral e Assessoria Técnica da Secretaria Geral da Presidência do Tribunal Superior do Trabalho, Diretor Fiscal da Procuradoria Geral do Governo do Distrito Federal, Cargos de Alta Administração no Conglomerado Banco do Brasil.

Coordenador de Cursos Jurídicos de pós-graduação e preparatórios para concursos públicos. Autor de vários artigos publicados em revistas especializadas. Editor dos blogs washingtonbarbosa.com, tw/wbbarbosa, e fb/washingtonbarbosa.professor

Concurso TRF 1ª Região

Postado em Atualizado em

Por Washington Barbosa

TRF

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF – 1ª Região), com sede em Brasília, institui comissão para concurso para analistas e técnicos.

A última seleção foi em 2014, a banca organizadora foi a FCC – Fundação Carlos Chagas, neste concurso houve vagas para os cargos de técnico  e analista judiciários.

O subsídio para o cargo de Técnico, inicial, é de R$ 6.177,75 (seis mil, cento e setenta e sete reais e setenta e cinco centavos), já a remuneração inicial para Analista Judiciário, em início de carreira, é de R$ 9.615,80 (nove mil, seiscentos e quinze reais e oitenta centavos). Ambos os cargos contam com uma jornada de sete horas diárias.

O TRF da 1ª Região possui jurisdição nos estados do Maranhão, Acre, Amazonas, Bahia, Goiás,  Mato Grosso, Amapá, Minas Gerais, Pará, Roraima, Piauí,   e Tocantins e Rondônia.

ATÉ A SUA CERIMÔNIA DE POSSE!

Veja também:

TJDFT – 580 Novos Cargos e Funções

Estratégias para Estudar para o TJDFT

Traduzindo o Edital CNMP

O CNMP na Constituição

was

WASHINGTON LUÍS BATISTA BARBOSA é especialista em Direito Público e em Direito do Trabalho, MBA Marketing e MBA Formação para Altos Executivos;

Desempenhou várias funções na carreira pública e privada, dentre as quais: Assessoria Jurídica da Diretoria Geral e Assessoria Técnica da Secretaria Geral da Presidência do Tribunal Superior do Trabalho, Diretor Fiscal da Procuradoria Geral do Governo do Distrito Federal, Cargos de Alta Administração no Conglomerado Banco do Brasil.

Coordenador de Cursos Jurídicos de pós-graduação e preparatórios para concursos públicos

Editor dos blogs www.washingtonbarbosa.comwww.twitter.com/wbbarbosa, e https://www.facebook.com/washingtonbarbosa.professor

Autor de vários artigos publicados em revistas especializadas.

Concurso TJDFT 2015

Postado em Atualizado em

Por Washington Barbosa

PEG TJDFT

A semana começa com uma ótima notícia para você meu querido aluno, minha querida aluna: O TJDFT – Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios – confirmou a realização de seu próximo concurso para técnicos e analistas. A expectativa é que o edital seja publicado até março (2015).

Com a sanção e publicação, no Diário Oficial da União do dia 23 de dezembro, da Lei 13.057 de 2014, que instituiu 355 novos cargos efetivos, o novo concurso público para o preenchimento dessas vagas se faz iminente. A previsão é que sejam ofertadas 40 vagas para analista processual, 173 vagas para técnico e 142 vagas para oficial de justiça.

A confirmação do concurso foi publicada na Ata da 17ª sessão do Tribunal Pleno, no site oficial do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios, conforme se lê:

Ata1

Para o cargo de analista há vagas destinadas aos candidatos com nível superior, formação em direito, com salário inicial estimado em R$ 11.305,54 (onze mil, trezentos e cinco reais e cinquenta e quatro centavos) e para outras vagas de nível superior, em qualquer área de formação, o salário inicial é de R$ 8.178,06 (oito mil, cento e setenta e oito reais e seis centavos).

Já para o cargo de técnico os candidatos devem possuir ensino médio completo e 0 salarial inicial é de R$ 5.007,82 (Cinco mil, sete reais e oitenta e dois centavos).

