Traduzindo o edital – CNMP

Postado em Atualizado em

 CONCURSO PÚBLICO PARA  PROVIMENTO DE VAGAS EM CARGOS DE ANALISTA E TÉCNICO 

CNMP

 

EDITAL CONSELHO NACIONAL DO MINISTÉRIO PÚBLICO – 2014

INFORMAÇÕES FUNDAMENTAIS

BANCA EXAMINADORA: Fundação Carlos Chagas.

VALIDADE DO CONCURSO:

O prazo de validade do concurso será DOIS ANOS, contados a partir da data de publicação da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado, uma única vez, por igual período.

INSCRIÇÃO:

  • A taxa de inscrição será de R$ 70,97 (setenta reais e noventa e sete centavos)  para os cargos de Analista Judiciário e R$ 54,97 (cinquenta e quatro reais e noventa e sete centavos  para os cargos de técnico judiciário.
  • As inscrições podem ser realizadas: – VIA INTERNET pelo endereço eletrônico (http://www.concursosfcc.com.br/),  no período de 10 (dez) horas do dia 15 de dezembro de 2014 e 14 horas  do dia 21 de janeiro de 2015.

DOS CARGOS

  • Cargo: Analista

REMUNERAÇÃO INICIAL: R$ 8.178,06 (oito mil, cento e setenta e oito reais e seis centavos).

 Especialidade Contabilidade: Requisitos –  a) Escolaridade: Curso superior completo, em nível de graduação. b) Habilitação Legal Específica: Curso superior em Ciências Contábeis, devidamente reconhecido. c) Experiência Profissional: Não é necessária. d) Registro Profissional no Órgão de Classe Competente: É necessário. 

Vagas: 1 + CR

Especialidade Direito: Requisitos – Escolaridade: Curso superior completo, em nível de graduação. b) Habilitação Legal Específica: Curso superior em Direito, devidamente reconhecido. c) Experiência Profissional: Não é necessária. d) Registro Profissional no Órgão de Classe Competente: Não é necessário. 

Vagas: 18 + CR (16 de ampla concorrência e 2 para candidatos com deficiência)

 Especialidade Controle Interno: Requisitos –  a) Escolaridade: Curso superior completo, em nível de graduação. b) Habilitação Legal Específica: Qualquer curso superior, devidamente reconhecido. c) Experiência Profissional: Não é necessária. d) Registro Profissional no Órgão de Classe Competente: Não é necessário.

Vagas: 2 + CR 

 Especialidade Arquivologia: Requisitos –  a) Escolaridade: Curso superior completo, em nível de graduação. b) Habilitação Legal Específica: Curso superior em Arquivologia, devidamente reconhecido. c) Experiência Profissional: Não é necessária. d) Registro Profissional no Órgão de Classe Competente: É necessário.

 Vagas: 1 + CR

Especialidade Estatística: Requisitos – a) Escolaridade: Curso superior completo, em nível de graduação. b) Habilitação Legal Específica: Curso superior em Estatística, devidamente reconhecido. c) Experiência Profissional: Não é necessária. d) Registro Profissional no Órgão de Classe Competente: É necessário. 

 Vagas: 1 + CR

Especialidade Engenharia Civil: Requisitos – a) Escolaridade: Curso superior completo, em nível de graduação. b) Habilitação Legal Específica: Curso superior em Engenharia Civil, devidamente reconhecido. c) Experiência Profissional: Não é necessária. d) Registro Profissional no Órgão de Classe Competente: É necessário. 

Vagas: 1 + CR

Especialidade Gestão Pública: Requisitos – a) Escolaridade: Curso superior completo, em nível de graduação. b) Habilitação Legal Específica: Qualquer curso superior, devidamente reconhecido. c) Experiência Profissional: Não é necessária. d) Registro Profissional no Órgão de Classe Competente: Não é necessário. 

 Vagas: 5 + CR (4 de ampla concorrência e 1 para candidatos com deficiência)

Especialidade Desenvolvimento de Sistemas: Requisitos – a) Escolaridade: Curso superior completo, em nível de graduação. b) Habilitação Legal Específica: Curso superior na área de Tecnologia da Informação, devidamente reconhecido. c) Experiência Profissional: Não é necessária. d) Registro Profissional no Órgão de Classe Competente: Não é necessário. 

