Direito e Processo Civil

Postado em Atualizado em

Por Patrícia Dreyer

civil2

Cumulação de pedidos: mais de uma possibilidade de resolver o caso concreto. Pode haver cumulação de pedidos ainda que entre os mesmos não haja conexão – artigo 292 do CPC.

Tipos de cumulação:

Imprópria – impropriamente chamado de cumulação, em via de regra os pedidos parecem incompatíveis. Dá-se quando o autor dá ao magistrado mais de uma possibilidade de decidir sendo assim haverá o acolhimento de apenas um pedido.

Alternativa que é diferente de pedido alternativo é quando o autor formula mais de um pedido para que o juiz acolha qualquer um deles, sem ordem de preferência.

 Alternativa – quem escolhe é o credor da obrigação;

 Pedido alternativo – (A ou B) quem escolhe é o devedor da obrigação, artigo 288 do CPC – Pedidos alternativos são aqueles em que o réu poderá cumprir por duas ou mais maneiras a prestação, assegurado pela lei ou pelo contrato devido à natureza da prestação. Alternatividade é da obrigação e não do pedido, mais de uma alternativa ao o réu de cumprir a sua obrigação perante o autor (escolhe o réu apenas a forma de cumprimento). Nesse caso o valor da causa será o pedido de maior valor.

Art. 288. O pedido será alternativo, quando, pela natureza da obrigação, o devedor puder cumprir a prestação de mais de um modo.

Parágrafo único. Quando, pela lei ou pelo contrato, a escolha couber ao devedor, o juiz Ihe assegurará o direito de cumprir a prestação de um ou de outro modo, ainda que o autor não tenha formulado pedido alternativo.

Subsidiária, sucessiva, hierárquica, eventual (Se não der A quero B) – a diferença é que o autor elenca qual é o pedido principal e que se não atendido, que o juiz possa atender o pedido posterior – sucessivo O valor da causa é o do pedido principal – artigo 259 do CPC. Ordem de preferência.

Art. 289. É lícito formular mais de um pedido em ordem sucessiva, a fim de que o juiz conheça do posterior, em não podendo acolher o anterior.

Art. 259. O valor da causa constará sempre da petição inicial e será:

II – havendo cumulação de pedidos, a quantia correspondente à soma dos valores de todos eles;

III – sendo alternativos os pedidos, o de maior valor;

IV – se houver também pedido subsidiário, o valor do pedido principal;

Própria – art. 292 do CPC: (o juiz pode acolher mais de um pedido simultaneamente):

Simples (A + B) – os pedidos têm entre si independência, de modo que o magistrado pode acolher parte de um e parte de outro, a decisão de um pedido não influência a decisão sobre o outro pedido.

Sucessiva ou pedido sucessivo (se der A eu quero B sucessão) – neste caso existe uma dependência, para que o juiz conheça do pedido posterior, o primeiro deverá ser conhecido para então o segundo também.

Ex.: reintegração de posse c/c perdas e danos, investigação de paternidade c/c alimentos; Ordem de precedência.

Obs.: Diferença na cumulação própria simples e sucessiva, na simples os pedidos são absolutamente independentes entre si.

Art. 292.  É permitida a cumulação, num único processo, contra o mesmo réu, de vários pedidos, ainda que entre eles não haja conexão.

        § 1o São requisitos de admissibilidade da cumulação:

        I – que os pedidos sejam compatíveis entre si;

        II – que seja competente para conhecer deles o mesmo juízo;

        III – que seja adequado para todos os pedidos o tipo de procedimento.

§ 2o Quando, para cada pedido, corresponder tipo diverso de procedimento, admitir-se-á a cumulação, se o autor empregar o procedimento ordinário.

Requisitos para cumulação de pedidos:

Compatibilidade entre os pedidos (somente na cumulação própria);

Competência do Juízo;

Adequação do procedimento

VEJA MAIS SOBRE DIREITO CIVIL E PROCESSO CIVIL EM:

Sentença Estrangeirasaiba mais

O Efeito da Sentença na Ação Civil Pública

O Papel da Ação Reivindicatória na Defesa do Direito de Propriedade

A Possibilidade de Penhora do Bem de Família dado em Garantia de Dívida de Empresa Familia

Acompanhe, curta e compartilhe

Washington Luís Batista Barbosa

http://www.washingtonbarbosa.com

http://www.facebook.com/washingtonbarbosa.professor

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s