Vale lembrar que estamos falando de um concurso muito aguardado e com muitos candidatos interessados a realizar o certame. No último concurso, realizado pelo CESPE em 2013, a concorrência média registada foi de 792,58 candidatos por vaga. Portanto, meu querido aluno e minha querida aluna, acompanhe as dicas de conteúdo que compartilho com vocês, mantenha-se firme em seu objetivo e prepare-se com antecedência. Bons estudos!

ATÉ A SUA CERIMÔNIA DE POSSE!

 

Veja também:

TJDFT – 580 Novos Cargos e Funções

Estratégias para Estudar para o TJDFT

Traduzindo o Edital CNMP

O CNMP na Constituição

 

wasWASHINGTON LUÍS BATISTA BARBOSA é especialista em Direito Público e em Direito do Trabalho, MBA Marketing e MBA Formação para Altos Executivos;

Desempenhou várias funções na carreira pública e privada, dentre as quais: Assessoria Jurídica da Diretoria Geral e Assessoria Técnica da Secretaria Geral da Presidência do Tribunal Superior do Trabalho, Diretor Fiscal da Procuradoria Geral do Governo do Distrito Federal, Cargos de Alta Administração no Conglomerado Banco do Brasil.

Coordenador de Cursos Jurídicos de pós-graduação e preparatórios para concursos públicos

Editor dos blogs www.washingtonbarbosa.comwww.twitter.com/wbbarbosa, e https://www.facebook.com/washingtonbarbosa.professor

Autor de vários artigos publicados em revistas especializadas

Edital TRT 14

Postado em Atualizado em

TRT14_logo

O Tribunal Regional do Trabalho da 14ª região lança edital de concurso público com vagas para Analistas Judiciários, nas áreas Administrativa (4) e de Apoio Especializado nas especialidades de Medicina (2) e Odontologia (1). Como requisitos, são cobrados nível superior completo e registro no conselho profissional.

A banca selecionada foi a IESES – Instituto de Estudos Superiores do Extremo Sul.

As inscrições poderão ser feitas entre os dias 11 e 29 de agosto de 2014,  no sitehttp://www.trt14.ieses.org.

As provas estão previstas para serem aplicadas no dia 28 de setembro de 2014, nas seguintes cidades: cidades de Rio Branco – AC, Ji-Paraná – RO e Porto Velho – RO.

Fonte: DOU.

Veja Mais Editais:

A Análise do Edital e as Estratégias de Estudo para o TJDFT

A Análise do Edital DPU (Parte I)

A Análise do Edital para Delegado PC/DF (Parte I)

A Análise do Edital para Delegado PC/DF (Parte II)

A Análise do Edital para Delegado PC/DF (Parte III)

 

EDITAL TJGO 2014

Postado em Atualizado em

SAIU O EDITAL DO TJGO

Por Washigton Barbosa

TJGO 2014

Tribunal de Justiça do Estado de Goiás 2014

O Concurso visa ao preenchimento imediato de 474 (quatrocentas e setenta e quatro) vagas, além de formação de cadastro de reserva, para o cargo de Analista Judiciário do Quadro Único de Pessoal do Poder Judiciário do Estado de Goiás

INFORMAÇÕES FUNDAMENTAIS

BANCA EXAMINADORA: Fundação Getulio Vargas – FGV.

VALIDADE DO CONCURSO: O prazo de validade do concurso será de 2 anos, contados a partir da data de publicação da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado, uma única vez, por igual período.

INSCRIÇÃO:

  1. A taxa de inscrição será de R$ 68,00 para os cargos de Nível Superior – área especializada e R$ 63,00 para os cargos de Nível Superior em qualquer área de formação.
  2. As inscrições podem ser realizadas das 14h00min do dia 14/08/2014 às 23h59min do dia 08/09/2014.

– VIA INTERNET pelo endereço eletrônico http://www.fgv.br/fgvprojetos/concursos/tjgo14

DOS CARGOS

NÍVEL SUPERIOR ÁREA ESPECIALIZADA

Cargo: Analista Judiciário

Remuneração: R$ 3.879,91 (Três mil, oitocentos e setenta e nove reais e noventa e um centavos).