Vagas: 5+ CR (4 de ampla concorrência e 1 para candidatos com deficiência)

Especialidade Suporte e Infraestrutura: Requisitos –  a) Escolaridade: Curso superior completo, em nível de graduação. b) Habilitação Legal Específica: Curso superior na área de Tecnologia da Informação, devidamente reconhecido. c) Experiência Profissional: Não é necessária. d) Registro Profissional no Órgão de Classe Competente: Não é necessário. 

Vagas: 2 + CR

Especialidade Comunicação Social: Requisitos –  a) Escolaridade: Curso superior completo, em nível de graduação. b) Habilitação Legal Específica: Curso superior em Comunicação Social (Jornalismo, Publicidade, Propaganda e Relações Públicas ou Comunicação Organizacional), devidamente reconhecido. c) Experiência Profissional: Não é necessária. d) Registro Profissional no Órgão de Classe Competente: É necessário, quando houver órgão de classe. 

Vagas: 2 + CR 

  • Cargo: Técnico

REMUNERAÇÃO INICIAL: R$  5.007,82 (cinco mil e sete reais e oitenta e dois centavos) – Técnico do CNMP e 5.996,28 (cinco mil, novecentos e noventa e seis reais e vinte e oitto centavos) – Técnico de Segurança Institucional.

Especialidade Administração: Requisitos – Nível Médio

Vagas: 45 + CR (40 de ampla concorrência e 5 para candidatos com deficiência)

Especialidade Segurança Institucional: Requisitos – Nível Médio, curso na área de segurança com habilitação para manuseio e tiro com arma de fogo, CNH categoria D ou E

Vagas: 4 + CR

DO REGIME JURÍDICO:

Os candidatos nomeados estarão subordinados ao Regime Jurídico Único dos Servidores Civis da União, das Autarquias e das Fundações Públicas Federais (Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990, e suas alterações).

DA JORNADA DE TRABALHO:

40 (quarenta) horas semanais.

DOS CANDIDATOS PORTADORES DE DEFICIÊNCIA

Das vagas destinadas a cada cargo e das que vierem a ser criadas durante o prazo de validade do concurso, 5% serão providas na forma do § 2º do artigo 5º da Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990, e do Decreto nº 3.298, de 20 de dezembro de 1999, e suas alterações.

DAS AVALIAÇÕES:

DOS LOCAIS DE PROVAS:

Os locais e os horários de aplicação da prova objetiva serão divulgados no endereço eletrônico  http://www.concursosfcc.com.br

DA REALIZAÇÃO DAS PROVAS:

  • NÍVEL SUPERIOR E MÉDIO:

A aplicação das Provas de Nível Superior e Médio será na data provável de 01 de março de 2015, terá a duração de 4(quatro) horas e 30 (trinta) minutos, para os cargos de analista e técnico – Especialidade Segurança Institucional e de  3 (três) horas e 30 (trinta) minutos para o cargo de técnico administrativo

AS PROVAS DE NÍVEL SUPERIOR E MÉDIO SERÃO APLICADAS EM PERÍODOS DISTINTOS – SUPERIOR MANHÃ E MÉDIO TARDE

  • DICAS: É aconselhável o candidato chegar com pelo menos 1 hora de antecedência do início das provas. A antecedência evita vários transtornos: engarrafamento, estacionamento, quebra de carro, etc.
  • DICAS: É bom o candidato começar a prova objetiva pela matéria que tenha mais afinidade, não é aconselhável iniciar a prova objetiva com matérias que possuem longos textos, como por exemplo, Português. Também não é aconselhável deixar Português para fazer por último. Dividir o tempo é de fundamental importância, isso facilita a resolução da prova objetiva.

DO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CARGO DE ANALISTA DO CNMP CONHECIMENTOS BÁSICOS Para todas as especialidades de Analista:  Língua Portuguesa; Raciocínio Lógico-Matemático; Regimento Interno do Conselho Nacional do Ministério Público.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS ANALISTA DO CNMP –  Especialidade: DIREITO – Direito Constitucional; Direito Administrativo; Direito Civil;  Direito Processual Civil; Direito Empresarial;  Direito Processual Penal; Direito do Consumidor; ECA; Regimento e Legislação do Ministério Público.

