Direito Processual Civil

Postado em Atualizado em

 Por Patrícia Dreyer

Civil

Critérios para definir a competência:

a) Territorial: Competência Relativa

b) Funcional / Hierárquico: Competência Absoluta

c) Objetivo: – quanto à matéria (competência absoluta) / Quanto ao valor: (competência relativa).

Art. 304, do CPC: É lícito a qualquer das partes arguir, por meio de exceção, a incompetência (art. 112), o impedimento (art. 134) ou a suspeição (art. 135).

Características:

Art.304, do CPC: São oferecidas no prazo de resposta (regra) sob pena de preclusão mista (temporal + consumativa).

Art. 305, do CPC: Este direito pode ser exercido em qualquer tempo, ou grau de jurisdição, cabendo à parte oferecer exceção, no prazo de 15 (quinze) dias, contado do fato que ocasionou a incompetência, o impedimento ou a suspeição.

Art.305, do CPC: onde está da data do fato leia-se da ciência do fato.

Crítica ao Art. 305, do CPC: as exceções de impedimento e suspeição podem sim ser oferecidas a qualquer tempo, já a de incompetência não. Esta deve ser oferecida no prazo de resposta a contar da citação.

Art. 306, do CPC: Recebida a exceção, o processo ficará suspenso

(art. 265, III), até que seja definitivamente julgada.

No rito sumário e no sumaríssimo (Juizados especiais) deve ser apresentada em audiência. Não há a aplicação do art. 306. Em audiência o juiz já as resolve.

Onde se lê processo fica suspenso no art. 306 tem-se a primeira decisão acerca da exceção porque o fato que gera é o ajuizamento no lugar errado. O processo fica suspenso até a interlocutória. O recurso que impugna tal decisão é o agravo, que não tem efeito suspensivo, portanto deve-se pedir no agravo que, caso acolhido, seja concedido o efeito suspensivo.

Atenção!

Exceções não devolvem prazo de resposta, apenas suspendem o prazo. Se eu apresentar no 15o dia ainda terei um dia conforme a doutrina da preclusão consumativa, pois o prazo não se conta em horas (Nelson Nery e Daniel Assunção). Se a exceção for absolutamente infundada, ainda assim não toma o prazo. No máximo aplica a multa de litigância de má-fé.

Obs.: Recurso que não for cabível não suspende ou interrompe prazo.

• Legitimados para oferecer:

Suspeição: parte, o denunciado e o chamado.

Incompetência: somente o réu.

Impedimento: parte, MP, o denunciado e o chamado.

Como é matéria de ordem pública não sujeita à preclusão, o MP pode oferecer a exceção de impedimento. Cabe rescisória em decisão de juiz absolutamente incompetente ou impedido.

Veja também:

Ônus da Prova

Sentença

Teoria Geral da Prova

Reconvenção

Contestação

Prestação de Garantia: Fiança ou Aval?

Defeitos das Sentenças

Benfeitorias no Direito Civil

A Legalidade da Redução dos Honorários

A Presunção Relativa de Paternidade na Ação Investigatória

Sentença Estrangeira

Responsabilidade Civil

O Efeito da Sentença na Ação Civil Pública

Os Efeitos da Ação Pauliana para o Terceiro Contratante de Boa-Fé

O Papel da Ação Reivindicatória na Defesa do Direito de Propriedade

 

Acompanhe, curta e compartilhe!

 Washington Luís Batista Barbosa

http://www.washingtonbarbosa.com

http://www.facebook.com/washingtonbarbosa.professor

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s