               ÁREAS                                                      ESPECIALIDADES                                             TOTAL DE VAGAS

Judiciária Área Judiciária 85
Oficial de Justiça Avaliador 92
Especializada Administrador de Empresas 6
Analista de Sistemas/Banco de Dados 2
Analista de Sistemas/Infraestrutura de Redes e Comunicação de Dados 2
Analista de Sistemas/Desenvolvimento de Sistemas 10
Analista de Sistemas/Suporte Técnico 4
Arquivologista 5
Assistente Social 43
Biblioteconomista 1
Contador 25
Engenheiro Civil 1
Engenheiro Eletricista 2
Engenheiro Mecânico 1
Médico Clínico 2
Médico Cardiologista 1
Médico Ginecologista 1
Médico Ortopedista 1
Odontólogo 1
Pedagogo 21
Psicólogo 32
Apoio Judiciário e administrativo Nível Superior 136

DO REGIME JURÍDICO:  Os candidatos nomeados estarão subordinados ao Regime Jurídico dos Servidores Públicos do Estado de Goiás e à Lei nº 18.175/2013 (Plano de Carreira dos Servidores do Poder Judiciário de Goiás).

DA JORNADA DE TRABALHO: 40 (quarenta) horas semanais.

DOS CANDIDATOS PORTADORES DE DEFICIÊNCIA

Do total de vagas destinadas para cada cargo, 5% (cinco por cento) serão providas na forma do art. 5.º, § 2.º, da Lei n.º 8.112, de 11 de dezembro de 1990

DAS AVALIAÇÕES:

 ANALISTA JUDICIÁRIO – ÁREA JUDICIÁRIA

Módulo de Conhecimentos Básicos Questões
Língua Portuguesa 15
Geo-História de Goiás 05
Legislação Complementar 05
   
Módulo de Conhecimentos Específicos  
Direito Constitucional 25
Direito Administrativo
Direito Civil
Direito Processual Civil
Direito Penal
Direito Penal
TOTAL 50

 

Analista Judiciário – Área Especializada:

Módulo de Conhecimentos Básicos Questões
Língua Portuguesa 15
Geo-História de Goiás 05
Noções de Direito Constitucional e de DireitoAdministrativo 05
Módulo de Conhecimentos Específicos  
Conhecimentos Específicos 25
TOTAL 50

 

Analista Judiciário – Área Apoio Judiciário e Administrativo:

Módulo de Conhecimentos Básicos Questões
Língua Portuguesa 15
Geo-História de Goiás 05
Legislação Complementar 05
Módulo de Conhecimentos Específicos  
Conhecimentos Específicos 25
TOTAL 50

 A Prova Escrita Objetiva será composta por 50 (cinquenta) questões de múltipla escolha, numeradas seqüencialmente, com 05 (cinco) alternativas e apenas uma resposta correta.

  1. Cada questão de múltipla escolha valerá 0,2 ponto.
  2. Será atribuída nota zero à questão que não apresentar nenhuma resposta assinalada, apresentar emenda ou rasura ou contiver mais de uma resposta assinalada.

Para os cargos de NÍVEL SUPERIOR será eliminado o candidato que não alcançar:

Será considerado aprovado na Prova Escrita Objetiva o candidato que obtiver nota igual ou superior a 6 (seis), numa escala de 0 (zero) a 10 (dez).ü  Somente serão corrigidas as provas discursivas dos candidatos habilitados e mais bem classificados nas provas objetivas, no limite estabelecido abaixo, mais os empates da última posição.

DA PROVA DISCURSIVA

A Prova Discursiva será realizada juntamente com a Prova Escrita Objetiva.

Será considerado aprovado na Prova Discursiva o candidato que obtiver nota igual ou superior a 6 (seis), numa escala de 0 (zero) a 10 (dez)

DOS LOCAIS DE PROVAS:

Os locais e os horários de aplicação da prova objetiva serão divulgados no endereço eletrônico www.fgv.br/fgvprojetos/concursos/tjgo14.