 CARGO DE TÉCNICO DO CNMP CONHECIMENTOS BÁSICOS – Língua Portuguesa; Raciocínio Lógico-Matemático;  Regimento Interno do Conselho Nacional do Ministério Público.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS TÉCNICO DO CNMP – Especialidade: ADMINISTRAÇÃO –  Noções de Direito Constitucional; Noções de Direito Administrativo; Licitações e Contratos; Noções de Direito Processual Civil;  Gestão de pessoas; Noções de gestão de processos;  Noções de arquivologia; Classificação de materiais; 

Especialidade: SEGURANÇA INSTITUCIONAL – Noções de Direito Penal; Código de Trânsito Brasileiro ; Prevenção e controle de incêndios; Porte de arma de fogo no âmbito do Ministério Público Brasileiro; Sistema Brasileiro de Inteligência; Segurança corporativa estratégica; Planejamento de contingências; Segurança de Dignitários; Segurança da Informação; Outros: Defesa Pessoal; Direção ofensiva e defensiva; Primeiros Socorros; Noções de qualidade no atendimento ao público.

DOS CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO E DE CLASSIFICAÇÃO

  • Será reprovado nas provas objetivas e eliminado do concurso público o candidato que obtiver nota inferior a 150 pontos.
  • Somente serão corrigidas as provas discursivas dos candidatos habilitados e mais bem classificados nas provas objetivas, no limite estabelecido abaixo, mais os empates da última posição.
  • Analista Direito – 500 ampla concorrência e 50 para candidatos com deficiência.
  • Analista – Especialidade Comunicação Social ampla concorrência 60 e 10 para candidatos com deficiência.
  • Analista – Especialidade Contabilidade ampla concorrência 30 e 10 para candidatos com deficiência.
  • Analista – Especialidade Engenharia Civil ampla concorrência 20 e 10 para candidatos com deficiência.
  • Analista – Especialidade Estatística ampla concorrência 20 e 10 para candidatos com deficiência.
  • Analista – Especialidade Controle Interno ampla concorrência 40 e 10 para candidatos com deficiência.
  • Analista – Especialidade Gestão Pública ampla concorrência 90 e 10 para candidatos com deficiência.
  • Analista – Especialidade Desenvolvimento de Sistemas ampla concorrência 130 e 13  para candidatos com deficiência.
  • Analista – Especialidade Suporte e Infraestrutura ampla concorrência 70 e 10  para candidatos com deficiência.
  • Analista – – Especialidade Administração ampla concorrência  500 e 50 para candidatos com deficiência.
  • Técnico do CNMP – Área Apoio Técnico – Especialidade Administração ampla concorrência 500 e 50 para candidatos com deficiência.

Os demais candidatos serão excluídos do Concurso. Na Prova Discursiva -Redação, o candidato deverá desenvolver um texto dissertativo a partir de uma única proposta,

DAS PROVAS DISCURSIVAS

Para o cargo de analista do CNMP – Direito – a redação terá tema jurídico e será considerado aprovado quem obtiver nota igual ou superior a 60% (sessenta por cento).

DO RESULTADO

O resultado final do concurso público será publicado no Diário Oficial da União e divulgado na internet, no endereço eletrônico http://www.concursosfcc.com.br/concurso

Bons estudos e até a cerimônia de posse!

Veja também:

O CNMP na Constituição

A Análise do Edital DPU (Parte I)

A Análise do Edital para Delegado PC/DF (Parte I)

A Análise do Edital para Delegado PC/DF (Parte II)

A Análise do Edital para Delegado PC/DF (Parte III)

A Análise do Edital para Delegado PC/DF (Parte IV)

A Análise do Edital para Delegado PC/DF (Parte V)

wasWASHINGTON LUÍS BATISTA BARBOSA é especialista em Direito Público e em Direito do Trabalho, MBA Marketing e MBA Formação para Altos Executivos;

Desempenhou várias funções na carreira pública e privada, dentre as quais: Assessoria Jurídica da Diretoria Geral e Assessoria Técnica da Secretaria Geral da Presidência do Tribunal Superior do Trabalho, Diretor Fiscal da Procuradoria Geral do Governo do Distrito Federal, Cargos de Alta Administração no Conglomerado Banco do Brasil.

Coordenador de Cursos Jurídicos de pós-graduação e preparatórios para concursos públicos

Editor dos blogs www.washingtonbarbosa.comwww.twitter.com/wbbarbosa, e https://www.facebook.com/washingtonbarbosa.professor

Autor de vários artigos publicados em revistas especializadas.

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s