UMA SOMBRA QUE PASSA

Postado em Atualizado em

O IMPÉRIO DA VERDADE!

Por Theófilo Silva

Fico me perguntando como seria o mundo se todos nós vivêssemos sob o império da verdade? Digo império, no sentido de signo. Para a maioria dos homens, a verdade é um grande estraga prazeres e, o mundo seria totalmente sem graça caso a verdade fosse o emblema de todos. Discordo! Sei que essa discussão é de Kant, Spinoza, Platão, para citar apenas os mais preocupados com a verdade. Mas não custa dar algum palpite.
Leitores e amigos me acham pessimista, alguém que escreve sobre coisas negativas, quando há tanto o que comemorar no mundo; que eu deveria me deter nas vitórias e conquistas da humanidade, em vez de ficar choramingando, criticando as pessoas, os homens públicos e as instituições. Pode ser. Acho que a vida deve ser celebrada todos os dias. O problema é que existem bilhões de pessoas que não têm motivos para comemorar. Então, por que não escrever sobre a injustiça do mundo e dos homens!?
Apenas 10% da população mundial vivem confortavelmente. Num total de seis bilhões de seres humanos que habitam o planeta Terra. Façamos as contas, e vamos perceber que a quantidade de pessoas que ficam de fora do bolo é aterradora.
E o mundo é muito desigual, fatores de toda ordem contribuem para que grupos de seres humanos espalhados pelo planeta tenham uma existência desgraçada. Desde problemas de ordem geográfica: clima, relevo, solo. Ou de ordem cultural, étnica, social, religiosa, institucional. Um único fator, ou a combinação de alguns deles, é o bastante para que agrupamentos humanos, ou mesmo nações, vivam sob o signo da miséria.
Muitas nações já conseguiram oferecer tudo aos seus cidadãos, pelo menos em termos materiais isso ocorreu. Já a maioria não consegue sequer alimentá-los.
Todos nós, a exceção de um número ínfimo de estudiosos, achamos que temos a resposta para esse cruel estado de coisas. Passando pela religião, antropologia, história, todos têm respostas. Ao longo dos últimos séculos, todas as respostas caíram. É verdade que o homem aprendeu a domar muitas das forças da natureza e debelou a maioria das doenças que dizimavam a humanidade. Mas, há tanto, tanto por fazer!
A vida do homem na terra ainda não deixou de ser a vida de um animal na selva, de luta brutal pela sobrevivência – Darwinista mesmo – em que os mais fortes destroem os mais fracos, e os mais aptos pegam os nacos disponíveis. Dá nojo participar desse jogo cruel!
Para alguns, Deus não passa de uma invenção. Para outros, ele é o criador de tudo e interfere diretamente nas nossas vidas e pune nossos erros. Os grandes líderes místicos, com o objetivo de tornar o mundo mais pacífico e melhor de se viver, criaram as religiões e ensinaram mensagens de paz, amor e bem-querença. Com o tempo tiveram seus ensinamentos desvirtuados e religiões tornaram-se tão corruptas como qualquer organização criminosa. A ciência nos deu muito, nos tirou algumas coisas e foi a maior responsável por nossa multiplicação.
O que quero dizer é o seguinte: afinal, o que é a vida sobre a Terra? Criar a família? Amar a Deus sobre todas as coisas? Ganhar a maior quantidade de dinheiro possível e controlar os outros homens? Onde está a Verdade? Não sei! Ninguém sabe!
Talvez a vida seja a visão do tirano Macbeth, personagem de Shakespeare, antes da morte em batalha: “A vida é uma sombra que passa, um pobre ator que se agita no palco por um instante, é uma história contada por um idiota, cheia de som e fúria, nada significando”.

Theófilo Silva é autor do livro A Paixão Segundo Shakespeare e colaborador do site http://www.washingtonbarbosa.com

ESTE ARTIGO REFLETE A OPINIÃO DO AUTOR, E NÃO NECESSARIAMENTE A POSIÇÃO DO SITE http://www.washingtonbarbosa.com. O SITE NÃO PODE SER RESPONSABILIZADO PELAS INFORMAÇÕES ACIMA OU POR QUALQUER PREJUÍZO DE QUALQUER NATUREZA EM DECORRÊNCIA DO USO DESSAS INFORMAÇÕES

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s