DA REALIZAÇÃO DAS PROVAS:

Área de Apoio Judiciário e Administrativo

A aplicação das Provas duração de 4 (quatro) horas, serão no dia 19 de outubro de 2014, das 08h às 12h, segundo o horário oficial de Goiânia/GO

Analista Judiciário – Área Judiciária e Área Especializada 

A aplicação das Provas duração de 4 (quatro) horas, serão no dia 19 de outubro de 2014, das 14h às 18h, segundo o horário oficial de Goiânia/GO

DICAS: É aconselhável o candidato chegar com pelo menos 1 hora de antecedência do início das provas. A antecedência evita vários transtornos: engarrafamento, estacionamento, quebra de carro, etc.

DICAS: É bom o candidato começar a prova objetiva pela matéria que tenha mais afinidade, não é aconselhável iniciar a prova objetiva com matérias que possuem longos textos, como por exemplo, Português. Também não é aconselhável deixar Português para fazer por último. Dividir o tempo é de fundamental importância, isso facilita a resolução da prova objetiva.

DO RESULTADO

O resultado final do concurso público será publicado no Diário Oficial da União e divulgado na internet, no endereço eletrônico www.fgv.br/fgvprojetos/concursos/tjgo14

 

Veja também:

A Análise do Edital DPU (Parte I)

A Análise do Edital para Delegado PC/DF (Parte I)

A Análise do Edital para Delegado PC/DF (Parte II)

A Análise do Edital para Delegado PC/DF (Parte III)

wasWASHINGTON LUÍS BATISTA BARBOSA é especialista em Direito Público e em Direito do Trabalho, MBA Marketing e MBA Formação para Altos Executivos;

Desempenhou várias funções na carreira pública e privada, dentre as quais: Assessoria Jurídica da Diretoria Geral e Assessoria Técnica da Secretaria Geral da Presidência do Tribunal Superior do Trabalho, Diretor Fiscal da Procuradoria Geral do Governo do Distrito Federal, Cargos de Alta Administração no Conglomerado Banco do Brasil.

Coordenador de Cursos Jurídicos de pós-graduação e preparatórios para concursos públicos

Editor dos blogs www.washingtonbarbosa.comwww.twitter.com/wbbarbosa, e https://www.facebook.com/washingtonbarbosa.professor

Autor de vários artigos publicados em revistas especializadas.

 

 

 

 

 

Edital TJGO2014

Postado em Atualizado em

tjgo

 

 

Divulgado edital do

concurso público para

474 vagas no TJGO

 

O presidente da Comissão de Seleção e Treinamento do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), desembargador Zacarias Neves Coelho (foto), divulgou na segunda-feira (4) oedital do concurso público para preenchimento imediato de 474 vagas para o cargo de Analista Judiciário do quadro de pessoal do Poder Judiciário de Goiás, além de formação de cadastro de reserva. O 1º Concurso Público Unificado para o provimento de vagas para cargos de nível superior, a serem preenchidas pelo regime estatutário, terá percentual mínimo de 5% das vagas para candidatos com deficiência, desde que existentes 20 ou mais vagas.

As inscrições poderão ser feitas no período de 14 de agosto a 8 de setembro deste ano. Para efetuar a inscrição, o interessado terá de acessar a página da FGV e efetuar o preenchimento do cadastro. O envio do requerimento vai gerar, automaticamente, a Guia de Recolhimento Simplificado (GRS), com valores de R$ 68,00 para os cargos nas áreas Judiciária e Especializada, e de R$ 63,00 para Apoio Judiciário e Administrativo. A Guia deverá ser impressa e paga em qualquer agência bancária do Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e Banco Itaú, sendo de responsabilidade do candidato a impressão e guarda do comprovante.

A isenção da taxa de inscrição poderá ser solicitada no período entre 14 horas do dia 14 de agosto e 23h59 de 17 de agosto de 2014. Somente haverá isenção para os candidatos que declararem e comprovarem falta de recursos financeiros para pagamento da taxa, nos termos do Decreto Federal nº 6.135, de 26 de junho de 2007, e do Decreto Federal nº 6.593, de 2 de outubro de 2009.

Provas
A seleção dos candidatos para os cargos de Analista Judiciário – Áreas Judiciária, Área Especializada e Área de Apoio Judiciário e Administrativo será por meio de prova escrita objetiva e prova discursiva, todas de caráter eliminatório e classificatório. As provas vão ser realizadas no dia 19 de outubro, em Goiânia (GO). Para o cargo de Analista Judiciário – Área de Apoio Judiciário e Administrativo, o horário da prova será de 8 às 12 horas. Já para Analista Judiciário – Área Judiciária e Área Especializada, a prova será no período da tarde, das 14 às 18 horas. Os resultados serão divulgados na internet e no Diário da Justiça Eletrônico. O concurso será de responsabilidade da Fundação Getúlio Vargas (FGV). (Texto: Fernando Dantas – Centro de Comunicação Social do TJGO)

Veja Também

A Análise do Edital e as Estratégias de Estudo para o TJDFT

A Análise do Edital DPU (Parte I)

A Análise do Edital para Delegado PC/DF (Parte I)

A Análise do Edital para Delegado PC/DF (Parte II)

Processo Penal – Aula 1

Concurso para o TJDF

Postado em

TJDFT quer criação de

580 novos cargos;

PL foi encaminhado

à Câmara

 tjdft

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) encaminhou à Câmara dos Deputados um projeto de lei (PL nº 7.722/2014) que solicita a criação de 580 novos cargos para o órgão. Destes, 355 efetivos, 25 em comissão e 200 funções de confiança. A medida visa complementar o quadro de funcionários para a instalação de novos fóruns no Guará, Recanto das Emas, Itapuã e Águas Claras.

 Os novos cargos também vão ser direcionados para a reestruturação de órgãos judiciais e de apoio jurisdicional, como as varas especializadas de Execução de Medidas Socioeducativas; e de Execução Penal e Medidas Alternativas. De acordo com o TJDFT, a demanda de reforço no quadro dos servidores destas varas é urgente.

 Além disso, os cargos serão para atender a implementação de processo judicial eletrônico no TJDFT e a execução da Política Judiciária Nacional, que trata do desempenho dos conflitos de interesse do Judiciário.

 O TJDFT ainda apresentou um segundo projeto de lei (PL nº 7 .723/2014) que transfere os cargos de auxiliar judiciário para técnico e analista judiciário. Outro PL (nº 7.724/2014) apresentado pretende transformar os cargos de juiz de direito em juiz de direito de turma recursal.

    FONTE: CORREWEB

Edital para Analista do CNMP

Postado em Atualizado em

CNMP: Órgão inicia preparativos para seu 1° concurso!

CNMP - órgão inicia preparativos para seu 1° concurso!

Com sede em Brasília, no Distrito Federal, o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) iniciou os preparativos para fazer seu primeiro concurso público, destinado para os cargos de técnico e analista judiciários. Atualmente, o salário é de R$ 5.007,82 para técnico (nível médio) e de R$ 8.178,06 paraanalista (superior).

De acordo com informações obtidas junto ao setor de comunicação, o órgão está em fase de estudos preliminares para verificar a quantidade de vagas e as especialidades disponíveis. Porém, essa análise deverá ser concluída somente no segundo semestre, pois o conselho aguarda a divulgação do edital de uma portaria sobre a implementação de cargos e funções do CNMP, que hoje possui 192 servidores.

A portaria dá a possibilidade de alguns servidores que atuam no conselho serem transferidos para o quadro de pessoal do Ministério Público da União (MPU). Estima-se que o edital dessa portaria seja publicado até o final de maio; assim que lançado, os funcionários terão um prazo de sessenta dias para fazer a escolha entre os dois órgãos. Ou seja, se o documento sair neste mês, o estudo para verificar o número de postos vagos só será concluído depois de julho.

Em abril deste ano, o CNMP publicou uma norma (n° 75/2014) dispondo sobre as carreiras de analista e técnico que constituirão o quadro de servidores da organização. Provavelmente, as colocações apresentadas na portaria serão as ofertadas no processo seletivo.

O documento 75/2014 mostra que a colocação de técnico será dividida entre as especialidades de administração, controle interno, segurança institucional, orçamento, tecnologia da informação e comunicação e edificação.

Já o emprego de analista será distribuído nas as seguintes áreas: apoio técnico especializado (direito, biblioteconomia, comunicação social, estatística, arquitetura, contabilidade e engenharia elétrica), apoio técnico administrativo (controle interno e planejamento e orçamento) e tecnologia da informação e comunicação (desenvolvimento de sistemas e suporte e infraestrutura).

Comissão 

No último dia 16 (sexta-feira), saiu no Diário Oficial da União que o presidente do Conselho Nacional do Ministério Público, Rodrigo Janot, constituiu a comissão que coordenará a realização do concurso.

A banca será formada pela promotora de Justiça da Bahia, Tamar Oliveira Luz Dias, e pelos servidores Eliane Rodrigues Sales (chefe de gabinete da presidência), Cristiano Rocha Heckert (secretário de planejamento estratégico) e Cristiana Zappala Porcaro Duran (coordenadora de gestão de pessoas).

Sobre o órgão

 Criado em 30 de dezembro de 2004 e formado por 14 membros, o CNMP atua na fiscalização administrativa, financeira e disciplinar do Ministério Público no Brasil e de seus membros, respeitando a autonomia da instituição.

O conselho tem como objetivo orientar e inspecionar todos os ramos do MP brasileiro, sendo eles o Ministério Público da União (MPU) – composto pelo Ministério Público Federal (MPF), Ministério Público Militar (MPM), Ministério Público do Trabalho (MPT) e do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) – e o Ministério Público dos Estados (MPE).

CLIQUE AQUI e confira a portaria que institui a comissão para realização do concurso.

 

Concursos Jurídicos

Postado em

Agenda

 

agenda

 

Veja os principais concursos em andamento para as Carreiras Jurídicas:

 

Região Centro-Oeste

Ministério Público de Mato Grosso (MP-MT)
Cargo: Promotor substituto
Vagas: 10
Remuneração: R$ 20.759,86
Requisitos: Bacharelado em Direito e exercício de atividades jurídicas por pelo menos três anos
Inscrições: Até 19 de março pelo site da UFMT — Clique aqui para acessar
Taxa de inscrição: R$ 150

Tribunal de Justiça do Distrito Federal (TJ-DF)
Cargo: Notário
Vagas: 10
Remuneração: Não divulgada
Requisitos: Bacharelado em Direito ou ter exercido função em serviços notariais ou de registros por no mínimo 10 anos
Inscrições: Até 24 de fevereiro pelo site do Cespe — Clique aqui para acessar
Taxa: R$ 200

Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região (TRT-GO)
Cargo: Juiz substituto
Vagas: Quatro
Remuneração: R$ 23.997,18
Requisitos: Bacharelado em Direito e exercício de atividades jurídicas por pelo menos três anos
Inscrições: Até 14 de março pelo site do FCC — Clique aqui para acessar
Taxa: R$ 190

 

Região Nordeste

Tribunal de Justiça da Paraíba (TJ-PB)
Cargo: Notário
Vagas: 278
Remuneração: Não divulgada
Requisitos: Bacharelado em Direito ou ter exercido função em serviços notariais ou de registros por no mínimo 10 anos
Inscrições: Até 21 de fevereiro pelo site do Ieses — Clique aqui para acessar
Taxa: R$ 200

Tribunal de Contas do Piauí (TCE-PI)
Cargo: Assessor Jurídico
Vagas: Quatro
Remuneração: R$ 8.500
Requisitos: Bacharelado em Direito
Inscrições: Até 18 de fevereiro pelo site da FCC — Clique aqui para acessar
Taxa: R$ 160

Tribunal Regional do Trabalho da 16ª Região (TRT-MA)
Cargo: Analista Judiciário
Vagas: Uma
Remuneração: R$ 7.566,42
Requisitos: Bacharelado em Direito
Inscrições: De 24 de fevereiro até 18 de março pelo site da FCC — Clique aqui para acessar
Taxa: R$ 77,80

Tribunal Regional do Trabalho da 16ª Região (TRT-MA)
Cargo: Oficial de Justiça Avaliador Profissional
Vagas: Quatro
Remuneração: R$ 9.188,20
Requisitos: Bacharelado em Direito
Inscrições: De 24 de fevereiro até 18 de março pelo site da FCC — Clique aqui para acessar
Taxa: R$ 77,80

Tribunal de Justiça do Ceará (TJ-CE)
Cargo: Analista Judiciário
Vagas: 50
Remuneração: R$ 6.530,29
Requisitos: Bacharelado em Direito
Inscrições: De 28 de fevereiro até 19 de março pelo site do Cespe — Clique aqui para acessar
Taxa: R$ 100

Tribunal de Justiça do Ceará (TJ-CE)
Cargo: Analista Judiciário – Execução de Mandados
Vagas: 45
Remuneração: R$ 8.937,28
Requisitos: Bacharelado em Direito
Inscrições: De 28 de fevereiro até 19 de março pelo site do Cespe — Clique aqui para acessar
Taxa: R$ 100

 

Região Norte

Tribunal de Justiça do Amapá (TJ-AP)
Cargo: Juiz substituto
Vagas: 11
Remuneração: R$ 21.711,74
Requisitos: Bacharelado em Direito e exercício de atividades jurídicas por pelo menos três anos
Inscrições: Até 6 de março pelo site da FCC — Clique aqui para acessar
Taxa de inscrição: R$ 217,12

Procuradoria Geral do Acre (PGE-AC)
Cargo: Procurador do Estado
Vagas: 6
Remuneração: Não divulgada
Requisitos: Bacharelado em Direito e registro na OAB
Inscrições: Até 27 de fevereiro pelo site do FMP Concursos — Clique aqui para acessar
Taxa de inscrição: R$ 250

 

Região Sudeste

Polícia Civil de São Paulo
Cargo: Delegado de Polícia
Vagas: 129
Remuneração: R$ 8.252,59
Requisitos: Bacharelado em Direito e exercício de atividades jurídicas por pelo menos dois anos
Inscrições: Até 11 de março pelo site da Vunesp — Clique aqui para acessar
Taxa de inscrição: R$ 63,92

Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJ-MG)
Cargo: Juiz substituto
Vagas: 37
Remuneração: R$ 21.711,14
Requisitos: Bacharelado em Direito e exercício de atividades jurídicas por pelo menos três anos
Inscrições: Até 26 de fevereiro pelo site Gestão de Concursos — Clique aqui para acessar
Taxa de inscrição: R$ 200

Ministério Público de Minas Gerais (MP-MG)
Cargo: Promotor substituto
Vagas: 50
Remuneração: R$ 22.797,33
Requisitos: Bacharelado em Direito e exercício de atividades jurídicas por pelo menos três anos
Inscrições: Até 5 de março pelo site Gestão de Concursos — Clique aqui para acessar
Taxa de inscrição: R$ 227,97

Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP)
Cargo: Notário
Vagas: 216
Remuneração: Não divulgada
Requisitos: Bacharelado em Direito ou ter exercido função em serviços notariais ou de registros por no mínimo 10 anos
Inscrições: Até 7 de março pelo site da Fundação Vunesp — Clique aqui para acessar
Taxa: R$ 140

Defensoria Pública do Rio de Janeiro
Cargo: Técnico superior jurídico
Vagas: 252
Remuneração: R$ 3.589,52
Requisitos: Bacharelado em Direito
Inscrições: Até 27 de fevereiro pelo site da FGV — Clique aqui para acessar
Taxa de inscrição: R$ 110

 

Região Sul

Tribunal de Justiça da Paraná (TJ-PR)
Cargo: Notário
Vagas: 503
Remuneração: Não divulgada
Requisitos: Bacharelado em Direito ou ter exercido função em serviços notariais ou de registros por no mínimo 10 anos
Inscrições: Até 18 de fevereiro pelo site do IBCF — Clique aqui para acessar
Taxa: R$ 200